*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quinta-feira, 29 de abril de 2010

PP não apoia Dilma oficialmente

Em reunião na manhã de quarta-feira, 28, a executiva nacional do PP decidiu não apoiar oficialmente a candidatura da petista Dilma Rousseff.
Apesar de integrar a base governista, o PP vai priorizar as alianças nos estados sem amarras de uma coligação nacional. A decisão oficial acontecerá no dia 30 de junho, data da convenção nacional. Mas deve vencer a tese da neutralidade.
Sem o PP na coligação oficial, Dilma perde 1m36s no tempo de propaganda eleitoral no rádio e TV.
- Decidimos ficar neutros como ficamos nas três últimas eleições presidenciais. Queremos priorizar os estados, dar liberdade aos nossos candidatos para fazerem alianças com total liberdade, com base nas melhores composições regionais - explicou o vice-presidente do PP, deputado Ricardo Barros (PP-PR).
Fonte: "O Globo"

Um comentário:

Mariana disse...

Será que é por causa do senador Dornelles, tio de Aécio, cotado prá ser o vice de Serra? Parece mais um capricho do mineiro, Dimas. Ouvindo aqui e ali, no meio de eleitores, francamente, até aqui no estado de Dornelles, não creio que ele seja tão eleitor assim prá Serra! Ao contrário de Dilmula, que tenta escolher alguém conhecido pelo povão, bastante eleitor prá ela, Serra deveria fazer o mesmo. Acredito em sua vitória, mas seria mais confortável a vitória se o vice fôsse Aécio, Kátya Abreu,...Se der alguma zebra, o responsável será Aécio!