*

*

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14

Rede Orient - A partir de quinta-feira, 14
Orient Cineplace Boulevard - 15 - 18 (Dub) - 21 (Leg)

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Exibição de "Sinais de Cinza - A Peleja de Olney Contra o Dragão da Maldade"



Durante o Festival Cine Futuro, neste sábado, 30, às 20h30, no Teatro Castro Alves, em Salvador, sessão do filme "Sinais de Cinza: A Peleja de Olney Contra o Dragão da Maldade", do cineasta baiano Henrique Dantas.
A sessão é "em homenagem aos meus amigos que filmam e escrevem do outro lado, João Sampaio e Tuna Espinheira e que agora estão ao lado de Olney São Paulo. Apareçam, vamos falar mal juntos do cinema baiano". Este filme não passou em nenhum festival em Salvador. Passou na Mostra de Conquista e no Feciba, além de ter passado na Mostra de Cinema de Tiradentes, na Mostra de Ouro Preto, Mostra de São Paulo, Festival do Rio, ganhou um prêmio no FAM 2014. Também passou no Festival de Havana, no Festival de Documentário na Polônia, na competitiva do Festival de Trieste na Itália 2014 e agora vai passar em Salvador, encerrando a carreira dele em festivais e mostras.
"Um agradecimento ao Cine Futuro, por tornar isso possível", diz Henrique Dantas. Também "aos que trabalharam nele, Maria Carol, Marcello Gurgel, Pedro Semanovschi, Ilo Alves, Eliana Mendes, Mariana Vaz, Flávio Lopes, Kiko, Damião Lopes, Ricardo Bertol, Taygoara Aguiar, Ana Luiza Penna, Eder Long, vamos fazer um encontro desse filme, o teatro e o público".
O filme narra a trajetória do cineasta Olney São Paulo (1936-1978), que teve a sua vida destruída pela ditadura militar após o filme "Manhã Cinzenta", cujos negativos e cópias foram confiscados em 1969.
"Procura dar a dimensão da importância do cinema de Olney, assim como dos absurdos cometidos pela ditadura na vida desse cineasta caboclo e sertanejo que tinha a iudeia de mudar o mundo a partir do seu cinema revolucionário, mas que morreu vítima do longo processo de tortura que sofreu, diante sa sua corajosa postura", considera Henrique Dantas.

Primeira atividade de Sérgio Carneiro como secretário




Em sua primeira atividade como secretário de Relações Interinstitucionais, Sérgio Carneiro acompanhou o prefeito José Ronaldo na abertura do 2º Encontro Regional Norte, promovido pela Associação dos Distribuidores e Atacadistas da Bahia (Asdab), no Auditório do Sest/Senat. Interessante que o deputado estadual José Neto também participou do evento.
Fotos: Jorge Magalhães

Títulos de filmes explicam aliança

Com a aliança de Sérgio Carneiro com José Ronaldo confirmada na quinta-feira, 28, dez títulos de filmes famosos dão significado ao ato político.
"Aliança de Aço"
"Assim Caminha a Humanidade"
"Assim Estava Escrito"
"A Corrente do Bem"
"O Filho Pródigo"
"Golpe de Mestre"
"Impacto Fulminante"
"Melhor É Impossível"
"Onde os Fracos Não Têm Vez"
"Ontem, Hoje e Amanhã"

Contundente e reveladora

Quem diz o que quer, ouve o que não quer. O ditado se aplica ao jornalista Glauco Wanderley, editor da "Tribuna Feirense", obrigado a dar direito de resposta a Humberto Cedraz, muito contundente e reveladora, em meia página da edição desta sexta-feira, 29, do semanário

Aeroporto

Não. Este Aeroporto não é o de Feira de Santana. Sim, o de Vitória da Conquista. Dá para ver cinco aeronaves no pátio. No daqui só se vê uma aeronave. O equipamento fica muito a desejar e está perdendo o voo para Campinas-SP.


Walt Disney company América Latina e Deezer anunciam lançamento de um canal especial dentro da plataforma de áudio sob demanda, dedicada à música da Walt Disney Records

De "Hakuna Matata" a "Livre Estou", o aplicativo Deezer reúne muitas músicas de sucesso da Disney
A partir de agora, os usuários da Deezer na América Latina terão acesso a uma seção especial dentro do aplicativo que reúne, em uma configuração customizada, o conteúdo musical Disney, com canções e trilhas sonoras de filmes, séries e animações.
Após ser lançado na França e Alemanha no ano passado, este canal exclusivo agora está disponível para a América Latina, oferecendo - em sua aba de Colecionáveis - canções clássicas da Disney como "Hakuna Matata", de "O Rei Leão", e "Le Festin", de "Ratatouille"além de trilhas sonoras de programas de TV como "Violetta", do Disney Channel - dedicado a crianças de seis a 12 anos e suas famílias, e "A Casa do Mickey Mouse"do canal Disney Junior - cujo foco é o desenvolvimento de crianças de dois a sete anos, com ênfase na fase pré-escolar.
"Livre Estou", a versão brasileira de "Let It Go" de "Frozen - Uma Aventura Congelante", também está disponível no aplicativo, além da versão original interpretada por Demi Lovato. Entre os clássicos da Disney que poderão ser acessados através desta seção exclusiva da Deezer, também há trilhas sonoras de filmes, tais como "O Livro da Selva: Mogli, O Menino Lobo", "A Bela e a Fera", "A Pequena Sereia" e "Branca de Neve e os Sete Anões".
A seção especial Disney na Deezer está disponível para PC e dispositivos móveis como smartphones e tablets. Além do catálogo musical da empresa, os usuários também encontrarão jogos, como Music Quiz, e a oportunidade de participar de desafios e compartilhá-los em redes sociais.
"Temos a satisfação de oferecer nosso conteúdo através desse aplicativo, que nos permitirá ampliar nosso compromisso de atingir mais e mais pessoas com nossas experiências de entretenimento, usando todas as plataformas disponíveis e incorporando novas tecnologias", disse Erwin Tessman, diretor de Live Entertainment & Music da The Walt Disney Company América Latina.
"É uma grande honra para o Deezer oferecer acesso ao fantástico conteúdo fornecido por uma empresa como a Disney", disse Mathie Le Roux, diretor da Deezer América Latina.
O novo canal Disney na Deezer está disponível para contas de usuários gratuitos e assinantes desta plataforma, e pode ser acessado através do seguinte endereço: http://www.deezer.com/app/disney
Sobre a The Walt Disney Company América Latina
A The Walt Disney Company América Latina é responsável pela marca Disney e seus negócios em toda a região. Tem escritórios na Argentina, Brasil, Chile, México, EUA (Miami) e Venezuela. Para mais informações, visite nosso site:
www.disneylatino.com (espanhol) e www.disney.com.br (português)
Sobre a Deezer
A Deezer é a primeira verdadeira plataforma de áudio sob demanda que oferece streaming de música digital em mais de 180 países, para mais de 16 milhões de usuários ativos e 6 milhões de assinantes em todo o mundo.
A Deezer lidera a revolução de streaming, proporcionando aos fãs acesso instantâneo ao maior catálogo do mundo, com mais de 35 milhões de músicas e 30.000 estações de rádio disponíveis em qualquer dispositivo. Combinando o melhor da curadoria humana e algoritmos, nossa equipe global de editores busca o melhor da música no mundo, permitindo que os fãs descubram novas bandas e artistas relacionados às suas preferências musicais. A Deezer está disponível em todos os dispositivos, incluindo smartphones, tablets, PCs, notebooks, home theaters, automóveis e smart TVs.
Lançada em 2007, a Deezer é uma empresa privada com base em Paris, na França, com escritórios em São Francisco, nos EUA, e em outros países. O aplicativo Deezer está disponível para ser baixado gratuitamente em iPhone, iPad, Android e Windows. Para baixar o aplicativo, visite:www.deezer.com. Em outubro de 2014, a Deezer adquiriu o serviço de podcasting sob demanda, Stitcher. Para ter acesso a materiais de imprensa, visite: www.deezer.com/company/press.
Descubra a Deezer
www.deezer.com
m.deezer.com
blog.deezer.com
Facebook.com/deezer
Twitter: @Deezer
(Com informações de Gláucia Zachariadhes, Atendimento Disney, de Selma Santos Produções e Eventos)

"Petista fez lista das propinas que recebeu"

A Polícia Federal apreendeu no computador pessoal do ex-deputado André Vargas (ex-PT-PR) uma planilha com as empresas suspeitas de pagar propina ao político desde dezembro de 2011, durante seu mandato, e até 28 de março de 2014, onze dias depois da Operação Lava Jato. No total, 193 empresas pagaram à LSI Solução em Serviços Empresariais Ltda, de Vargas, um total de R$ 3,170.292,02.
Propina com nota fiscal
Parte da lista da corrupção é de fornecedores que pagavam à LSI, de André Vargas, as comissões devidas à Borghi/Lowe Propaganda.
Lobby poderoso
A suspeita na Lava Jato é que a agência de propaganda Borghi/Lowe obteve contrato milionário na Caixa graças ao lobby de André Vargas.
Tem de tudo
Entre as empresas da planilha de André Vargas estão fornecedoras da Borghi/Lowe e também outras empresas com interesses no governo.
Acusações
André Vargas, ainda preso, foi denunciado pelo Ministério Público este mês por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Fonte: Cláudio Humberto

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Sérgio Carneiro assume Secretaria de Relações Interinstitucionais

O ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-deputado federal Sérgio Carneiro (ex-PT, sem partido) vai assumir a Secretaria de Relações Interinstitucionais. O anúncio foi feito pelo prefeito José Ronaldo (Democratas) na tarde desta quinta-feira, 28, no Gabinete do Paço Municipal Maria Quitéria. 
"Seja bem-vindo!", disse o prefeito, afirmando que "ele vai usar seus conhecimentos para angariar recursos para Feira de Santana em órgão governamentais, bem como atraindo novas conquistas e vitórias para o Município".
José Ronaldo fez um histórico da relação pessoal entre ele e o renovado aliado. Contou até que "votei com prazer em Sérgio para prefeito" - não na eleição de 2008. 
"Chego sem tomar lugar de ninguém. Venho para somar. Agradeço ao prefeito José Ronaldo por me resgatar para a vida pública. Vou trabalhar por Feira de Santana trabalhando em Feira", disse Sérgio Carneiro. Como chefe da Casa Civil do Governador, presidente da Interurb, deputado estadual e deputado federal, ele trabalhou por Feira morando em Salvador e Brasília, como falou. Ele contou que tem 33 anos de vida pública.
Sobre o cenário político local considerou que "não veja ninguém com experiência maior que José Ronaldo". 
Presentes a esposa de Sérgio Carneiro Solange Carneiro, vice-prefeito Luciano Ribeiro, presidente da Câmara Municipal vereador Reinaldo Miranda, líder do Governo vereador José Carneiro, ex-suplente de senador Zé Chico, secretários de Governo Paulo Aquino, da Fazenda Expedito Elói, de Administração João Marinho Gomes Júnior, de Planejamento Carlos Brito, de Educação Jayana Ribeiro, de Comunicação Social Valdomiro Silva, de Saúde Denise Mascarenhas, de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico Antonio Carlos Borges Júnior, de Cultura, Esporte e Lazer Rafael Cordeiro, de Meio Ambiente Roberto Tourinho, Habitação Sérgio Ricardo Espírito Santo, de Desenvolvimento Social Ildes Ferreira,de Desenvolvimento Urbano José Pinheiro,  de Agricultura Welligton Andrade, de Transportes e Trânsito Ebenézer Tuy, procurador geral do Município Cleudson Almeida, chefe de Gabinete Mário Borges,  superintendente de Agências Reguladoras Manoel Cordeiro Neto, presidente da Fundação Hospitalar Gilberte Lucas, presidente da Fundação Cultural Egberto Costa Antonio Carlos Coelho, presidente da Previdência Municipal Alcione Cedraz, controlador geral Paulo Nunes.
Também presentes o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Luís Mercês, presidente da Associação Comercial Marcelo Alexandrino, escritor Luiz Almeida, lideranças de bairros e comunidades, bem como jornalistas e radialistas.
Mais os vereadores Carlito do Peixe, Gerusa Sampaio, Isaías de Diogo, Marcos Lima, Pablo Roberto, Robeci da Vassoura, Roque Pereira e Tom.
Ex-vereadores Bartolomeu Pondé, Carlito Moreira, Genésio Serafim, Irmão Fernando, José Marcone Paulo de Souza, Liomar Ferreira, Marcos Figueiredo, Maurício Carvalho, Sargento Joel e Zé Curuca.

Livro "João Durval - Um Construtor de Caminhos" tem lançamento


O escritor Luiz Almeida lança nesta quinta-feira, 28, na Praça de Eventos do Boulevard Shopping, às 18h30, o livro "João Durval - Um Construtor de Caminhos".
Segundo o autor, não se trata de uma biografia, "mas de um história de vida, de uma vida pública que se prolongou por exatos 60 anos". A obra, que levou cerca de dois anos para ser concluída, após entrevistas e pesquisas, descreve a trajetória de uma das mais longevas e brilhantes carreiras políticas da Bahia.
A narrativa, segunda Luiz Almeida, serve para mostrar aos leitores que a caminhada de João Durval, embora indiscutivelmente vitoriosa, nem sempre percorreu estradas desobstruídas e pavimentadas. Em muitos momentos se viu diante de obstáculos quase intransponíveis, fazendo-o experimentar, durante o trajeto, sofridas decepções e marcantes frustrações, que, no entanto, não o desanimaram nem inocularam nele o vírus do ódio ou da amargura.
O lançamento, com o apoio da Academia de Letras de Feira de Santana, contará com a presença do ex-senador João Durval e de familiares.

Sérgio Carneiro faz aliança com José Ronaldo

O ex-deputado federal pelo PT Sérgio Carneiro (sem partido) anuncia na tarde desta quinta-feira, 28, sua aliança ao grupo político do prefeito José Ronaldo (Democratas).
Ele foi vereador em Salvador, deputado estadual e deputado federal. Em 2007, 2008, 2009 e 2010 foi destacado como um dos 100 mais influentes do Congresso Nacional pelo Diap.
Em 2008, concorreu à Prefeitura de Feira de Santana, mas não se elegeu.
O ato será no Gabinete do Prefeito José Ronaldo, no Paço Municipal Maria Quitéria, às 16 horas.
Seu pai, o ex-senador João Durval, estará em Feira de Santana nesta quinta, para o lançamento do livro "João Durval: Um Construtor de Caminhos", de Luiz Almeida, e deve marcar presença. 

Marcha Para Jesus pela 22ª vez

No dia 2 de julho, uma quinta-feira, feriado da Independência da Bahia, a realização da Marcha Para Jesus, com saída na avenida Getúlio Vargas, em frente da Igreja Batista Central e percurso até o Transbordo Central. "Quem ama Feira ora. Ame" é o slogan da marcha, que terá como atrações Fernandinho, Irmão Lázaro e convidados. Trata-se da 22ª edição do evento que dá visibilidade aos evangélicos locais.

O evento é promovido pela Associação de Ministros Evangélicos da Bahia (AME-Bahia), Associação dos Ministros Evangélicos de Feira de Santana (AME-Feira) e Associação de Pastores, Missionários e Evangelistas (Amipe), com apoio da Prefeitura de Feira de Santana.

Nota da Redação do "Feira Negócios"

No jornal de economia e negócios "Feira Negócios", editado por João Augusto Oliveira, edição 119 que está circulando, a Nota da Redação seguinte:
É comum, jornais, rádios e outros veículos comparecerem a eventos e serem preteridos na hora da distribuição da mídia. Isto se deve a atitude de algumas agências (muitas delas sem conhecer o mercado) em programar anúncios onde a comissão é maior e os resultados (às vezes) são imediatos. Não somos contra a ideia das empresas buscarem ampliar o seu faturamento.
O curioso é que nestes eventos um relise é logo distribuído, como se tivéssemos a obrigação de publicá-lo. Ao optar pelas mídias de impacto (TV, out-door, que não fazem nada de graça) as agências se esquecem das mídias de sustentação (rádio, jornal, folders e demais formas), se esquecendo também que (no nosso caso) jornais possuem custos e precisam sobreviver, além de atingir a um público seletivo.
Com 17 anos no mercado, presente em mais de 130 pontos de distribuição e na Internet (www.jornalfeiranegócios.com.br) o Feira Negócios não vai "virar as costas" para as empresas que chegam (nem para os colegas que as assessoram) porém queremos alertar ao empresário, no caso a Novavista, destes equívocos cometidos.
Quantos aos resultados gerados, basta folhear (ou acessar) nossas páginas e constatar o nosso portfólio de clientes, que nos prestigiam e nos colocam como um dos líderes em publicidade no segmento jornal.

Lançamento do livro "Legisladores Feirenses" nesta quinta-feira


A Academia de Letras e Artes de Feira de Santana, a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia e a Prefeitura de Feira de Santana estão convidando para o lançamento do livro "Legisladores Feirenses", de autoria da escritora Lélia Vitor Fernandes, nesta quinta-feira, 28 de maio, às 10 horas, no saguão do Paço Municipal Maria Quitéria.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Atividade na Aprisco Church


Filmes em Exibição no Orient Cinemas Boulevard

                    
Período de 28 de maio a 3 de junho
LANÇAMENTO MUNDIAL
TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS (San Andreas), de Brad Peyton, 2015. Com Dwayne Johnson, Alexandra Daddario, Kylie Minogue, Carla Gugino e Will Yun Lee. Ação e suspense. Depois que a  Falha de San Andreas cede, provocando um terremoto de magnitude 9 na Califórnia, Ray, um piloto de helicóptero de resgate, e sua ex-esposa precisam percorrer todo o estado na esperança de resgatar sua filha. Mas a jornada traiçoeira rumo ao norte é apenas o começo e quando eles acham que o pior já tinha passado está apenas começando. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 10 anos. Duração: 114 minutos. Horários: 13h30, 16 horas, 18h30 e 21 horas. Sala 4 (261 lugares) 
                                              CONTINUAÇÕES
VINGADORES: ERA DE ULTRON (Avengers: Age of Ultron), de Joss Whedon, 2015. Com Robert Downey Jr., Chris Evans, Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Samuel L. Jackson, James Spader e Paul Bettany. Ação e aventura. Quando Tony Stark tenta reiniciar um programa de manutenção de paz, as coisas não dão certo e os super-heróis mais poderosos da Terra: Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro, terão que passar no teste definitivo para salvar o planeta da destruição pelas mãos do vilão Ultron. Em sexta semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 150 minutos. Horários: 14h40, 17h40 e 20h40. Sala 1 (240 lugares).
MAD MAX: A ESTRADA DA FÚRIA (Mad Max: Fury Road), de George Miller, 2015. Com Tom Hardy, Charlize Theron e Zoe Kravitz. Ação e ficção-científica. Na Austrália pós-apocalíptica, um guerreiro das estradas, um homem sem nada a perder, deve resgatar um grupo de garotas envolvidas em uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa. Em terceira semana. Cópia dublada. Duração: 120 minutos. Classificação: 14 anos. Horários: 13h50, 16h20, 18h50 e 21h20. Sala 2 (158 lugares).
POLTERGEIST: O FENÔMENO (Poltergeist), de Gil Kenan, 2015. Com Sam Rockwell, Jared Harris e Rosemarie DeWitt. Terror. Família que vive em uma casa é assombrada por forças malignas. Quando terríveis aparições se tornam mais frequentes e a filha mais nova é raptada, a família deve se unir para resgatá-la antes que ela desapareça para sempre. Uma mulher é chamada para identificar as forças sobrenaturais presentes no local. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendado para menores de 12 anos. Duração: 94 minutos. Horários: 14h40, 16h30, 18h40 e 20h50. Sala 3 (165 lugares) 
ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cinemas Boulevard - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)

"Está confirmado, como este blog anunciou há muito: Lula comanda a sabotagem contra Dilma"

Por Reinaldo Azevedo
Vejam título e texto de um post publicado aqui no dia 4 de março. Volto em seguida.

"O presidente me disse o seguinte: "Onde está no estatuto do PT que tem que votar contra o trabalhador e o aposentado? Não está, vote de acordo com sua consciência".
De quem é essa fala? Segundo o senador Paulo Paim (PT-RS), foi a recomendação que recebeu de Lula no caso da votação do pacote fiscal. Ao menos foi o que disse o senador a Leonardo Souza, segundo se lê na coluna do jornalista, na Folha.
Não cabe, portanto, dúvidas sobre o papel de Lula na resistência dos petistas ao pacote fiscal. Convenham: ao ex-presidente, apenas dois papeis seriam dignos: ou a ausência do debate ou a colaboração com a linha escolhida por sua sucessora. Em vez disso, como fica claro, ele escolheu a sabotagem.
Paim disse mais à coluna: "O Lula é totalmente favorável a acabar com o fator [previdenciário]. Ele chegou a falar que, se tem uma coisa da qual ele se arrependeu, foi não ter derrubado o fator no governo dele".
É mesmo? Por que será que o Babalorixá de Banânia não deu fim ao dito-cujo? Distração? Preguiça? Esquecimento? Vai ver o caixa da Previdência não permitia, certo? É muito fácil, então, transferir a responsabilidade para a sucessora.
E Paim não economiza, não. Resolveu abrir guerra contra Dilma mesmo - Lindbergh Farias, outro interlocutor do lulismo, está com ele:"Se ela vetar [o fim do fator previdenciário], nós vamos derrubar o veto. Toda a bancada do PT vota pela derrubada do veto, assim como a do PMDB. O fato novo que ela não entendeu, a presidenta, é que o voto não é mais secreto, é aberto. E há unanimidade no país, que o povo todo é contra esse fator."
Eis aí. Com a devida vênia, queridos leitores, eu estava certo, né? Alguns acharam que eu delirava quando apontava a mão de Lula na desestabilização do governo Dilma. Já não há mais dúvida.
Imaginem os perrengues pelos quais não tem de passar Michel Temer, obrigado a fazer a coordenação política do governo. Mesmo sendo presidente do PMDB - e isso, hoje em dia, já traz dificuldade o que chega -, vê-se ainda na contingência de ter de enfrentar a sabotagem de Lula em território petista.
É no que dá Dilma pedir a bênção ao criador, que, tudo indica, quer agora destruir a criatura, de olho não exatamente em seu futuro político, mas em seu passado.
De resto, chega a ser comovente de tão escandalosamente sincera a fala de Paim. Ele acha que votar contra o fim do fator previdenciário é trair os trabalhadores. Mas deixa claro: se o voto fosse secreto, ele até trairia, entendem? Assim, não é que ele se negue a trair; ele só não quer é que os outros descubram.
Que gente!

Fonte: "Blog Reinaldo Azevedo"

Pedalando na "zueira"

"Divertida Mente" da Disney•Pixar reúne maior time de comediantes na dublagem de um filme

Dani Calabresa, Otaviano Costa, Katiuscia Canoro, Miá Mello 
e Léo Jaime  emprestam suas vozes 
para personagens do novo filme da Disney • Pixar
"Divertida Mente" (Inside Out), de Peter Docter,  novo lançamento da Disney•Pixar, chega aos cinemas do Brasil em 18 de junho, um dia antes da estreia nos Estados Unidos. Em sua versão original foram escalados grandes comediantes da televisão americana para dar vida às emoções, que são as protagonistas dessa nova animação criada pelos estúdios Disney•Pixar, entre eles Amy Poehler, Bill Hader e Mindy Kaling. No Brasil, o público vai se divertir com Dani Calabresa, dando voz para Nojinho, Otaviano Costa como Medo, Katiuscia Canoro interpretando a Tristeza, Miá Mello como Alegria e Léo Jaime emprestando sua voz para a Raiva.
"Divertida Mente" é uma das produções mais aguardadas pelo público brasileiro para este ano. "Para a Disney Brasil ter a oportunidade de contar neste filme com estes artistas que são tão queridos e reconhecidos pelo público pela sua qualidade de atuação, é sem dúvida mais uma forma de garantir a entrega ao público brasileiro de uma das melhores animações da história da Disney, que vai divertir muito e emocionar pessoas de todas as idades", explica Andrea Salinas, vice-presidente de Marketing da Disney Brasil.
Você já olhou para alguém e se perguntou o que se passa na mente dessa pessoa? O novo filme original da Disney•Pixar "Divertida Mente" se aventura dentro da mente para descobrir. 
Baseado no centro de controle que se localiza dentro da mente de Riley, uma garota de 11 anos, abriga cinco emoções que trabalham arduamente, lideradas pela otimista Alegria, cuja missão é garantir que Riley esteja sempre feliz. O Medo cuida da segurança, o Raiva garante que sempre haja justiça e a Nojinho evita que Riley seja envenenada - física e socialmente. A Tristeza não tem muita certeza sobre que é o seu papel, e sinceramente, ninguém tem.  
Quando a família de Riley se muda para uma nova cidade assustadora, as Emoções entram em ação, ansiosas para ajudá-la na difícil transição. Mas quando a Alegria e a Tristeza são levadas inadvertidamente para as profundezas da mente de Riley - levando com elas algumas de suas principais lembranças - o Medo, o Raiva e a Nojinho assumem, relutantemente, o comando.   A Alegria e a Tristeza precisam se aventurar em lugares desconhecidos - Memória de Longo Prazo, Terra da Imaginação, Pensamento Abstrato e Produções de Sonhos - em um esforço desesperado para retornar ao centro de controle, e a Riley.
Sobre The Walt Disney Studios Motion Pictures
A Walt Disney Studios Motion Pictures faz parte da The Walt Disney Company (NYSE:DIS), e produz e distribuí filmes das bandeiras: Walt Disney Pictures, Walt Disney Animation Studios, Disney∙Pixar Animation Studios e DisneyToon Studios, assim como também Touchstone Pictures. A Walt Disney Studios Motion Pictures International opera como a distribuidora internacional dos estudios. Walt Disney Studios Home Entertainment distribui os títulos da Disney e outros no mercado de aluguel e venda de DVD e Blu-ray no mundo intero. Disney Theatrical Productions é um dos maiores produtores de musicais de Broadway e Disney Music Group distribui a música original dos filmes através de seus selos discográficos: Walt Disney Records e Hollywood Records.
Curta no Facebook:                              facebook.com/DisneyMoviesBrasil
Siga-nos no Twitter:                              twitter.com/disneybrnews 
(Com informações de Gláucia Zachariadhes, Atendimento Disney, de Selma Santos Produções e Eventos)

Desastre ambiental

Durante pedalada contra o desenvolvimento de uma certa cidade, um pedalante se chocou contra uma árvore causando desastre ambiental.

Presença real do diabo no mundo


Como tem gente que considera que o diabo não existe, a lembrança do filme "Advogado do Diabo" (Devil´s Advocate), de Taylor Hackford, EUA, 1997, que apresenta uma das mais assustadoras representações do diabo, que é um dos personagens mais apresentados pelo cinema e outras manifestações artísticas - quase sempre com simpatia e tentadora presença. O filme confirma a presença real do diabo no mundo. Ele e seus demônios. 
Na trama, Kevin Lomax (Keanu Reeves) é um jovem e promissor advogado do interior da Flórida e que quer alcançar os degraus da fama e da fortuna. Ele é seduzido por uma proposta de um grande escritório de advocacia de Nova York - "terra do demônio". Seu patrão é John Milton (Al Pacino), o diabo em pessoa, que não esconde a alegria de ter comprado mais uma alma, para tentar ganhar uma batalha contra Deus.
No início, ele faz da vida do jovem um verdadeiro paraíso na terra. Depois, vem a cobrança da conta pelo sucesso, começando por destruir seu casamento com a bela Mary Ann (Charlize Theron) e colocando Kevin numa dúvida, num dilema sobre sua carreira.
"Eu sou o dono do século XX", diz o diabo em discurso que blasfema contra Deus, chamando Ele de "babaca", afirmando que o Senhor fez o homem e o entregou à própria sorte. O diabo se considera mais compreensivo e menos repressivo que Deus, pois humanista, amante dos instintos e das imperfeições humanas.
No filme, o diabo afirma que "o papa e os adoradores de serpentes são a mesma coisa". Uma escultura da Catedral de Washington tem uma réplica no gabinete do diabo, com as figuras ficando vivas em atos de perversão sexual e de possessão demoníaca.
"Advogado do Diabo" trata principalmente sobre livre arbítrio - desde o princípio, depois que Adão e Eva optaram por comer do fruto proibido e desobedeceram a Deus, que Ele ofereceu ao homem a capacidade de decidir seus próprios caminhos -, também sobre o bem e o mal e sobre vaidade, que é o pecado que o diabo mais gosta que os homens cometa.
Com embalagem de thriller psicológico, o filme também pode ser visto como uma modernização de "Fausto", obra do escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832), sobre um homem que vende a alma ao diabo para obter sucesso.
No mais, fora do filme, a expressão "advogado do diabo" designa a pessoa que defende pontos de vista com os quais ela não concorda necessariamente, em geral para apresentar um argumento contrário aos demais e testar as opiniões divergentes.

Tendência de filmes dublados explicada pelo analfabetismo

Os filmes programados e exibidos no Orient Cineplace são quase todos dublados. Neste ano, apenas "50 Tons de Cinza" e "O Jogo da Imitação" foram com cópias legendadas.
A tendência é nacional. Não é só em Feira de Santana. Até outro dia, todo mundo assistia a filmes legendados. Quando eu era menino, até desenho animado era legendado. Agora, o grande público só quer ver filmes dublados.
Com o estágio atual da educação no Brasil, a constatação de que existe a preguiça de ler os diálogos dos filmes. A maioria do público que vai a cinema é incapaz de ler as legendas. A plateia não consegue acompanhar um filme legendado. É incapaz de ler e ainda mais incapaz de compreender o texto das legendas.
O cinema atende à demanda do público e essa demanda mostra o aumento da procura por filmes dublados nos cinemas. Assim, a rejeição aos filmes com legenda é explicada pela condição de analfabetismo funcional das pessoas, que são incapazes no Brasil atual de acompanhar um filme se os personagens não falarem português.



"Decisão da Câmara pode entregar definitivamente a política brasileira a bandidos e mafiosos; se a maioria não acordar, a minoria imporá a sua agenda. E com a ajuda, infelizmente, do Supremo"

Por Reinaldo Azevedo
A partir desta quarta-feira, se os congressistas não acordarem para a realidade em número suficiente, o sistema político brasileiro corre o risco de começar a caminhar para a clandestinidade, e seu destino poderá ser render-se a máfias e à bandidagem. E isso se dará com a colaboração expressa do PT, de outros partidos de esquerda e, ora vejam, até do PP.
A reforma política começou a ser votada na Câmara nesta terça. Os deputados rejeitaram qualquer das alternativas apresentadas ao atual modelo de eleição de deputados federais: o proporcional. Nenhuma das propostas obteve os 308 votos necessários: o sistema em lista, originalmente proposta pelo PT, obteve a adesão de apenas 21 deputados; o distrital-misto, como queria o PSDB, de 99, e o distritão, defendido pelo PMDB, de 210. Assim, tudo fica como está, e um deputado muito votado continuará ajudando a eleger um sem-voto. E que se note: o distritão também teria sido uma péssima resposta.
Mas essa está longe de ser a pior notícia. A emenda que tornava constitucional a doação de empresas privadas a campanhas eleitorais também não foi aprovada, embora tenha obtido a maioria dos votos: 264 disseram "sim", e 207, "não". Peço que o leitor preste muita atenção aos desdobramentos.
Como é hoje? A Constituição é omissa a respeito da forma de financiamento. Ela nada define. No Parágrafo 9º do Artigo 14, repudia a influência do poder econômico. E só. A contribuição de empresas a campanhas eleitorais foi regulamentada pela http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9504.htm Lei 9.504, de 1997. Note-se: tal texto só foi aprovado para diminuir o caixa dois nas campanhas. Até então, as pessoas jurídicas estavam proibidas de doar, mas até as pedras sabiam que essa proibição era burlada por meio do caixa dois. E que se note: mesmo com a legalização das doações, parte delas continuou na clandestinidade.
Nesta quarta, a Câmara vai votar a proposta que tem a marca do PT e das esquerdas: o financiamento público de campanha, eventualmente aberto a doações de cidadãos. Nesse caso, recursos bilionários teriam de sair do Tesouro para financiar a eleição. Duvido que se consiga pôr isso na Constituição. Também não haverá os 308 votos. Aí dirá alguém: "Mas esperem: se não se consegue mudar a Constituição, então fica tudo como está…"
Errado! Lembrem-se que uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) está no Supremo. E já há uma maioria de ministros que declarou inconstitucional o financiamento de campanhas por empresas - Gilmar Mendes pediu vista, e a questão está parada. Se o Congresso não mudar a Carta Magna, constitucionalizando as doações de empresas, o STF vai declará-las ilegais. E estará ele fazendo a reforma em lugar do Congresso. E estará ele fazendo o que o PT não tem maioria para fazer.
Aliás, o resultado de ontem expõe o absurdo da decisão do Supremo e mostra como o tribunal está tomando o lugar do Congresso e decidindo algo que vai contra a maioria. Insisto: se não existem os 308 deputados para alterar a Constituição, o normal seria que tudo ficasse como está. Só que não será assim: se o Parlamento não constitucionalizar as doações de empresas, a maioria dos ministros da Corte vai declará-las inconstitucionais.
Tal absurdo se desdobra em outro. Sem a doação de empresas, o dinheiro sairá de onde? Pode um tribunal obrigar o Congresso a aprovar o financiamento público? Insisto: NÃO ADIANTARÁ DEPUTADOS E SENADORES APROVAREM UMA NOVA LEI. SEM A MUDANÇA DA CARTA, O TRIBUNAL DIRÁ QUE EMPRESA ESTARÁ PROIBIDA DE DOAR. UM PROJETO DE LEI SERIA CONSIDERADO INCONSTITUCIONAL.
Tenho dúvidas se boa parte dos congressistas entendeu o que estava em votação. Não posso crer que parlamentares tenham aberto mão de uma prerrogativa para transferi-la ao Judiciário. Se e quando as doações de empresas forem proibidas - e se caminha para isso caso o Congresso não acorde a tempo -, o sistema político vai para a clandestinidade. Muito mais do que hoje.
A gritaria do PT
Foi, lamento a expressão, asqueroso ver o PT defender ontem com tanta energia o financiamento público de campanha, acusando o Parlamento de ficar de joelhos para as empresas. Nem parecia ser aquele o partido do mensalão. Nem parecia ser aquele o partido do petrolão. Nem parecia ser aquele o partido que arrecadou, em 2013, QUE NÃO ERA ANO ELEITORAL, NADA MENOS DE R$ 79 milhões. Insisto: não se disputou eleição nenhuma nesse ano. PMDB, PSDB e PSB, juntos, conseguiram R$ 46,5 milhões.
E, no entanto, estava lá o PT a gritar contra a constitucionalização das doações de empresas, afirmando que são elas que corrompem o poder político, como se os companheiros que estrelaram o petrolão e o mensalão fossem inocentes como as flores.
A decisão foi infeliz. Sim, é claro que o debate continua; que a reforma saída da Câmara ainda passará pelo Senado, onde pode ser modificada e que resta tempo para o Parlamento não se comportar como um guri que faz xixi na fralda e precisa do Supremo para socorrê-lo.
Só para pensar: o governo teve de cortar R$ 69,9 bilhões do Orçamento. Nenhuma área foi poupada, incluindo a social. Já imaginaram um governo propondo corte da verba destinada às eleições, hein? Ou será que elas mereceriam um percentual carimbado, imune a contingenciamento?
É bom Eduardo Cunha, presidente da Câmara, voltar à prancheta. Ele obteve, sim, uma vitória importante ao pôr para votar a reforma política. Mas foi derrotado duas vezes: no distritão e na forma do financiamento de campanha. A primeira derrota é boa para o país; a segunda pode ser catastrófica.

Fonte: "Blog Reinaldo Azevedo"

Sem expediente nas repartições públicas depois de feriado

O prefeito José Ronaldo de Carvalho decretou que. o expediente nas repartições públicas municipais na sexta-feira, 5 de junho, após o feriado de Corpus Christi (quinta-feira, 4 de junho), será cumprido por compensação, mediante acréscimo de uma hora na jornada normal de trabalho nos dias 27, 28 e 29 de maio e 1, 2 e 3 de junho, ressalvados os serviços públicos essenciais cuja prestação não admita interrupções.
O Decreto nº 9.600 foi publicado nesta quarta-feira, 27, no jornal "Folha do Estado".


Prefeitura de Florianópolis quer tirar Bíblia das escolas


Depois da polêmica da retirada de crucifixos em prédios públicos, um novo imbróglio religioso chegará às mãos da Justiça. 
É que a Prefeitura de Florianópolis decidiu entrar com ação contra a lei que obriga escolas a manterem exemplares da Bíblia em suas bibliotecas. 
A alegação é de que a lei fere o princípio de "Estado laico". O Estado laico é aquele que não tem um credo oficial, nem permite que a religião o conduza ou subjugue. O Estado laico é neutro, mas não é anti-religioso. Muito pelo contrário. 
Clique no vídeo e confira o comentário de Rachel Sheherazade.

"Clima tenso"

A presença do empreiteiro Ricardo Pessoa num depoimento ontem em Brasília como parte de sua delação premiada contribuiu para deixar o clima político tenso na Bahia, onde se espera que o construtor da UTC possa identificar muita gente que ajudou com recursos não contabilizados, isto é, sem prestação de contas à Justiça Eleitoral, como manda a lei. 
Fonte: Coluna "Raio Laser", na "Tribuna da Bahia", edição desta quarta-feira, 27

Vereador diz que Zé Neto "recebeu recursos de empresa investigada na Operação Lava Jato"

O vereador Isaías de Diogo (PPS) ocupou a tribuna da Câmara Municipal, na manhã de segunda-feira, 26, para informar que o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Zé Neto (PT), recebeu para sua campanha política recursos da UTC Participações, uma das empresas investigadas na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, por suspeitas de irregularidades na concessão do Aeroporto João Durval Carneiro.
Ele disse que o aeroporto de Feira de Santana, de acordo com publicação do jornal "Folha de S. Paulo", foi arrematado por um consórcio liderado pela UTC, "um negócio entre primos".
O contrato foi firmado em maio de 2013, entre a AFS (consórcio que incluiu a UTC e a empresa Sinart) e a Agerba, empresa reguladora do Governo da Bahia, dirigida, desde 2011, por Eduardo Harold Pessoa - primo do empreiteiro baiano, Ricardo Pessoa, dono da UTC, nomeado no governo Jaques Wagner.
"O líder do Governo, o deputado Zé Neto, que sempre defendeu o 'puxadinho', na prestação de contas dele tem lá que ele recebeu recursos de doação da UTC", disse o vereador.
Segundo Isaías, também foram beneficiados com doações da UTC o ex-governador Jaques Wagner, que recebeu "R$ 2,4 milhões para a sua campanha de reeleição", e o governador Rui Costa, que foi contemplado com "R$ 2,9 milhões".

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

Aniversário de Jorge Magalhães

Nesta quarta-feira, 27, dia de aniversário do jornalista - jornalista mesmo - Jorge Magalhães (Foto: Facebook), diretor do Departamento de Publicidade da Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura de Feira de Santana.
A comemoração em família ao lado da esposa Selma e dos filhos Clara Morena e Mahatma.

Charge de Sponholz

terça-feira, 26 de maio de 2015

Creme Mel lança edição especial de sorvetes para o Dia dos Namorados

A Creme Mel lança uma novidade para adoçar o mês mais romântico do ano. A empresa goiana apresenta a edição especial de namorados dos sabores Napolitano e Sonho de Bombom, sorvetes campeões de venda e que estão presentes na história de amor de muitos casais. Com uma proposta mais delicada, as embalagens têm detalhes com corações e laços, que dão o ar do romantismo aos produtos. 
A edição especial chega ao mercado nesta semana.  Fundada em 1987 pelo empresário Antônio Santos, a Creme Mel está entre as mais importantes indústrias de sorvete do Brasil. Hoje, estão disponíveis no mercado brasileiro 40 sabores de sorvetes e 29 de picolés. A marca está presente em nove estados e DF.
(Com informações de Doris Costa e Leydiane Alves, de Bastidores Comunicação)



Trailer de "Terremoto: A Falha de San Andreas"


Assista

Trailer dublado de "Terremoto: A Falha de San Andreas", que tem lançamento nacional nesta quinta-feira, 28, no Orient Cinemas Boulevard.

Filme catástrofe na tela


"Terremoto: A Falha de San Andreas" (San Andreas), de Brad Peyton, em lançamento mundial, é a novidade nesta quinta-feira, 28, no Orient Cinemas Boulevard. 
Filme catástrofe, tem a Califórnia como cenário, como em "Terremoto" (Earthquake), de Mark Robson, 1974, com Charlton Heston e Ava Gardner encabeçando o elenco.
Neste novo filme, Dwayne Johnson, Alexandra Daddario (Foto: Divulgação), Kylie Minogue, Carla Gugino e Will Yun Lee, encabeçam o elenco.
No filme, depois que a falha de San Andreas cede, provocando um terremoto de magnitude 9 na Califórnia, Ray, um piloto de helicóptero de resgate, e sua ex-esposa precisam percorrer todo o estado na esperança de resgatar sua filha. Mas a jornada traiçoeira rumo ao norte é apenas o começo e quando eles acham que o pior já tinha passado está apenas começando.
Continua em segunda semana o filme de terror "Poltergeist: O Fenômeno", de Gil Kenan, sequência de franquia iniciada em 1982 com "Poltergeist" (Poltergeist), de Tobe Hooper, com produção de Steven Spielberg.
Também continua, em terceira semana, o filme de ação desenfreada e ficção-científica, "Mad Max: A Estrada da Fúria".
Em sexta semana, "Vingadores: Era de Ultron", sequência que reúne os super-heróis da Marvel: Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro.

Charge de Sponholz

Diário Oficial do Município

Através do Decreto nº 9.598 de 25 de maio de 2015, a regulamentação da Lei nº 3.520, de 26 de março de 2015, que criou o Diário Oficial Eletrônico do Município de Feira de Santana.
Assim, o Diário Oficial Eletrônico passa a representar a imprensa oficial de publicação e divulgação dos atos oficiais do Poder Executivo Municipal e do Poder Legislativo Municipal. As publicações serão iniciadas a partir de 1º de junho de 2015.
O Diário oficial Eletrônico será veiculado na rede mundial de computadores (Internet), sob endereço exclusivo http/www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br sem quaisquer custos para o cidadão, e poderá ser acessado gratuitamente por qualquer interessado, independentemente de cadastramento.
A publicação no Diário oficial Eletrônico atenderá aos seguintes requisitos: eficácia, autenticidade, integridade, moralidade, validade jurídica e obrigação com a transparência. O conteúdo das publicações será assinado digitalmente, com base em certificado emitido por autoridade certificadora credenciada.
O decreto saiu publicado na edição desta terça-feira, 26, do jornal "Folha do Estado".

Treze anos da morte de Egberto Costa

Egberto Costa, quando secretário de Comunicação Social, em 2002 (Foto: ACM)

Em 26 de maio de 2002, há treze anos, o jornalista e professor Egberto Tavares Costa foi vítima de um desaparecimento brutal, de um crime cruel. Então, Feira de Santana perdeu uma figura ética e humana, que merece sem lembrada.
Está na memória de todos, o homem democrata, íntegro, organizado, sensível, tolerante e trabalhador que ele era. Como jornalista tinha uma escrita firme e decidida, tendo desempenhado relevante papel nos meios de comunicação social locais. Quando morreu, era secretário de Comunicação Social do primeiro governo do prefeito José Ronaldo de Carvalho - desde 1º de janeiro de 2001.
Egberto nasceu em Tanquinho, em 1945 – se estivesse vivo completaria 70 anos. Filho de Manoel Ribeiro Costa (falecido) e Bernadete Tavares Costa. Formado em Licenciatura em Estudos Sociais, pela então Faculdade Estadual de Educação de Feira de Santana, precursora da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Como professor, ele ministrou aulas de Estudos Sociais, Geografia e História no Colégio Estadual e no Colégio Estadual Agostinho Fróes da Motta.
Na atividade de jornalista, ele foi fundador, superintendente e editor do "Feira Hoje", tendo trabalhado como repórter no "Diário de Notícias", redator do jornal "Situação", correspondente dos jornais "IC Shopping News" e "Tribuna da Bahia", editor da revista "Panorama da Bahia" e da "Gazeta Feirense", também das publicações "Rodentada", "Endogastro Científico", "Carta Mensal do Governador" e "Folha Cultural".
No rádio, foi noticiarista da Cultura AM e Antares FM, emissora onde manteve por vários anos o programa de opinião "Um Minuto Com Egberto Costa". Egberto Costa foi também foi chefe da Assessoria de Comunicação (Ascom), assessor de imprensa do Clube de Campo Cajueiro, Colégio Leonar do da Vinci e Estação da Música. Também foi assessor de José Ronaldo, quando deputado estadual.
Editou os livros "50 Anos de Rotary Clube de Feira de Santana", em 1991, "Memória Fotográfica de Feira de Santana", da Fundação Cultural de Feira de Santana, em 1994, e "Caminhando e Servindo", em 2001. Era sócio do Rotary Clube de Feira de Santana, tendo exercido sua presidência no ano rotário 1983-1984.
Na juventude fez teatro amador e manteve coluna em jornais sobre as artes cênicas. Fundou o Banco de Olhos de Feira de Santana e a Fundação Comendador Jonathas Telles de Carvalho. Foi componente do Conselho Permanente dos Jogos Abertos do Interior, diretor do Clube de Campo Cajueiro, diretor executivo da Associação Feirense de Assistência Social (Afas).
Homenagens póstumas foram prestadas em memória de Egberto. O então prefeito José Ronaldo decretou praça no conjunto Wilson Falcão e biblioteca no Ginásio Municipal Joselito Amorim com seu nome, enquanto o vereador Antônio Carlos Coelho na época presidente da Câmara batizou as instalações da Assessoria de Comunicação (Ascom) de Sala Jornalista Egberto Costa. Mas, a mais significativa homenagem póstuma é a nominação da Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa, também dada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho.