*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Sem questão sobre Ildes

"Daria umas boas palmadas no governo do PT”. A afirmação é do presidente regional do PMDB, Lúcio Vieira Lima, ao ser entrevistado por Samuel Celestino, no programa "Bahia Notícias no Ar", na Rádio Tudo FM, instado a dar uma nota ao governo Wagner.
“Se você fosse um professor dos tempos antigos, aquele disciplinador que usava a palmatória?”, inquiriu Samuel Celestino.
“Daria umas boas palmadas no governo do PT”, respondeu Lúcio Vieira Lima.
Samuel Celestino também questionou sobre a participação do PMDB no governo petista. “Você diz que o PMDB não participa da vida política e administrativa do Estado, então o que os secretários Rafael Amoedo (da Indústria e Comércio) e Batista Neves (da Infra-Estrutura) fazem lá? São vacas de presépio?”.
Lúcio Vieira Lima respondeu que “apesar de serem fiéis ao partido, eles devem fidelidade administrativa ao governo. Por isso, eles cumprem o papel determinado pelo governo.
Interessante que o jornalista não questionou e nem o presidente do partido tratou sobre o secretário Ildes Ferreira, da Ciência, Tecnologia e Inovação, que também é do PMDB.
No programa, Lúcio Vieira Lima reafirmou a candidatura do ministro Geddel Vieira Lima, seu irmão, ao Governo do Estado em 2010.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pois é,Dimas,escutei agorinha mesmo o presidente do PMDB,Lúcio Vieira Lima,na rádio de Mário Kertesz dar-lhe uma entrevista,dizendo que os secretários que ainda permanecem no governo de JW,é devido à sua provável capacidade(rs)talvez por esta razão,o gov JW não os tenha demitido e fica chato ele,o pres do partido fazê-lo. Está esperando que JW o faça. Prá mim, que posso até estar enganada,acho que as duas partes estão mais é querendo caminhar juntos nas eleições em 2010.O problema é que os dois querem ser governadores(cruzes) e aí o bicho pega.Mariana