*

*

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

domingo, 6 de março de 2016

Aleluia diz que "dossiê aloprado de Wagner contra Moro dá chabu"



           Deputado lembra que Wagner é alvo da operação Lava-Jato

"Deu chabu a tentativa do ministro Jaques Wagner de colocar o juiz Sérgio Moro sob suspeita com um dossiê falso", diz o deputado José Carlos Aleluia sobre a reportagem da revista 'Veja' desta semana que desmonta a armação petista e revela a iniciativa "aloprada", capitaneada pelo ex-governador da Bahia, para acusar o magistrado federal de fazer parte de uma conspiração com o objetivo de atingir o PT e seus líderes.
"A falta de escrúpulos e a desfaçatez de Jaques Wagner são famosas na Bahia. Se ele está pensando que seus métodos antirrepublicanos serão bem-sucedidos no país, que tire o cavalinho da chuva, pois a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a imprensa nacional não serão hipnotizados pelos seus olhos azuis", assinala o presidente estadual do Democratas.
Aleluia lembra que Jaques Wagner já é alvo da operação Lava-Jato, por isso interessa também diretamente a ele o enfraquecimento do juiz Sérgio Moro. "Até hoje Wagner não explicou o envolvimento de seu nome na delação do ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró, que lhe acusou de ter recebido para sua campanha a governador da Bahia dinheiro desviado da Petrobras".
O deputado democrata destaca que nova denúncia na 'Veja' desta semana revela ainda que o afilhado de Wagner, o atual governador Rui Costa, segue o mesmo caminho tortuoso. A revista apresenta documento de repasse de dinheiro clandestino para o pagamento de despesas de campanha de Rui Costa, indício de envolvimento no petrolão.
"Antes de embarcar para a China em busca de novas receitas para sonhos, o confeiteiro Rui Costa precisa deixar de ser mudo por conveniência e explicar ao povo baiano por que uma empreiteira estaria pagando dívidas de sua campanha", cobra Aleluia.
(Com informações de imprensa.josecarlosaleluia@gmail.com)

Nenhum comentário: