*

*

terça-feira, 22 de março de 2016

Silêncio dos cristãos

Por Fabio Branco
A mera suspeição em relação a licitude dos atos do governo petista deveria ser suficiente para que cristãos evitassem qualquer apoio a ele. Quando, mais ainda, vemos a cúpula do partido que está no poder sendo investigada e condenada, não havendo mais nenhuma dúvida que trata-se de uma máfia implantada no coração do poder, a única atitude que se espera de quem se diz cristão é a denúncia, clara e direta, do que está ocorrendo. 
No entanto, o que vemos é um grupo considerável de gente que frequenta igrejas, que diz ser seguidor de Cristo e até que lidera comunidades inteiras não apenas silenciando-se quanto aos crimes e suspeitas, mas fazendo um grande esforço para fingir que nada está acontecendo, quando não para justificar os criminosos. 
E, para isso, usam termos jurídicos, como a presunção de inocência e a democracia para negar que estão vendo aquilo que está bem diante de seus olhos. 
Esquecem eles que, diante do Juiz Onisciente, não há processos, nem prazos, nem defesas - há apenas a verdade. Também não haverá advogados para encontrar brechas legais ou protocolar recursos protelatórios. 
Quando Deus lhes perguntar por que, mesmo diante de todas evidências, continuaram apoiando os bandidos, quero ver eles responderem que estavam aguardando o trânsito em julgado da sentença de condenação.
Fonte: Página no Facebook de Fabio Blanco

Nenhum comentário: