*

*

sábado, 31 de março de 2012

O "lixão" da Prefeitura estava irregular e a "interdição" do aterro da Sustentare deixa de existir por força de lei

Por Dimas Oliveira

Todos fomos surpreendidos com a notícia veiculada no BA-TV 2ª Edição, na noite de sexta-feira, 30, quando a apresentadora Lete Simões anunciava que o aterro sanitário da Sustentare não estava mais interditado e, ainda, que o LIXÃO da Prefeitura de Feira de Santana era irregular, segundo informação da Secretaria de Estado do Meio Ambinete. Como assim? Segundo fontes ouvidas, tudo se deu pela seguinte razão: o que diz o parágrafo terceiro do art. 17 da Lei Complementar 140 de 8 de dezembro de 2011 (LC 140/2011) sancionada por Sua Excelência, presidente da República Dilma Rousseff: Art. 17. Compete ao órgão responsável pelo licenciamento ou autorização, conforme o caso, de um empreendimento ou atividade, lavrar auto de infração ambiental e instaurar processo administrativo para a apuração de infrações à legislação ambiental cometidas pelo empreendimento ou atividade licenciada ou autorizada. § 1º - Qualquer pessoa legalmente identificada, ao constatar infração ambiental decorrente de empreendimento ou atividade utilizadores de recursos ambientais, efetiva ou potencialmente poluidores, pode dirigir representação ao órgão a que se refere o caput, para efeito do exercício de seu poder de polícia. § 2º - Nos casos de iminência ou ocorrência de degradação da qualidade ambiental, o ente federativo que tiver conhecimento do fato deverá determinar medidas para evitá-la, fazer cessá-la ou mitigá-la, comunicando imediatamente ao órgão competente para as providências cabíveis. 3º - O disposto no caput deste artigo não impede o exercício pelos entes federativos da atribuição comum de fiscalização da conformidade de empreendimentos e atividades efetiva ou potencialmente poluidores ou utilizadores de recursos naturais com a legislação ambiental em vigor, prevalecendo o auto de infração ambiental lavrado por órgão que detenha a atribuição de licenciamento ou autorização a que se refere o caput. Assim, em razão do § 3º acima transcrito, a "interdição" do aterro sanitário que vinha servindo de local para depósito dos resíduos sólidos e do lixo hospitalar de Feira de Santana, não mais prevalece, uma vez que a empresa que é proprietária do aterro sanitário - não do lixão reaberto ilicitamente pela Prefeitura - recebeu nas últimas horas um auto de infração da Secretária de Estado do Meio Ambiente, onde constam algumas situações que devem ser corrigidas, mas que não impedem seu funcionamento, como deixa claro a secretaria estadual. Até aqui tudo muito claro e decorrente de lei. O que não ficou claro - como tudo que faz a atual administração do prefeito Tarcízio Pimenta e quem a ela, administração, adere, foi o que afirmou o atual secretário de Serviços Públicos, Alexandre Monteiro, quando a TV Subaé, veículo de comunicação afiliada local da Rede Globo, ao exibir na noite de sexta-feira, em seu telejornal BA-TV 2ª Edição, reproduziu: "que o lixo deixou de ser levado para o aterro da Sustentare por que a empresa se recusou a recebê-lo". Ora, a questão é que vinha sendo repetido pelo Governo Municipal - atrapalhado governo - que a reabertura do lixão municipal se deu por conta da "interdição" realizada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente que teria constatado "problemas" no aterro da Sustentare? Mas pelo que foi dito pelo secretário de Serviços Públicos, Alexandre Monteiro, à TV Subaé, o Município vinha faltando com a verdade a todo tempo – o que, aliás não é novidade. Mas com a gravidade de que mentiu perante o Ministério Público quando ali alegou que o motivo do uso do LIXÃO era a "interdição" municipal, mas à TV falou que era a RECUSA DA SUSTENTARE! De duas uma: ou o secretário escondeu da população a real motivação de reabertura do lixão municipal, que é tida como delito por ter violado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado pelo Ministério Público e o Município há quase uma década ou, como vinha afirmando representantes da Sustentare, a "interdição" da Secretaria Municipal do Meio Ambiente foi, de fato, mera vingança do Município ao "NÃO" dado pela empresa ao depósito de resíduos por conta do "calote" que experimenta desde que deixou de pagar pelo serviços de depósito de lixo a Prefeitura Municipal. E foi o Município de Feira de Santana, através de seu secretário de Serviços Públicos quem declarou à televisão que a empresa disse "NÃO" ao Município, única razão de deixar a Prefeitura de coletar por mais de quinze dias o LIXO HOSPITALAR em unidade de saúde municipal, o que demonstra o zelo e a preocupação do atual prefeito e sua equipe com a saúde do povo desta cidade. Outrossim, deve ser reconhecida a postura ética e apolítica da Secretaria de Estado do Meio Ambiente - registre-se - que não "engoliu" a tal "interdição" do aterro da Sustentare na forma que vinha propagando o Município - o que aliás não servia para coisa alguma porque ilegal, arbitrária e inverídica - como ficou comprovado agora pela declaração do secretário Alexandre Monteiro, de Serviços Públicos, não podendo admitir que os resíduos da segunda maior cidade do Estado fosse jogado à céu aberto, no LIXÃO. Diferentemente do que faz o Município, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente aplicou o que diz a lei complementar 140/2011, art. 17, § 3º, ou melhor, não se recusou em cumpri-la, o que demonstra ainda - e que deve ser bem anotado - que o Governo do Estado não vai chancelar desvios praticados por prefeito "aliado", por mera filiação a partido "amigo", o que revela novos "ares"... Com a palavra a Sustentare e o Ministério Público sobre esse novo "MENTIRÃO" DE LIMPEZA PÚBLICA, que há muito o Blog Demais tem denunciado e que agora o secretário de Serviços Públicos confessou a população via TV Subaé. Dúvidas, peçam para rever a fita, está tudo gravado.
* O jornalista Dimas Oliveira é responsável pelo Blog Demais

"Bodega do Leegoza" vê descalabro no lixo

Na "Bodega do Leegoza", na "Tribuna Feirense", César Oliveira colocou a nota "Descalabro", na edição de sexta-feira, 30:

A situação do lixo é insustentável. Ninguém acredita em mais nada. Não se sabe quem deve, quando se paga, se a balança é confiável, quem vigia a balança, qual o preço verdadeiro do quilo, quem superfaturou, quem foi multado, quem tem razão judicial. Não se sabe se o aterro presta ou não presta, se está ilegal ou não, quais as semelhanças entre empresa antiga e a nova. A sociedade não confia em nenhuma das informações prestadas. Enfim, ao que parece, a única coisa que se pode concluir é que no lixo de Feira tem muita sujeira.

E a alardeada Saúde Digital?

A edição do semanário "Tribuna Feirense", lançada na sexta-feira, 30, dá como manchete principal "A nova fila da Saúde" para a matéria "Feirenses dormem na rua pelo Cartão SUS", na página 3, assinada pela jornalista Valma Silva. A chamada diz: "Obrigados a obter com urgência o Cartão SUS para executar procedimentos médicos, usuários da saúde pública em Feira de Santana estão passando a noite na porta da Secretaria de Saúde na avenida João Durval. O documento, um reles pedaço de papel, constrasta com a alardeada Saúde Digital implantada pela Prefeitura. Mesmo com muitos locais confeccionando o documento, a demanda vem sendo maior que a capacidade de atendimento do município."

Mais uma trapalhada da Secretaria de Comunicação

A Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo do prefeito Tarcízio Pimenta vai aumentando sua série de trapalhadas. Na re-inauguração do Centro de Referência do bairro Santo Antônio dos Prazeres foi informado em matéria colocada no site da Prefeitura de Feira de Santana que "o Cras também passa a oferecer as ações do Projovem Urbano, visando atender jovens que estejam afastados da escola e ainda não concluíram o ensino fundamental".
Fonte: http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticia.asp?id=11451Nas fotos da galeria da própria Secom é observado o nome do Projovem Adolescente na parede.
Quais as diferenças entre o Projovem Urbano e o Adolescente? O Blog Demais informa:
ProJovem Urbano
Destinado a jovens de 18 a 29 anos e que saibam ler e escrever. O ProJovem Urbano é uma reformulação do atual ProJovem, criado em 2005, e tem como objetivo elevar o grau de escolaridade visando a conclusão do ensino fundamental, qualificação profissional e o desenvolvimento de ações comunitárias e exercício da cidadania. O ProJovem Urbano será
implantado, no primeiro momento, em todas as cidades com população igual ou superior a 200 mil habitantes e terá duração de 18 meses. O jovem que cumprir 75% de freqüência às aulas e entregar 75% dos trabalho escolares receberá um auxílio mensal de R$ 100,00. O programa será estendido às unidades prisionais ou de internação de adolescentes em conflito com a lei.
ProJovem Adolescente
Destina-se aos jovens de 15 a 17 anos em situação de risco social, independentemente da renda familiar, ou que sejam pertencentes a famílias beneficiárias do programa Bolsa Família. O ProJovem Adolescente é uma reformulação do Agente Jovem, terá duração de 24 meses, e poderá ser implantado em mais de quatro mil municípios. O programa vai oferecer proteção social básica e assistência às famílias, além de contribuir para a elevação da escolaridade, redução dos índices de violência, de uso de drogas, de doenças sexualmente transmissíveis e de gravidez na adolescência.
Lembrar que existem ainda o ProJovem Campo e o ProJovem Trabalhador.
Mais informações no link:
http://www.projovem.gov.br/site/interna.php?p=material&tipo=Noticias&cod=94

"Bloqueia ele também em outubro!"

No Facebook, Israel Terra Nova replicou o Blog Demais com a postagem "Devolver mais de R$ 2 milhões é avançar? - Prefeito Tarcízio Pimenta não quer assumir ônus da devolução de mais de R$ 2 milhões ao Ministério da Educação e quer que o secretário da Educação José Raimundo de Azevêdo conte que tudo está bem. Nas proximidades da Semana Santa quer crucificar o secretário".
São vários os compartilhamentos:
Israel Terra Nova: Querendo aumentar passagens, lixão de mal a pior, dez ônibus escolares parados todos ZERADOS e por falta de competência ainda devolve mais de R$ 2.000,000,00 ao Governo Federal, isso é uma vergonha!
Jaqueline Monteiro: PIOR TÁ NA ÁREA DE SAÚDE, MEU AMIGO.... JA FAZ UM MÊS QUE TÁ SEM MEDICAÇÃO NOS CAPS... PREFEITO, PEDE PRA SAIR...
Sergio Sena Evangelista: Caps sem medicamento, isso porque ele "é médico"! Imagine se não fosse.
Israel Terra Nova: Quem sabe de mais coisa que está faltando no governo poste aqui!
Débora Almeida: Aff... não vejo a hora de Feira de Santana votar certo e nos livrar dessa BOMBA!
Adenilza Silva: Além de um bom prefeito também bons vereadores...
Analberga Pereira Barros: ‎2 milhões? Só?
Kaká Leite Falcão Fontoura: Vergonha de Feira de Santana!!! Esse bicho feio!!!
Gerson Almeida: Devolver R$2 mi em ano de eleição? Mudo meu nome se esse dinheiro chegar em Brasília...
Gerson Almeida: Bom, o que não está faltando são os semáforos superfaturados...
Deyse da Silva Santos: Sem contar na multa que levei por dar passagem pra SAMU, e mesmo recorrendo eles não acataram. Ele está roubando de tudo quanto é lado, deixe estar que outubro vai chegar!
Kaká Leite Falcão Fontoura: ‎"Tempo, tempo, tempo, tempo..." Ainda bem que passa!
Israel Terra Nova: Eu acabei de receber uma notícia de uma estudante dizendo que Tarcízio Pimenta disse que só abaixa as tarifas do ônibus se ganhar a política, é verdade? Essa eu não acredito!
Gerson Almeida: Qual foi o prefeito, em alguma cidade do Brasil, que já reduziu o valor do transporte público? Seria possível até o congelamento, mas a redução, duvido muito - aliás, se ele prometesse até mesmo o congelamento dos valores, eu não acreditaria!
Gerson Almeida: Eu acredito tanto em Tarcízio Pimenta que, se ele falasse que não tem chance nenhuma de ganhar essas eleições, eu ficaria com medo de ele se reeleger...
Israel Terra Nova: Rsrs. É, esse rapaz perdeu realmente a palavra diante dos feirenses! Você acha o que disso meu amigo Dimas Oliveira?
Luciana Carvalho: São tantas emoções que vem desse prefeito.
Israel Terra Nova: Minha amiga Dyanna Carvalho que não tem problemas com essas coisas né amiga?
Dyanna Carvalho: Vindo desse incompetente nada mais me espanta. O que esperar de um prefeito que quando a população começa a reivindicar seus direitos ele excluí. Ou bloqueia? Nada. aliás ele nunca me enganou.... fora Tarcízio Pimenta...
Dyanna Carvalho: Israel Terra Nova, ele me bloqueou... tu acredita nisso? Mas eu não calarei minha voz.
Israel Terra Nova: Kkkkkkkkkkkkk... bloqueia ele também em outubro!
Israel Terra Nova: Ele nem cumpriu o que ele disse que iria cumprir pra mim e alám do mais me excluiu para que eu não continuasse as minhas reivindicações! Vindo dele minha querida não me impressiona!
Júnior Souza: Em outubro ele vai ter uma surpresa se é que posso chamar de surpresa. Acho que ele já sabe!!

Feira de Santana tem 12º e 35º Rotary Clubs do Brasil

Entre os 100 maiores Rotary Clubs do Brasil constam quatro do Distrito 4390 de Rotary International, que engloba o Norte da Bahia, Alagoas e Sergipe.
12º - RC Feira de Santana - 73 associados
33º - RC Aracaju-Norte - 63 associados
35º - RC Feira-Leste - 63 associados
99º - RC Aracaju - 47 associados
As informações são do ex-governador 2010-2911 Hugo Dórea, integrante da Regional Nordeste da Associação Brasileira do The Rotary Foundation (ABTRF).

Nota de posicionamento da Juventude Democratas

A Juventude Democratas lamenta profundamente a decepção que as denúncias e gravações divulgadas pela mídia impõem neste momento aos jovens que militam pelo partido e a toda a sociedade brasileira.
Até então víamos na figura do senador Demóstenes Torres a possibilidade de compartilhar e reverberar os mais fortes sentimentos de indignação com as práticas errôneas no exercício da política, tão comum hoje e chamada banalmente pelo Governo vigente de malfeitos.
Queremos, assim como todos os eleitores do Democratas, que o senador Demóstenes Torres dê rapidamente as devidas explicações ao povo brasileiro sobre as denúncias e gravações divulgadas. Esperamos um pronunciamento claro e não declarações insipientes.
Como juventude partidária, não aceitamos arcar com o ônus de comportamentos individuais, equivocados que não representam a postura esperada de qualquer representante do Democratas no Congresso Nacional. Por isso, exigimos do partido que aja de forma rápida e exemplar.
Da mesma forma que exigimos do nosso partido e dirigentes posturas e ações em prol da moralidade, cobramos do STF, o julgamento do maior processo de corrupção no Brasil, o Mensalão do PT, que periga prescrever.
O Democratas e a sua militância se mantém firmes em sua unidade e na luta em defesa do exercício da atividade pública de forma ética, verdadeira, competente, inovadora e transparente.
Juventude Democratas Nacional

Paulo Aquino patrono e José Ronaldo paraninfo

O vice-prefeito Paulo Aquino é patrono e o ex-prefeito José Ronaldo (Foto: Silvio Tito) é paraninfo da turma de formandos em Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos 2011.2 da Universidade Anhanguera-Uniderp, pólo de Feira de Santana, na noite deste sábado, 31. A celebração eucarística está marcada para às 18 horas e a colação de grau às 20 horas, ambas no Auditório da Secretaria de Saúde.

Prefeito ausente

Na sexta-feira, 30, o governo do prefeito Tarcízio Pimenta inaugurou uma mini-fábrica de doces e sequilhos no povoado de Olhos d'Água das Moças, na Matinha, unidade que integra as ações do Programa Associados de Geração de Renda (Pager), executado pelo Departamento do Trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Social. Causou supresa e espanto a ausência do alcaide na entrega. Quem representou Tarcízio não foi a secretária da pasta afim, Gerusa Sampaio, mas o secretário Ozeny Moraes, da Agricultura, mantendo a prática de trapalhada da atual gestão.

Calendário eleitoral: datas importantes no mês de abril

2012 é ano de eleições municipais no Brasil. Os mais de 136 milhões de eleitores devem ir às urnas, no dia 7 de outubro - em primeiro turno -, para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos mais de 5,5 mil municípios do país. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já aprovou o Calendário Eleitoral que vai nortear o pleito.
Em abril, a partir do dia 7, todos os programas de computador utilizados nas urnas eletrônicas para os processos de votação, apuração e totalização, poderão ter suas fases de especificação e de desenvolvimento acompanhadas por técnicos indicados pelos partidos políticos, pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelo Ministério Público.
O dia 10 de abril marca o início do prazo a partir do qual fica vedado aos agentes públicos fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição.
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral

Aliados orquestram "fogo amigo"

O prefeito Tarcízio Pimenta (PDT) disse ao âncora Jorge Bianchi, no programa "De Olho na Cidade", na Rádio Sociedade, que vê "caráter político" nas manifestações realizadas contra o seu governo, na quarta-feira, 29. Foram três protestos em frente ao Paço Municipal Maria Quitéria, realizados por sem-teto, professores municipais e estudantes, todos liderados por partidos de esquerda, da base do governo estadual, que como o PDT do prefeito é aliado do governador petista. "São arrumadas, orquestradas", disse Tarcízio, completando o "fogo amigo" que “alguns instrumentalizam, ficam no anonimato, articulando em suas casas e escritórios, tentando tumultuar a cidade".

"Mas a turma lá de traz..."

Dilson Barbosa comenta
O governador Jaques Wagner, depois que concedeu entrevista ao repórter Luiz Santos dos programas Bom Dia Feira (Princesa FM) e Linha Direta (Radio Sociedade de Feira), dizendo que: "Quem estiver melhor nas pesquisas, será o candidato do governo", deve ter sofrido uma pressão muito grande dos seus correligionários feirenses, principalmente do deputado Zé Neto.
Tanto que o governador deu nova entrevista, desta vez ao radialista Dilton Coutinho, retificando o que disse a Luiz a ratificando posições anteriores onde afirmara que seu candidato é Zé Neto. Wagner disse que ele foi mal interpretado. Na verdade, se houve má interpretação foi do próprio governador que falou limpo e claro sobre o assunto.
O governador escorregou, quase caiu. Mas a turma lá de traz...
Fonte: www.dilsonbarbosa.com.br

Mais baratos e sem complicações

Queda no preço dos móveis enche os olhos dos consumidores. Mas os profissionais do segmento de arquitetura e decoração orientam que é preciso estar atento para que o barato não saia caro
1. As profissionais da AK Interiores orientam os consumidores a terem cuidado com diversos detalhes que, se não observados, podem comprometer a segurança do projeto: dobradiças, parafusos, cantos, estrados e acabamentos em geral (Foto: Henrique Falci)
2. As designers de interiores da VS Design explicam que a orientação de um profissional pode ajudar o cliente a escolher os móveis ideais e a se atentarem a detalhes como: escolher a cortina perfeita para evitar a incidência do sol sobre os móveis (Foto: Alexandre Lima)
Uma boa notícia foi anunciada esta semana: devido à redução estabelecida pelo governo da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o preço dos móveis terá uma queda que poderá variar de 5 a 8%. A novidade certamente irá incentivar aqueles que desejam adquirir móveis para a sua casa a aproveitarem o bom momento. Mas, atenção, antes de sair correndo para a primeira loja, é preciso levar em conta alguns cuidados.
O primeiro deles é avaliar uma série de quesitos evitando uma compra impulsiva de um objeto que não se adapte à sua realidade. "É importante observar a qualidade do móvel, sua estrutura, os materiais utilizados e os acabamentos. Depois é fundamental pensar se ele tem o tamanho adequado ao espaço e se servirá bem para a função desejada", analisam as designers de interiores Ana Karina Chaves e Klazina Norden, da AK Interiores. Por isso, muitas vezes, a contratação de um profissional especializado para orientá-lo na compra faz toda a diferença. "Quando se desenvolve um projeto, o espaço é estudado para que os móveis ocupem dimensões adequadas e atendam às necessidades dos clientes. Diversos aspectos devem ser levados em conta, como a ergonomia, a funcionalidade e a durabilidade. Detalhes como a cortina ideal para que o móvel não queime com a luz solar que todo dia atinge o mesmo ponto do ambiente são fatores levados em conta. Observamos também as cores ideais para aumentar o local, dando a sensação de amplitude e bem estar, a iluminação focada para uma área de trabalho específica ou para um quarto de bebê, que não pode possuir uma luz diretamente voltada para a criança", enumeram as designers de interiores Fabiana Visacro e Laura Santos, da VS Design.
Além de observar a estética, a durabilidade e a adequação dos móveis, os profissionais também chamam a atenção para a questão da segurança. "Se uma mesa é 10cm maior que o espaço reservado para ela, pode gerar o risco de a pessoa esbarrar nela toda vez que estiver circulando pelo local", exemplificam as profissionais da VS Design. As designers da AK Interiores completam: "É importante verificar detalhes como dobradiças, parafusos, cantos, estrados e acabamentos em geral da peça para que não haja acidentes no dia a dia. Além disso, uma cadeira ou sofá mal escolhidos, por exemplo, podem gerar danos sérios à coluna".
Outro fator a ser levado em conta na hora de adquirir um móvel é o comprometimento e a qualidade dos fornecedores. "Sempre procure um fornecedor indicado por um profissional da área, pois eles lidam com estes serviços no dia a dia e sabem as empresas certas, que cumprem o prazo e que são de confiança. Outra dica é nunca adquirir produtos só porque estão em promoção, pois como diz o ditado popular 'às vezes o barato pode sair caro'", ponderam Fabiana Visacro e Laura Santos.
Já para os que não resistem à tentação de uma compra pela internet, Ana Karina Chaves e Klazina Norden avisam: "Quando a pessoa já conhece o móvel e o fornecedor - exemplo: uma poltrona Barcelona de uma loja conceituada - não vemos problema na compra virtual. Mas se não há este conhecimento prévio, o ideal é a compra nas lojas físicas, pois dá a oportunidade de experimentar o conforto e analisar melhor os materiais e acabamentos do móvel". Além disso, é importante lembrar que, muitas vezes, uma foto exibida na Internet pode não condizer com a realidade e o transporte ainda pode danificar o produto. Se cercando de todos esses cuidados, a queda do preço dos móveis poderá ser aproveitada da melhor forma possível.
(Com informações de Ana Paula Horta e Fernanda Pinho, da Mão Dupla Comunicação)

Convite

Enviado por Carlos Carvalho

Missa pelo aniversário de José Neto

Em comemoração ao aniversário do deputado estadual José Neto (PT), líder do governo e candidato a prefeito de Feira de Santana, será realizada uma missa em ação de graças neste sábado, 31, às 9 horas, na Paróquia Santíssima Trindade, rua A, 76 D, Feira X, ao lado Colégio Estadual Helena Assis, em Feira de Santana.
"Aos que desejam parabenizá-lo, sejam todos bem-vindos!", diz Fabiana Andrade, da Assessoria de Comunicação.

Recordes de rejeição

O prefeito de Feira de Santana Tarcízio Pimenta (PDT) como os prefeitos de João Pessoa Luciano Agra (PSB), e de Natal Micarla Sousa (PV) estão enfrentando obstáculos em seus partidos para disputar as próprias reeleições. Todos os três batem recordes de rejeição dos eleitores.

"Queremos atos e não só palavras"

Deu em Claudio Humberto
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, criticou o atraso nas obras preparatórias para a Copa do Mundo de 2014. Ele chamou a atenção do Brasil para que agilize as construções de estádios, aeroportos e infraestrutura no Mundial. "Convidamos o Brasil a continuar o desenvolvimento do que eles começaram [Copa]. Pelo menos votaram a lei no Congresso. A bola está no campo deles agora para jogar. Queremos atos e não mais só palavras", afirmou.

Posto de saúde cheio de lixo no centro

Moradores do Conjunto Viveiros reclamaram em reportagem na TV Subaé exibida na sexta-feira, 30, que a coleta de lixo hospitalar não é feita no Posto de Saúde do bairro há pelo menos 15 dias. O Blog Demais mostra a situação em que se encontra o Posto de Saúde do CSE próximo ao Feira Tênis Clube, no centro da cidade, que também passa por situação parecida ou pior. A incompetência do governo do prefeito Tarcízio Pimenta faz Feira avançar para a retaguarda e a gente vê!

sexta-feira, 30 de março de 2012

"Demóstenes e José Dirceu: dois casos emblemáticos da República."

"Ou: Como reagem os moralmente doentes e os moralmente saudáveis diante do caso"
Por Reinaldo Azevedo
Peço que vocês leiam com muita atenção este texto

Já escrevi vários posts sobre a situação do senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Publiquei, aliás, a primeira entrevista com ele tão logo veio a público reportagem da VEJA - e foi a VEJA a primeira a tratar do assunto em letra impressa - sobre o caso. Sabia-se bem menos do que hoje a respeito. Algumas das perguntas feitas então:
- O senhor é um dos mais severos críticos dos desmandos do petismo. Não pega mal para alguém com esse perfil ser flagrado conversando com Carlinhos Cachoeira?
- O senhor já foi secretário de Segurança de Goiás, entre 1999 e 2002. Não é impróprio alguém nessa posição ter amizade com um contraventor?
- Mas que tanto o senhor tinha para falar com Cachoeira?
Alguns vagabundos, que hoje são empregados do quadrilheiro-chefe da República, tentaram ligar meu nome às acusações contra Demóstenes. Ele seria "a fonte" e o "interlocutor" de Reinaldo Azevedo, como se falar com políticos não fosse uma obrigação do jornalista - e olhem que até falo pouco… O que é impróprio para jornalista é ser cúmplice de criminosos. Aliás, jornalistas falam com políticos e com o resto da humanidade - inclusive com aquela parte que chamo "imprópria para consumo… humano". Boa parte das falcatruas que são reveladas, o que serve para proteger os cofres públicos, nasce da denúncia de pessoas envolvidas em esquemas que têm interesses contrariados. Conversar com uma fonte não é se comprometer com ela. Esse caso está ainda no começo. Eu posso lhes assegurar que os decentes da imprensa rirão por último. Mas, até lá, cumpre fazer algumas observações importantes.
As perguntas que lhe fiz, reproduzidas acima, nada tinham de "levantada de bola". Ele só está numa situação muito difícil porque não tem boas respostas pra elas e porque o que vazou até agora indica que elas são pouco satisfatórias. Sim, eu lamento profundamente a desgraça política de Demóstenes porque, em si, independentemente do mérito (e falarei, sim, do mérito), o fato é ruim para o Brasil. Qualquer democracia do mundo precisa de uma oposição atuante. É a sua existência que demonstra, como lembro sempre, que o regime é democrático. Governos existem também nas ditaduras, mas só os regimes que asseguram as liberdades públicas e individuais contam com oposições organizadas e legais.
Lamento a situação de Demóstenes - e não sou o único - POR AQUILO QUE SE CONHECIA DE SUA ATUAÇÃO, não por aquilo que não se conhecia. A essa altura, ele próprio deve saber que dificilmente conseguirá se recuperar politicamente. Em certa medida, nem o ex-governador José Roberto Arruda, do DF, caiu de tão alto. Havia um halo de desconfiança que cercava Arruda em razão dos episódios ligados à quebra de sigilo do painel eletrônico do Senado. Mais: a política no Distrito Federal tem algumas características próprias que a tornam especialmente perversa mesmo para os padrões da lambança geral. Demóstenes estava em outro patamar e certamente sabe disso.
Os moralmente saudáveis e os doentes
Há uma reação de justa indignação dos moralmente saudáveis com a derrocada de Demóstenes. Não eram poucos os que acreditavam na sua pregação e que, atenção!, ainda acreditam naqueles valores que ele anunciava. E fazem muito bem! Eram e são bons valores. Se ele próprio, como apontam os indícios, não levava o que dizia na ponta do lápis, isso não depõe contra aqueles fundamentos, não! Eles continuam corretos.
Essas são pessoas de bem! Ninguém, até agora, me enviou comentários afirmando que isso tudo é só uma tramoia do PT; que Demóstenes foi obrigado a fazer essas coisas para sobreviver politicamente; que ele age como agem todos; que há também petistas - e os há!!! - na lista de políticos amigos de Cachoeira. Aliás, nota à margem: existe um vídeo em que o contraventor promete dinheiro a um deputado do… PT!!!
Não! Os antigos admiradores de Demóstenes não recorreram a essas estratégias. Isso é desculpa de petista! Isso é desculpa de petralha! Isso é desculpa do JEG (Jornalismo da Esgotosfera Governista)! Isso é desculpa de quem dá trela para José Dirceu! Os ex-admiradores de Demóstenes estão sinceramente decepcionados e não se mostram dispostos a perdoá-lo, AINDA QUE ELE TENHA SIDO ALVO DE UMA ILEGALIDADE CONTINUADA, ao contrário do que diz o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (já chego lá). Ocorre que essa ilegalidade não muda a natureza e o conteúdo dos diálogos.
O senador é um homem inteligente. Sabe que aqueles que o elegeram e que o admiravam não o perdoarão politicamente. E é por isso que, segundo leio, teria comentado com pessoas de seu círculo que está politicamente liquidado. Salvo um evento formidável, vindo de outra esfera, não creio que consiga se sair bem desse inferno.
Essa é a reação das pessoas saudáveis. Mais: elas querem que Demóstenes, confirmadas as ligações com Cachoeira, pague pelo que fez. Não há votos em favor da impunidade, não! Os que o admiravam são muito diferentes dos, como é mesmo, "amigos de José Dirceu". Estes querem impunidade mesmo! Estes acham que o Zé só estava comandando a "revolução petista" por outros meios; estes acham que o Zé só estava agindo como agem todos, mas em favor do "lado certo", o PT.
O SENADOR DEMÓSTENES TORRES SABE QUE, HOJE, O SEU PIOR INIMIGO É A SUA PRÓPRIA ATUAÇÃO NO SENADO, A PARTE CONHECIDA, QUE ERA EXCELENTE! E SEU SEGUNDO PIOR INIMIGO SÃO EXATAMENTE AS PESSOAS QUE O ADMIRAVAM EM RAZÃO DESSES VALORES. No caso de Dirceu é diferente: os valores dos seus admiradores o protegem porque iguais aos seus. Trazida à luz a relação de Demóstenes com Cachoeira, ele caiu em desgraça. Pego com a boca na botija, o Zé virou herói.
Acho que a carreira de Demóstenes está acabada. Já o Zé, como a gente viu, fez fama e fortuna. Não estivesse com os direitos políticos suspensos, haveria petistas bastantes para elegê-lo deputado. Afinal, o Zé, processado no STF por formação de quadrilha, cassado pela Câmara por corrupção, virou até "colunista político", além de "consultor de empresa privada".
A reação daqueles que tendem a inviabilizar a carreira política de Demóstenes é a reação de pessoas moralmente saudáveis. A reação daqueles que garantiram a sobrevivência de Dirceu - que o transformaram, pasmem!, em oráculo, que ainda votariam nele e que agora vibram com a desgraça do senador do DEM - é moralmente doente.
Mais sobre os doentes
E são justamente esses doentes, inclusive no colunismo político - coisa de vigaristas mesmo! - que tentam estabelecer conexões entre as ligações de Demóstenes com Cachoeira e sua oposição ao governo Dilma, como se só pessoa com víncuações suspeitas pudessem se opor ao PT. É mesmo?
- Então ninguém pode se opor ao PT do mensalão por bons motivos?
- Então ninguém pode se opor ao PT dos aloprados por bons motivos?
- Então ninguém pode se opor ao PT de Erenice Guerra, ex-braço-direito da própria Dilma, por bons motivos?
- Então ninguém pode se opor ao PT das lanchas de Santa Catarina por bons motivos?
Uma ova!
São exatamente as pessoas que não aceitam a moral elástica do petismo que estão a dizer a Demóstenes: "Assim não dá, senador! Isso é coisa da turma do lado de lá! Não somos petistas! Não justificamos os malfeitos das pessoas que estão do lado de cá!"
Polícia política
Tão logo o senador Demóstenes foi capturado na rede de influências de Carlinhos Cachoeira, seu caso deveria ter sido remetido ao STF. "Ah, não era ele o alvo da escuta…" Isso é conversa mole! No que diz respeito à questão propriamente criminal, dificilmente as eventuais provas contra Demóstenes não serão impugnadas. Ocorre que, politicamente - e Demóstenes é político -, isso não tem a menor relevância.
Quero chamar a atenção de vocês para outro aspecto. Repararam que o método empregado com Demóstenes é muito parecido com aquele que destruiu Arruda? Faz-se uma operação secreta, vão se colecionando provas ou indícios e depois começa o trabalho de vazamento, de modo que a pessoa colhida não tem para onde correr. Não por acaso, os "peixões" capturados são justamente lideranças da oposição.
Fizeram coisa errada? Que paguem! Quanto a isso, não há a menor dúvida. Quem gosta de impunidade são os amigos do Zé Dirceu! Mas por que essa mesma PF não emprega igual método contra petistas? Quantos resistiram a essa forma de investigação? Digamos que a Polícia Federal não tenha cometido uma só ilegalidade nessa ação. Diremos, então: eis aí uma instituição que serve ao Estado. Ocorre que começa a ficar caracterizado que os alvos são seletivos. SER DE OPOSIÇÃO NO PAÍS PASSOU A COMPORTAR UM RISCO ADICIONAL. E esse particular não caracteriza uma polícia de estado, mas uma polícia política.
Dado o andamento dos fatos, pergunta-se: de quais garantias dispõem os demais senadores da República - na verdade, o conjunto dos parlamentares - de que não estão sendo monitorados, sob a desculpa de que não são eles os alvos da investigação? A resposta: nenhumas! (o certo é "nenhumas" mesmo…). Fica uma advertência no ar: "Tomem cuidado!"
Caminhando para a conclusão
Que Demóstenes pague pelo que fez. Aliás, os vazamentos todos já caracterizam uma antecipação de pena, é evidente. É a correta atuação do senador - a parte que conhecíamos - que, entendo, inviabiliza o seu futuro político. Mas é justamente a atuação asquerosa de um Zé Dirceu (e de outros mensaleiros que estão de volta à Câmara) que lhe dá um futuro político! Não é mesmo um paradoxo interessante?
Os crimes dos adversários do PT crimes são! E isso é correto! Os crimes do PT, ora vejam!, transformam-se em virtudes, em atos de resistência! E isso é um crime adicional - no caso, moral. Ou não lemos ontem na coluna de Mônica Bergamo, da Folha, que os amigos do Zé (quem? quem?) pensam até em recorrer à OEA caso ele seja condenado???
Vigaristas atuando a soldo na rede, notórios bandidos que vivem de joelhos para o poder, esbirros de mensaleiros, tentam comprometer até mesmo o jornalismo que se dedica ao trabalho honesto, como ficará evidente pela enésima vez. É gente que está vibrando com a destruição de Demóstenes não porque cultive bons princípios, mas porque a serviço de bandidos que estão no poder.
Encerro reafirmando aos leitores que o senador Demóstenes está numa situação crítica NÃO PORQUE TENHA VIVIDO CONFORME O QUE PREGAVA, mas porque, é bem provável, DEIXOU DE FAZÊ-LO. Não havia e não há nada de errado com aqueles princípios. Eles continuam bons. Em suma, os maiores algozes de Demóstenes são aqueles que ele conseguiu conquistar com a sua atuação, tanto quanto os maiores defensores de Dirceu são aqueles que ele também conseguiu conquistar!
Fonte: "Blog Reinaldo Azevedo"

Paralisação dos professores na rede municipal continua

A APLB Sindicato informou na tarde desta sexta-feira, 30, que a paralisação dos professores da rede municipal de ensino de Feira de Santana, iniciada na quarta-feira, 28, continua. A decisão foi tomada durante assembleia realizada no espaço de eventyos do Restaurante Kilogrill.
Na segunda-feira, 2 de abril, os professores estarão concentrados a partir das 9 horas, em frente ao Centro de Atendimento ao Feirense (Ceaf), na rua Barão de Cotegipe, para realizar mais um protesto.
Mais informações no site www.aplb.com.br
(Com informações da Assessoria de Comunicação da APLB Feira)

Show beneficente no Campo do Gado

A Associação de Capoeira Terapia da Bahia está anunciando para este sábado, 31, a partir das 20 horas, a realização de show beneficente, na avenida Campo do Gado, 10, promovido por Gilvan Carangueijo, com apoio de Márcio Nascimento de Jesus, o Lupinho, tendo como atrações musicais Dark e Teo mais Dudu e Gil.

Mais erros de comunicação

Alguém explica como comunicar como a Secretaria de Comunicação Social comunica? Deve estar precisando de revisor em vez de "focas" batendo cabeça. O prefeito Tarcízio Pimenta deve achar que são as forças ocultas que orquestram contra ele.

Secretaria de erros que avançam

"Herrar e umanu". Mas, produzir espuma sem utilizar o "S" é demais. Como em Feira de Santana não tem turismo receptivo a Secretaria de Comunicação Social inventa o "turimo".

ACM Neto fala à revista "Época" sobre a sucessão em Salvador

Primeiro colocado nas pesquisas de opinião, o deputado baiano ACM Neto (Foto: Reprodução) tenta costurar uma aliança com tucanos e peemedebistas para impedir o PT do governador Jaques Wagner de fazer a dobradinha estado e capital. Candidato a prefeito em 2008, o democrata não chegou ao segundo turno, e acabou apoiando a reeleição de João Henrique, então no PMDB. "As coisas estão mais difíceis aqui. Acredito que, acima de tudo, a tarefa do próximo prefeito será resgatar a auto-estima da capital", disse, em entrevista ao jornalista Marcelo Osakabe, da revista "Época".
A sua candidatura é irreversível?
ACM Neto - Não, eu ainda não oficializei a minha candidatura. Esta é a fase em que conversamos com os partidos políticos em Salvador. Qualquer anuncio ocorrerá depois que eu conseguir me entender com eles.
Como andam as conversas com PSDB e PMDB?
ACM Neto - Converso com eles há algum tempo. O PSDB pode lançar Antônio Imbassahy, que é extremamente qualificado, e o PMDB tem Mario Kértész, também muito capaz. É legítimo que cada partido tenha seus interesses, e a oposição está muito bem servida de nomes. Agora, o que tentamos é nos entender para quem sabe ter apenas um nome represente no primeiro turno. Pode ser que não seja possível. O importante é que a oposição consiga levar a Prefeitura.
O senhor já procurou outras siglas?
ACM Neto - Sim. Conversei com PR, PSC, PPS, PDT e PV. Com alguns, a conversa está mais adiantada, mas se revelar agora posso prejudicá-los. Os democratas contam com possibilidades amplas de alianças e não se limitam apenas a PSDB e PMDB.
O senhor foi candidato em 2008 e perdeu. O que mudou desde então?
ACM Neto - As coisas estão mais difíceis aqui. Salvador perdeu sua importância política, social e econômica. A auto-estima das pessoas está em baixa. Acredito que, acima de tudo, a tarefa do próximo prefeito será resgatar a auto-estima da capital. Reposicioná-la como a terceira capital do país, não apenas em tamanho, mas em crescimento econômico, qualidade dos serviços públicos e diminuição das desigualdades sociais. Vamos precisar de um choque de gestão.
E o que o senhor pensa em fazer?
ACM Neto - Cada coisa com o seu tempo. Ainda estamos conversando com outros partidos. Mas já iniciamos as discussões sobre a administração municipal. Estamos buscando pessoas qualificadas em todo o país para fazer parte do nosso projeto.
Pode adiantar algo?
ACM Neto - Temos duas prioridades. A primeira é pensar um modelo de gestão para a cidade, com descentralização administrativa e economia de recursos para retomar a capacidade de investir, que hoje é quase nula. Segundo, precisamos de soluções na área de desenvolvimento urbano que possam repensar o desenho da cidade. As últimas gestões foram focadas em problemas circunstanciais. Enquanto isso, a cidade cresceu desordenadamente e criou outros problemas, como o transito. O turismo está estagnado na cidade. Salvador já vem declinando há algum tempo nesse quesito. Por um lado, temos um passivo de abandono do centro histórico e os cartões postais, que são responsabilidade do governo do estado, e um aumento da violência, que afugenta os turistas. Por outro, a cidade não te sido capaz de se reciclar e de apresentar novidades. Temos que cuidar dessas duas frentes, até para não perder essa oportunidade que será a copa do mundo. Se não corrermos para fazer tudo o que precisa ser feito, ela pode ser um tiro no pé.
Fonte:www.acmneto.com.br

Projetos já foram colocados em prática?

A praça do Santo Antônio dos Prazeres parece ser o primeiro bairro contemplado com dois importantes projetos nas áreas de limpeza pública e meio ambiente que foram lançados na quarta-feira, 21. Segundo o site da Prefeitura de Feira de Santana, o Projeto Ecofeira e o Feira Mais Verde que tem por objetivo melhorar a qualidade de vida da população. A avenida Sérgio Carneiro e a praça principal estão largadas, sem coletores de lixo, sacos plásticos, sem ponto de ônibus e bem mais verde!

"Já jogou a toalha, governador?"

Por Oldecir Marques
O governador Jacques Wagner ainda não jogou a toalha, mas corre sério risco de "beijar a lona" nas eleições municipais de 2012, em Feira de Santana, com repercussões extremamente negativas para a sucessão 2014. Não tenho vocação para "pitonisa", entretanto, acredito, que as apostas feitas pelo governador podem levá-lo a um massacre eleitoral impiedoso na Princesa do Sertão. Feira de Santana conta, hoje, com algo em torno de 350 mil eleitores. Se conferirmos credibilidade às "pesquisas" reconhecidas pelo governador, que dão ao ex-prefeito demista José Ronaldo preferências esmagadoras, veremos ocorrer um achatamento nas urnas do que chamam Nova Bahia. Pipocam greves e descontentamento por todos os lados; as pontes prometidas não são construídas; as amplas avenidas anunciadas com estardalhaço, não saem do papel; os aeroportos de primeiro mundo, habitam o país da fantasia e do delírio; a Internet para todos , desemboca no aprofundamento da dependência tecnológica e no domínio das teles multinacionais; os hospitais, financiados com o dinheiro público, são privatizados através de organizações sociais que são feudos do capital privado e simulam gerenciamento e administração; os cartórios são privatizados e os preços praticados extrapolam o razoável; centros de convenção são abandonados numa escandalosa prática predatória do dinheiro do contribuinte; ministros são demitidos, na sua esmagadora maioria, por envolvimento com corrupção e, para não desenvolver lesão por esforço repetitivo tamanhos são os erros de condução da Nova Bahia, gastam-se milhões de reais com publicidade e propaganda, quando o correto seria investir mais em saúde, educação, meio ambiente, cidades.
Estes deslizes e omissões facilitam a tarefa do Arquiteto dos Viadutos, que goza junto aos feirenses de uma justificável fama de bom gerente. Sem estardalhaços ele organiza alianças, coopta novos apoios, edifica a vitória. Já conta com o apoio explícito de 10 partidos. Poderá, em curto espaço de tempo, ampliar a aliança para 14 partidos.
O objetivo de qualquer partido é conquistar e ocupar o território destinado ao exercício do poder. Estou convencido que os partidos da futura aliança pró-Ronaldo, já estão em campo lutando para garantir espaços gerenciais e fatias de poder no futuro governo do demista que foi batizado, recentemente, por 117 militantes socialistas, como simpatizante, amigo e afilhado do Partido Popular Socialista.
É preciso estar com o "pé-na-estrada" e conquistar votos e cadeiras na Casa da Cidadania, pois como me disse o filho do ex-governador João Durval, ex-deputado Sérgio Carneiro, em comício na Pampalona (1992), ao longo de uma campanha estafante que culminou com uma esmagadora vitória do velho senador: "Dr .Oldecir, sem mandato, não se tem voz, nem voto!".
O prefeito já está escolhido! A questão, agora, é a composição do Parlamento, pois lá, na Casa da Cidadania, está o espaço político que resta para a busca do equilíbrio de forças.
Fonte: Blog "Saúde e Cidadania"

Lúcio discute revitalização da economia cacaueira em seminário da Ceplac

O deputado federal e presidente do PMDB da Bahia, Lúcio Vieira Lima, participou nesta sexta-feira, 30, do seminário "Conservação Produtiva", em Itabuna (Foto: Divulgação), promovido pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). O encontro teve com objetivo discutir a revitalização da economia cacaueira baiana, com base na conservação produtiva. O evento contou também com a participação do deputado estadual Pedro Tavares (PMDB), da superintendente federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento na Bahia, Virgínia Hagge, e de técnicos do Ministério da Agricultura, que abordaram temas relevantes à economia cacaueira e a inserção dos temas relacionados no Rio+20, evento que acontece em junho, no Rio de Janeiro.
"Esse encontro é de grande importância socioeconômica para o sul da Bahia e a Ceplac mobilizou toda a sociedade para que participe ativamente", afirmou o Superintendente da Ceplac na Bahia, Juvenal Maynart, destacando também que a "conservação produtiva é o processo que pretendemos levar até o Rio +20 e a partir dele transformar num termo de referência que apresentaremos para o Banco Mundial", acrescentou.
O seminário teve o apoio da Universidade Estadual de Santa Cruz, Ministério Público do Estado da Bahia, Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Conselho Nacional dos Produtores de Cacau (CNPC), Fundação Pau Brasil, Núcleo Mata Atlântica e Centro de Desenvolvimento Agroambiental e Cidadania.
(Com informações da Assessoria de Imprensa do PMDB da Bahia)

Apresentação da Adesg

O tenente coronel Rogério Matos dos Santos, comandante do 35º Batalhão de Infantaria (35º BI), convida a imprensa para na segunda-feira, 2 de abril, às 19h30 horas, participar da apresentação da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg) em Feira de Santana com a presença do delegado da associação na Bahia, capitão de Mar e Guerra Sérgio Luiz Locan e Nay Oliveira, representante da Adesg em Feira de Santana, com uma palestra destinada a empresários, executivos, militares, profissionais liberais, professores e outros segmentos da sociedade, sobre os ciclos de estudos do curso de Política e Estratégia, a ser ministrado no auditório do 35º BI, no período de julho de 2012 a fevereiro de 2013.

Neoclassicismo em alta

As fachadas comerciais ganham mais uma aliada para transformar a estética externa dos edifícios em verdadeiros objetos de desejo: as texturas, em estilo neoclássico, ganham força. Elas podem ser adotadas também de forma mesclada com outros revestimentosA textura nas fachadas traz inúmeras vantagens para os condôminos e por isso é empregada nos edifícios da construtora Casa Mais (Foto: Divulgação)
A fachada é muito importante no projeto arquitetônico dos edifícios. Por meio dessa estrutura, as pessoas têm a primeira impressão da construção. A fachada dialoga com o público externo. Sendo assim, o componente descreve, expressa e traduz o conceito do empreendimento. Por isso, deve chamar a atenção, despertar o interesse e o desejo das pessoas que transitam pelo entorno do prédio.
Antigamente, era comum que as fachadas dos edifícios da capital mineira fossem revestidas com pastilhas, cerâmicas e até tijolinhos. No entanto, esse comportamento mudou. As fachadas passaram a adotar o estilo neoclássico, movimento do século XVIII que valorizava a antiguidade clássica como padrão de excelência, e ganharam revestimentos de textura.
Segundo Peterson Querino, diretor da ConstrutoraCasa Mais, essa transformação já ocorre há algum tempo em construções destinadas à classe econômica. Sendo assim, a grande novidade é a utilização da textura nos empreendimentos de alto luxo. "Em mercados como o de São Paulo, já é comum o uso de fachadas neoclássicas de textura, nas construções de altíssimo padrão. Em Belo Horizonte, esse comportamento é mais recente e começa a ganhar força", lembra o diretor.
A adesão à textura nas fachadas traz várias vantagens: a manutenção tem custo mais baixo, a revitalização é mais prática e mesmo com o passar dos anos, e ações de intempéries, a qualidade e beleza se mantêm. E foi por essas e outras qualidades que a Casa Mais passou a adotar o estilo. "Temos ainda a facilidade de aplicação do produto, o que reduz o tempo de execução da obra. Com todas essas vantagens e com a economia gerada ao cliente com a manutenção, não poderíamos abrir mão das fachadas revestidas com textura", finaliza Peterson.
(Com informações de Ana Paula Horta e Fernanda Pinho, da Mão Dupla Comunicação)

"O dano de mentir é mortal"

ESCÂNDALOS POLÍTICOS EM "O NOVO PRÍNCIPE", LIVRO DE DICK MORRIS!
Por César Maia

1. "Não há como ganhar na cobertura de um escândalo. A única maneira de sair vivo é falar a verdade, aguentar o tranco e avançar". Com vasta experiência junto à imprensa dos EUA, lembra que, quando ela abre um escândalo, tem munição guardada para os próximos dias. Os editores fatiam a matéria, pedaço a pedaço, para a cada dia ter uma nova revelação. De nada adianta querer suturar o escândalo com uma negação reativa, pois virão outras logo depois, desmoralizando a defesa.
2. E outros veículos entram com fatos novos, para desmentir. Para Morris, a chave é não mentir. O dano de mentir é mortal. "Uma mentira leva a outra, e o que era uma incomodidade passa a ser obstrução criminal à Justiça". A força de um escândalo é a sua importância política. As pessoas perdoam muito mais aqueles fatos sem relação com o ato de governar. E ir acompanhando a reação do público. "Se os eleitores se mostram verdadeiramente escandalizados com o que se diz que ele fez, é melhor que não tenha feito. Roubar dinheiro quase sempre não se perdoa".
Fonte: "Ex-Blog do César Maia"

Repartições sem água de beber

A farta - farta tudo - administração do prefeito Tarcízio Pimenta é sentida no almoxarifado do DAG, que abastece com material de expediente a maior parte das repartições públicas do município ligadas a Administração inclusive o Centro de Atendimento ao Feirense (Ceaf). As solicitações enviadas pelas secretarias para este setor não podem ser atendidas por falta de materiais e para piorar desde quarta-feira, 28, o fornecedor de água mineral suspendeu a entrega do "precioso líquido" alegando falta de pagamento. Assim, quem precisar beber água vai ter que fazer um esforço para comprar nas vizinhanças. Não adianta ninguém reclamar porque o alcaide faz ouvido de mercador!

Vereador ganha do prefeito na Justiça


Clique nas imagens para ampliar a Certidão

Os desembargadores integrantes da Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, à unanimidade, em julgamento na segunda-feira, 26, negou provimento ao agravo de instrumento com pedido de liminar interposto pelo prefeito Tarcízio Pimenta (PDT) contra decisão judicial, que em ação ordinária antecipou parcialmente os efeitos da tutela, determinando a suspensão da Portaria 222/2011 da Prefeitura de Feira de Santana, que tem como objetivo a "apuração de irregularidades praticadas pelo agravado". O agravado é o vereador Roberto Tourinho (PV). Celso Ribeiro Daltro foi o advogado do prefeito e Ronaldo Mendes o advogado de Roberto Tourinho. A relatora foi a desembargadora Sara Silva de Brito. A "irregularidade" de Tourinho: na Câmara Municipal de Feira de Santana, onde tem imunidade, tratou sobre "denúncia encaminhada ao Ministério Público Federal, que deu fundamento para abertura de inquériro civil para apuração de responsabilidade de ex-gestores de banco (o Subaé-Brasil), com a participação do prefeito, agindo apenas como fiscalizador e denunciador".

Novo lançamento de candidatura de José Neto

O deputado estadual José Neto (PT), líder da bancada do governo na Assembleia Legislativa, foi lançado candidato a prefeito de Feira de Santana em 27 de novembro de 2011, há quatro meses, a candidatura a prefeito do deputado estadual, Zé Neto. O evento aconteceu no auditório do Centro Social Urbano Roberto Santos (CSU), na Cidade Nova, um prédio público. Então, estiveram presentes petistas como o senador Walter Pinheiro, dos deputados federais Rui Costa (agora é secretário de Estado), Josias Gomes e Afonso Florence (então ministro do Desenvolvimento Agrário). Também o ex-deputado federal Jairo Carneiro (PP) e a ex-deputada estadual Eliana Boaventura (PP). Ausente, com em todos eventos promovidos por José Neto, Sérgio Carneiro, então deputado federal. Parece que passados os quatro meses, o lançamento não teve repercussão, pois José Neto foi lançado novamente candidato a prefeito esta semana, como informa os meios de comunicação. De novo, Sérgio Carneiro não apareceu, pois não foi convidado.

"As falácias de um rei perdulário"

Tarcízio precisa emergir do pântano em que se encontra para explicar porque devolveu R$ 2 milhões à União (Imagem: Reprodução)
Por Jorge Magalhães
Só mesmo um governo de fancaria se daria ao desfrute de produzir respostas tão pasmosas, desconexas e pueris, como as produzidas pelo governo do prefeito Tarcízio Pimenta, a cada flagrante desnudado pelo que ainda restou da imprensa que não se permite confundir com o "armazém de secos e molhados" que tanto asco provocaria no combativo e saudoso jornalista e escritor Millôr Fernandes.
Daria até para escrever uma peça teatral, quiçá uma ópera bufa, as rocambolescas saídas encontradas pelo excelentíssimo para responder o irrespondível, o irretratável, o que aos olhos perplexos da sociedade - robustamente abastecida com os descalabros administrativos de El Rei - não há mais solução!
E, para não sair do tom, mais uma vez o escapismo entrou em cena no rumoroso escândalo em que a Prefeitura de Feira de Santana devolveu à União cerca de R$ 2 milhões destinados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para serem aplicados em programas educacionais, através da cambaleante Secretaria de Educação do Município que, ao que parece, o estapafúrdio mandatário não a dotou de projetos e nem dá sinais de vontade política para salvá-la da barafunda em que a transformou, com escolas depauperadas em suas estruturas, sem aulas, com professores e alunos desmotivados.
Acossado pelo arguto Blog Demais, que no conjunto da mídia local está para o sinistro ateado na administração do município como a fábula do beija-flor solitário que, incansável, renitente, busca apagar o fogo da floresta carregando água com o seu delgado bico, o Portal da Transparência da Prefeitura, vejam que ironia!, perdendo a chance de ficar na moita, acabou potencializando ainda mais a incandescência das labaredas que se alastram sem que sejam debeladas por este governo, deveras suspicaz.
Premido pelas circunstâncias e atado à evasiva oficial contida no famigerado Portal, o secretário José Raimundo de Azevêdo, ratificando-o, afirmou que “a devolução de recursos não utilizados pela Secretaria Municipal de Educação obedece às normas estabelecidas pelos termos dos convênios firmados com o governo federal”.
Disse, ainda, o simpático e fiel secretário, que os recursos destinados ao Programa ProJovem Urbano e à aquisição de ônibus escolares "são verbas carimbadas, que não podem ser usadas para outros fins que não o especificado".
Induzido pelo sofismático Portal da Transparência do governo Pimenta, Azevêdo não esclarece quais as tais normas estabelecidas pelos termos dos convênios firmados entre a Prefeitura e o Governo Federal, tampouco por que as verbas carimbadas não foram usadas, em tempo, para os fins especificados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, e quais são estes fins.
Eis uma ótima oportunidade para o soberano vir á tona e, uma vez emerso das profundezas do pântano em que chafurda, legitimado pela defesa do trono que ocupa e em nome da sua alegada honra, prestar, de forma cabal, sem salamaleques, sem filtros ou os ardis do costume, os esclarecimentos que já deveriam ter saído da sua própria lavra.
É o mínimo que o eleitor-cidadão-contribuinte espera de Sua Alteza, antes que a próxima malfeitoria do seu macabro e perdulário governo entre em cartaz.
Fonte: "Etc & Tal"

Devoluções do governo Pimenta somam R$ 2.667.482,70

Enquanto a mídia "chapa branca" - mesmo sem receber a paga dos serviços prestados de fazer espuma -, desconhece ou minimiza, o Blog Demais levanta e divulga informação sobre outra mega-devolução de verbas federais do governo do prefeito Tarcízio Pimenta. O valor devolvido à União é de R$ 428.805,00, parte do plano de trabalho através do convênio 148/2007 com o Ministério do Trabalho devolvido em 25 de fevereiro de 2010 para o Ministério da Fazenda.
Lembrar que na primeira devolução constatada dessa Secretaria ao Ministério do Trabalho, o governo disse no site da Prefeitura de Feira de Santana que "a devolução de recursos não utilizados no valor de R$ 201.415,00 por parte da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) demonstra simplesmente a lisura da Prefeitura de Feira de Santana".
Fonte: http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticia.asp?id=11031
Vai ser preciso abrir outra sindicância para apurar este montante agora revelado de R$ 428.805,00 devolvido em 25 de fevereiro de 2010? Ou teremos que esperar o encerramento da sindicância aberta em fevereiro deste ano? Está em dúvida se esse número do convênio devolvido pertence a Secretaria de Desenvolvimento Econômico? acesse: http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticia.asp?id=3445 para conferir.
Todas as ocorrências de devolução constam no link "Transparência Cidadã" da Prefeitura de Feira de Santana, como esta agora revelada:
http://www.sefaz.feiradesantana.ba.gov.br/Transparencia/detalhesDespesa.php?seqArquivo=1&seqLinha=31790
Com mais esta, o prefeito Tarcízio Pimenta chega à quinta devolução de recursos federais em seu governo, atingindo a soma de R$ 2.667.482,70 (DOIS MILHÕES, SEISCENTOS E SESSENTA E SETE MIL, QUATROCENTOS E OITENTA E DOIS REAIS E SETENTA CENTAVOS). Não se pode considerar normal fatos como esse, nunca antes ocorridos em Feira de Santana. É muito dinheiro não utilizado. O Blog Demais continua pesquisando no link "Transparência Cidadã" sobre ocorrências.

População do Nova Esperança revoltada com "lixão"

Moradores do bairro Nova Esperança estão indignados com a decisão do Governo Municipal de reativar uma antiga célula do Aterro Sanitário que já estava com sua capacidade esgotada. Reclamam do mau cheio que exala do local e da proliferação de doenças que já vêm surgido no local.
A situação é lamentada pela moradora Conceição Reis, residente à rua Ferreira Gomes. "O mau cheiro é triste a ponto de só andarmos com o nariz entupido e com falta de ar. E aqui todos nós estamos preocupados com esta situação porque nos sentimos abandonadas pelo Governo Municipal", afirmou.
A mesma indignação é da comerciante Lilliane Pereira da Silva. "Como um ser humano pode viver neste local e dizer que vive com dignidade? Isso aqui é muita humilhação", ressaltou.
Insatisfeito com o problema, o vigilante Jurandir Antônio Xavier observa que durante as madrugadas e quando o sol está mais forte a situação piora. "Como se não bastasse, os insetos estão se proliferando, moscas por todos os lados e urubus", reclama.
Moradora do bairro há 23 anos, a aposentada Maria Rodrigues Damasceno avalia que o mau cheio no bairro está aumentando a cada dia. "A gente está bastante preocupada porque o fedor é parecido com o de cavalo morto".
A situação chega a ponto de muitos moradores colocarem suas casas à venda. "Mas dificilmente conseguem vender porque ninguém quer morar num ambiente doentio deste, o que está desvalorizando bastante o nosso bairro. Aqui só tem placas de venda de imóveis", observou a dona-de-casa Maria dos Santos Souza, 30 anos residente no local.
Além destes problemas, os moradores suspeitam de que o tanque de contensão do chorume esteja vazando. Isto porque em um terreno do outro oposto da estrada onde está instalado o Aterro Sanitário tem um córrego que está com um pequeno canal de água minando, mesmo com a seca existente no local.
Fonte: Jornal Cidade

Democratas quer afastamento sumário de Demóstenes Torres

Líderes e dirigentes regionais do Democratas, principalmente candidatos do partido nas eleições para prefeito, em outubro próximo, têm pressa e cobram um desfecho rápido para o caso do senador Demóstenes Torres (GO). A avaliação da cúpula do partido é que mesmo as candidaturas bem avaliadas nas capitais sofreram um duro golpe e podem ficar inviabilizadas se não for promovido um afastamento sumário do senador goiano.
No Senado, patina o pedido de abertura de processo disciplinar no Conselho de Ética, porque o presidente José Sarney (PMDB-AP) só marcou para o dia 10 de abril, depois da Páscoa, reunião para eleição do novo presidente do colegiado, acéfalo desde o ano passado.
A pressão maior vem dos deputados. Na manhã de quinta-feira, 29, o presidente e líder do Democratas no Senado, José Agripino Maia (RN), teve um primeiro encontro com o líder da Câmara, ACM Neto (BA), e uma reunião da Executiva nacional chegou a ser marcada para terça-feira. Mas acabou desmarcada para dar tempo a Demóstenes de ler os autos do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) e se defender.
Até à tarde da quinta-feira, o advogado de Demóstenes, Antônio Carlos de Almeida Castro, dizia não ter tido acesso aos autos das investigações que levaram ao inquérito no STF.
Fonte: Jornal "O Globo"

"Aparência exausta de Dilma impressiona"

Deu em Claudio Humberto

Ficou evidente a aparência cansada da presidenta Dilma Rousseff (Foto: Reprodução) durante uma coletiva de imprensa concedida na quinta-feira, 29. Nem a maquiagem conseguiu disfarçar as olheiras, possivelmente causada pelo fuso de Nova Delhi, na Índia, de oito horas à frente do Brasil. Dilma travou ainda uma guerra contra a base aliada no Congresso e o deputado Marco Maia mostrou quem, de fato, manda na Casa - marcando, contra a vontade dela, a votação do novo Código Florestal.

Deu em Claudio Humberto

quinta-feira, 29 de março de 2012

"Oiqui, jênti! Oceis pári de ficar inventânu crísi!"

Por Reinaldo Azevedo
Sei não…

Acho que a presidente Dilma Rousseff está seguindo maus conselhos. Mas também não espero que siga os meus, não é? Como diria a revista Serafina, sou "opositor"… Então que prossiga.
Eu perdi alguma coisa dos bons ensinamentos da política nos últimos, deixem-me ver, 35 anos, ou a Índia não é exatamente um bom lugar para a presidente do Brasil anunciar a disposição de baixar um pacote para beneficiar o setor privado, com digressões sobre a reforma tributária? Na entrevista à VEJA, já estava claro que o tema frequenta as preocupações do governo e tal. Mas esse negócio de "vou fazer isso ou aquilo quando voltar ao Brasil" é absolutamente heterodoxo.
"Nós pretendemos divulgar um conjunto de medidas logo depois que eu voltar pro Brasil. Elas têm por objetivo justamente assegurar, através de questões tributárias e financeiras, maior capacidade de investimento para o setor privado. (…) Dentro do meu período governamental, eu farei o possível para reduzir [a carga tributária]. Eu sei perfeitamente que, devido ao fato de que tem vários interesses envolvidos na questão de uma reforma tributária, eu até julgo que pode ter um momento no futuro que seja possível encaminhar uma reforma global. Agora, o que é que eu tenho feito é tomado medidas pontuais que permitam que, no conjunto, se crie uma desoneração maior dos tributos no país".
Entendi. Quer dizer, mais ou menos.
Os jornalistas também lhe fizeram perguntas sobre a crise com o Congresso. Leiam a resposta:
"Eu não venci guerra nenhuma! Posso falar por quê? Porque uma parte disso ocês ["ocês" quer dizer "vocês" em português] criam, né, gente? Ocês criam! O que é que eu posso fazer? Vocês chegam à conclusão que tem uma crise; depois que tem a crise, vocês têm de resolver como ela desapareceu".
Então tá!
Ocês parem de inventar crise, viu, gente?
Fonte: "Blog Reinaldo Azevedo"

Filmes em Exibição no Orient Cineplace

Período de 30 de março a 5 de abril

LANÇAMENTO MUNDIAL
FÚRIA DE TITÃS 2 (Wrath of the Titans), de Jonathan Liebesman, 2012. Com Sam Worthington, Liam Neeson, Ralph Fiennes, Gemma Atherton e Rosamund Pike. Ação. Uma década após derrotar o monstruoso Kraken, Perseu leva uma vida tranquila como pescador ao lado de seu filho Helius. Porém, no Monte Olimpo, depois que os humanos perdem a fé, os deuses não conseguem mais conter os Titãs, o que inicia uma guerra. Em 3D. Não recomendável para menores de 12 anos. Duração: 99 minutos. Horários: 13 horas (no sábado e no domingo), 15 e 17 horas e 19h05, com cópia dublada; e às 21 horas, com cópia legendada. Sala 4 (264 lugares).
LANÇAMENTO NACIONAL
O LORAX: EM BUSCA DA TRÚFULA PERDIDA (Dr. Seuss’ The Lorax), de Chris Renaud e Kyle Balda, 2012. Animação. Lorax é uma criatura que vive num bosque e simboliza o eterno poder da esperança. Na história, um menino está à procura do único objeto capaz de aproximá-lo da garota de seus sonhos. Para encontrá-lo, no entanto, deverá descobrir antes a história de Lorax, uma encantadora e ao mesmo tempo mal humorada criatura que luta para proteger um mundo em vias de extinção. Cópia dublada. Classificação: Livre. Duração: 87 minutos. Horários: 13h30 (no sábado e no domingo), 15h30,17h30 e 19h30. Sala 2 (160 lugares).
CONTINUAÇÕES
JOGOS VORAZES (The Hunger Games), de Gary Ross, 2012. Com Jennifer Lawrence, Liam Hemsworth, Josh Hutcherson, Elizabeth Banks, Woody Harrelson e Donald Sutherland. Ação e ficção científica. Depois da quase extinção da América do Norte, a população restante é dividida em 13 distritos. Como num rito de passagem, todos os anos dois jovens representantes de cada distrito são sorteados para participar dos "Jogos Vorazes", um reality show do qual somente o vitorioso sai com vida. Em segunda semana. Cópia dublada. Não recomendável para menores de 12 anos. Duração: 144 minutos. Horários: 15h20, 18h10 e 21 horas, na Sala 1 (243 lugares).
JOHN CARTER: ENTRE DOIS MUNDOS (John Carter), de Andrew Stanton, 2011. Com Taylor Kitsch, Lynn Collins, Willem Dafoe, Ciarán Hinds e Dominic West. Aventura e fantasia. Ambientado no misterioso e exótico planeta de Barsoom (Marte), conta a história de John Carter, que é inexplicavelmente transportado para Marte onde se vê envolvido em um conflito de proporções épicas entre os habitantes do planeta, incluindo Tars Tarkas e a atraente princesa Dejah Thoris. Em um mundo à beira do colapso, Carter descobre que a sobrevivência de Barsoom e de seu povo está em suas mãos. Em quarta semana. Cópia dublada. Não recomendável para menores de 12 anos. Duração: 132 minutos. Horário: 21h30. Sala 2.
GUERRA É GUERRA (This Means War), de McG, 2011. Com Reese Witherspoon, Chris Pine, Tom Hardy e Til Schweiger. Comédia romântica de ação. Dois amigos inseparáveis se apaixonam pela mesma garota. Eles acabam entrando em uma 'guerra' cheia de ação para conquistá-la. Como ambos são espiões, a batalha pelo coração da garota toma grandes proporções. Em terceira semana. Cópia dublada. Não recomendável para menores de 12 anos. Duração: 100 minutos. Horários: 13h10 (no sábado e no domingo), 15h10, 17h10, 19h15 e 21h20. Sala 3 (167 lugares).
ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace - Multiplex do Boulevard Shopping, telefax 3225-3185 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.
(Com informações do Departamento de Marketing de Orient Cinemas)

"A verdadeira opinião do prefeito Tarcízio Pimenta sobre o aumento da tarifa

Assista ao vídeo: http://youtu.be/vfYPZgs1ZPQ
"Vídeo bem humorado, que tem o objetivo de criticar e denunciar o autoritarismo do prefeito Tarcízio Pimenta e do Conselho Municipal de Transporte, pois chegaram ao cúmulo do absurdo de igualarem a passagem de ônibus de Feira de Santana, aos mesmos R$ 2,50 de tarifa da capital Salvador".
Fonte: http://revoltabuzufsa.blogspot.com/

"Vá logo de uma vez"

Nem vereador da bancada governista está aguentando. "Vamos pedir a Deus que chegue logo o mês de abril para que ele vá logo de uma vez por todas para Capim Grosso". A declaração, direta, foi do vereador Alcione Cedraz, em referência ao secretário de Transportes e Trânsito Flailton Frankles.
Alcione endossou comentários feitos pelo vereador oposicionista Marialvo Barreto sobre o titular da pasta de Transportes e Trânsito. O petista fez críticas sobre a atuação de Flailton, que não estaria atento os problemas do trânsito. "Frankles é candidato a prefeito de Capim Grosso e não estaria tendo tempo de trabalhar em Feira de Santana", supõe o petista. O governista compartilhou do raciocínio do oposicionista e praticou o "fogo amigo": "Eu creio que o secretário, ultimamente, vem correspondendo apenas à questões referentes a Capim Grosso".

"Será que o prefeito vai manter o que disse?"

No dia 15 de março, em seu perfil Facebook, o prefeito Tarcízio Pimenta afirmou que "não vou aumentar o preço da passagem", em compartilhamento com Haylla Coellho (Imagem: Reprodução). Na Câmara Municipal, o vereador oposicionista Roberto Tourinho (PV), comentou sobre o compromisso do alcaide na rede social. Mas Tourinho desconfia que Tarcízio Pimenta vai mesmo é reajustar a tarifa e desafia: "será que o prefeito vai manter o que disse à internauta, quando afirmou categoricamente que não iria aumentar a passagem?".

Sugestão de ACM Neto reduz preço de ingressos para Copa

O líder do Democratas na Câmara Federal, deputado ACM Neto, conseguiu tornar as Lei Geral da Copa, aprovada na quarta-feira, 28, na Câmara, mais vantajosa e transparente aos brasileiros. Sugestão do parlamentar, acatada na proposta, viabilizou a carga de ingressos mais baratos e acessibilidade a pessoas com deficiência. O deputado assegurou que, em todos os jogos da Seleção, pelo menos 10% dos ingressos sejam oferecidos à Categoria 4, garantindo entradas mais baratas a estudantes, idosos, beneficiário do Bolsa Família e a portadores de deficiência. "Assim como garantimos que, em todos os jogos da Copa do Mundo, em todos os estádios, ingressos serão destinados a portadores de deficiência, independente da categoria, que é o mais importante. Eles terão essa garantia", disse.
ACM Neto destacou que conseguiu garantias para que o sorteio desses ingressos mais baratos seja totalmente transparente. "Não havia nenhum ordenamento. Agora, estamos mostrando que o sorteio tem que respeitar os princípios da publicidade e da impessoalidade, que o governo vai ter que acompanhar o sorteio, que terá que ser realizado com uma antecedência mínima, de tal forma que não haja confusão, e que aquele que vai ser beneficiado com o pagamento do ingresso mais barato possa se organizar e efetivamente participar dos jogos da Copa do Mundo.
(Com infiormações da Assessoria de Imprensa)

Devolver mais de R$ 2 milhões é avançar?

Prefeito Tarcízio Pimenta não quer assumir ônus da devolução de mais de R$ 2 milhões ao Ministério da Educação e quer que o secretário da Educação José Raimundo de Azevêdo conte que tudo está bem. Nas proximidades da Semana Santa quer crucificar o secretário.

Usina de Bananeiras

Na imagem, a Barragem Jerry O'Connell (engenheiro que a projetou), com extensão de 359 metros e altura de 36 metros, alimentadora da Usina de Bananeiras, no rio Paraguaçu, que produziu energia elétrica, na região de Conceição da Feira, servindo inclusive a Feira de Santana. Construída em dois anos e dois meses, foi inaugurada em 30 de outubro de 1930 e desativada em 4 de dezembro de 1983, cedendo lugar à Barragem de Pedra do Cavalo.
Com dados do livro "Conceição da Feira: Terra da Gente"

Quem te viu, quem te vê

Foto de encontro nesta semana do governador Jaques Wagner com petistas e novos aliados, uns não tão novos assim (Foto: Reprodução).

Mais recursos federais devolvidos pelo governo Pimenta

Somente na educação a soma é de mais de dois milhões de reais

Além das devoluções ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) no valor de R$ 1.628.250,00 e outra no valor de R$ 162.498,00, mais uma devolução da Prefeitura de Feira de Santana ao mesmo concedente, o FNDE, no valor de R$ 246.514,70, pago à Secretaria do Tesouro Nacional em 29 junho de 2010, referente ao convênio 806039, que "tem por objeto conceder apoio financeiro para implementação das ações educacionais -"manutenção e desenvolvimento da educação infantil" - constantes no Plano de Ações Articuladas (PAR), no âmbito do Plano de Metas - Compromisso "Todos Pela Educação", do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), aprovado pela Comissão Técnica instituída. Órgão Superior: Ministério da Educação. Concedente: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. O total de devoluções do governo do prefeito Tarcízio Pimenta, somente na educação, é de mais de dois milhões de reais, exatamente R$ 2.037.262,70. É normal uma coisa como essa?
Os dados (Imagem) constam no link "Transparência Cidadã", no site da Prefeitura de Feira de Santana

Juiz de Conceição do Coité muda regra para retirada do título eleitoral

Titular da 132ª Zona Eleitoral, em Conceição do Coité, o juiz Horácio Moraes Pinheiro acatou requerimento conjunto do PMDB e do PT do município e determinou que qualquer cidadão pode solicitar a confecção do título para votar nas eleições de outubro sem a necessidade da carteira de identidade ou de trabalho. A apresentação do documento com foto, conforme decisão do juiz, só será obrigatória no ato da retirada do título, o que, neste caso, não será imediato e pode ocorrer até outubro. A decisão do juiz de acolher o pedido pode servir de exemplo em outros municípios, o que facilitaria em muito a vida do eleitor das cidades onde fazer a identidade é um processo demorado, beneficiando sobretudo os jovens entre 16 e 18 anos.
Em Conceição do Coité, por exemplo, não é nada simples tirar RG ou carteira de trabalho. O SineBahia, local em que as pessoas podem solicitar os dois documentos, só vive cheio, e oferece poucas fichas. O cidadão tem que chegar de madrugada para garantir o atendimento. Além disso, os documentos demoram a chegar, num prazo mínimo de 45 dias. Foi isso que o PMDB e o PT alegaram no requerimento ao juiz. "As pessoas acabam desistindo", argumentou o advogado Antônio Lopes da Silva Júnior, do PMDB.
"Diante desta enorme dificuldade é que muitos jovens, apesar de possuírem interesse em realizar o alistamento eleitoral, ficam impedidos", acrescentou Lopes. O prazo final para solicitação ou transferência do título é o dia 9 de maio. Antes, o eleitor só podia fazer o título com identidade ou carteira de trabalho. Agora, basta a certidão de nascimento para mandar confeccionar o documento, que pode ser retirado até outubro. Mas a retirada só será permitida com a identidade ou carteira de trabalho.
Na prática, o eleitor ganhou mais tempo para fazer ou transferir o título. Até quem fosse fazer, na próxima semana, o documento de identificação com foto no Ponto Cidadão de Serrinha, onde o prazo de entrega é mais rápido, correria o risco de ficar sem título em função da demanda, que aumentou nos últimos dias. Muitas pessoas que querem participar do pleito já estavam se dirigindo a Salvador para mandar confeccionar o RG.
Fonte: "Sisal Notícias"

OAB Bahia comemora 80 anos de atividades

A diretoria da Ordem dos Advogadosd do Brasil (OAB) Bahia convida todos os advogados para a solenidade de comemoração dos seus 80 anos. O evento acontecerá no dia 11 de abril, às 18h30, no Salão Nobre do Fórum Ruy Barbosa, em Salvador, localizado no quinto andar. Na ocasião haverá o lançamento do selo e carimbo comemorativos pelos Correios e ainda uma palestra com a corregedora do Conselho Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, com o tema "A OAB e a Magistratura".
(Com informações de Jair Onofre, da Assessoria de Imprensa da OAB Feira)

Governo petista não acata pedido de reconsideração e projeto de filme sobre Anísio Taixeira não é selecionado

O cineasta Tuna Espinheira enviando comunicado da Superintendência de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia sobre pedido de revisão do projeto do filme "Mestre Anísio Teixeira: Educação Pela Democracia". A resposta, quatro meses depois, foi negativa,
Processo n°0800110024084
À Larty Mark Ltda.
Prezado Senhor
Wiltonauar Francelino de Moura,
Tendo em vista o recebimento do recurso interposto em face da não seleção do projeto supracitado na Demanda Espontânea 2011, por meio do presente comunicado, informamos que:
Em que pese o mérito da iniciativa, houve grande número de inscritos no segmento audiovisual, não sendo possível contemplar todos os projetos haja vista a limitação dos recursos da FCBA e a existência de projetos que alcançaram maior pontuação.
Ressaltamos, porém, que a Secretaria de Cultura conta com outras formas de apoio a projetos culturais, tais como o Programa FAZCULTURA que também pode permitir a viabilidade do presente projeto. Maiores informações podem ser obtidas por meio de nossa Central de Atendimento, de segunda a sexta, das 14 às 17 horas
Desta forma, por meio da Resolução 954/11, de 26/12/2011, a Comissão de Pré-Seleção daFCBA, por unanimidade dos presentes, resolveu não acatar o pedido de reconsideração/recurso apresentado, mantendo a decisão anterior que não pré-selecionou o projeto em questão.
Com os cumprimentos de praxe.
Salvador, 27 de março de 2012.
Carlos Paiva
Superintendente de Promoção Cultural