Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Segundo Tourinho, "Município volta a ser considerado caloteiro"

O vereador Roberto Tourinho (PSB), autor de várias denúncias contra a administração municipal, informou que a perspectiva do Orçamento Municipal para 2012 é de R$ 759 milhões, contra R$ 604 milhões do orçamento em vigor. Em sua opinião, a Câmara Municipal de Feira de Santana está votando apenas uma "peça de ficção", para cumprir o que determina a Constituição. "É uma papelada que vai descansar em gavetas empoeiradas da administração municipal", acrescentou.
Para o vereador oposicionista, mesmo com mais recursos, o desenvolvimento é tímido e a administração municipal, "atrapalhada". "Comemora-se um pacote de obras da ordem de R$ 6 milhões, um valor insignificante em relação ao Orçamento. Apenas em cinco meses a arrecadação do Município foi superior a R$ 250 milhões. E qual foi a obra realizada no município? Não se enxerga melhorias em Feira de Santana".
Tourinho criticou a limpeza pública, afirmando que o lixo está "tomando conta das ruas". Quem anda pelo centro comercial, disse ele, depois das oito ou nove horas da noite, fica perplexo com a quantidade de lixo diante das lojas. "O Centro de Abastecimento destruído; o Matadouro Municipal reduzido a pó; o Parque da Cidade vai servir, em pouco tempo, pasto para animais. A administração chegou a uma situação de total letargia. Muitos fornecedores não mais querem contratos com a Prefeitura. O Município voltou a ser considerado caloteiro", atacou.

Um comentário:

Anônimo disse...

Tourinho voltou com gás todo.. Segura que eu quero VER!!!