*

*

*

*

quarta-feira, 2 de março de 2016

"Ministro é Wagner, mas quem manda é Mercadante"



É falsa a impressão de que Aloizio Mercadante perdeu poder, ao trocar a Casa Civil pelo Ministério da Educação. Ele continua tomando as decisões mais importantes da Casa Civil, por delegação da presidente Dilma, que confia no seu taco e sua disposição para enfrentar extensas jornadas de trabalho. Bem ao contrário do atual titular da Casa Civil, Jaques Wagner, adepto de um certo ritmo dengoso de levar a vida.
Antipatia comum
Assim como o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, Aloizio Mercadante saiu da Casa Civil por exigência do ex-presidente Lula.
Sequestro
Lula desabafou contra Mercadante a um grupo de senadores aliados, certa vez, acusando-o de haver "sequestrado o governo".
Plano B
Lula indicou Jaques Wagner para servir como seus "olhos e ouvidos" no Planalto. E Dilma pôs Mercadante no MEC para mantê-lo por perto.
Ruim de serviço
Dilma logo perceberia, após nomeá-lo, que Wagner é simpaticão, e só. É bom de papo, mas ruim de serviço. Ela pediu socorro a Mercadante.
Fonte: Cláudio Humberto

Nenhum comentário: