Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Líder nas pesquisas, Tarcízio segue firme















































































Candidato democrata quer governar com a participação popular

"Vou ser prefeito levado pelas mãos limpas do povo de Feira de Santana, e irei governar esta cidade com muito trabalho e participaçãopopular, mas, sobretudo com o coração e muita força de vontade paracontinuar promovendo o crescimento e o progresso desta terra".
A assertiva é do deputado Tarcízio Pimenta, candidato do Democratas à Prefeitura de Feira, depois de percorrer, na noite de terça-feira, 23, os bairros João Paulo II, Parque Violeta e Morada do Bosque, na caminhada mais "puxada" da campanha do candidato democrata.
Tarcízio, cujo favoritismo para liquidar a fatura das eleições logo no primeiro turno, conta com 57% dos votos válidos, e também goza da menor rejeição (18%) entre os concorrentes ao Paço Municipal Maria Quitéria, num universo de 504 eleitores pesquisado pelo Ibope, entre os dias 16 e 18 de setembro.
DO BEM
Em contraposição às campanhas adversárias que se esforçam para desconstruí-lo politicamente pelo apoio irrestrito que vem recebendo do prefeito José Ronaldo de Carvalho, principal coordenador e avalista político da sua empreitada em direção ao Executivo, Tarcízio avisa que a sua vitória nas urnas simbolizará "um não às mentiras e aos impropérios que estão tentando imputar, sem sucesso, contra o bem e o progresso de Feira".
Ao lado da primeira-dama Ivanette Carvalho, o prefeito José Ronaldo concitou o público que se comprimia ao longo da avenida, onde candidatos a vereador e lideranças políticas se revezavam em discursos no palanque móvel da coligação "Feira Vai Continuar Princesa", a saírem às ruas, nesta reta de chegada, em defesa da candidatura Tarcízio Pimenta.
"A nossa campanha cresce a cada dia, e é a única que tem a participação expressiva do povo, que empolga as multidões. Porque esta campanha não vem de fora para dentro de Feira; ela foi toda gestada aqui mesmo, com o apoio espontâneo da população, já que nós apenas estamos coordenando este processo", disse Ronaldo.
Falando também em nome do deputado Fernando Torres, que não se encontrava em condições de discursar, o radialista e suplente de deputado Carlos Geilson foi enfático ao afirmar que "Feira não será entregue àqueles que apareceram de última hora para tomar a qualquer custo o poder", disse Geilson, sob o olhar atento do candidato a vice Paulo Aquino.
(Com informações de Jorge Magalhães e fotos de ACM)

Nenhum comentário: