*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Cinema brasileiro em baixa


Maioria dos filmes nacionais é ruim e falta de qualidade afasta público


Selton Mello em "Meu Nome Não É Johnny"
Divulgação
Dados da Agência Brasileira de Cinema (Ancine) dão conta da queda do desempenho do cinema brasileiro neste ano. A produção do cinema brasileiro, mesmo com ajuda das leis de incentivo fiscal, que em 2007 ficou na ordem dos R$ 137 milhões, não está atraindo o público.
Até o dia 4 de dezembro, oito milhões de espectadores (9,93% do público total) foram às salas de exibição ver filmes nacionais. Em 2007, foram 10,3 milhões de espectadores (11,6% do total) para os filmes brasileiros.
Os filmes nacionais lançados este ano não tiveram o desempenho de bilheteria esperado. Um dos motivos alegados é o número excessivo de filmes produzidos, sem que o mercado dê conta. Outro problema é a qualidade dos filmes - a maioria é muito ruim, mesmo.
A crise é tamanha que produtores estão comemorando quando um filme atinge a 100 mil pagantes. Em 2008, apenas "Meu Nome Não É Johnny", de Mauro Lima (exibido em Feira de Santana, no Orient Cineplace, entre 25 de janeiro e a 28 de fevereiro), com público de 2,1 milhões de espectadores, alcançou número significativo.

Nenhum comentário: