Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

*

*

Contagem regressiva

My countdownCountdown

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

"Grandes mudanças para futuros avanços"

Por Tiago Martins

Não apenas em Salvador, mas em toda Bahia, o PPS está se articulando para lançar candidatos a prefeito, em todo o Brasil - principalmente nas 164 cidades com mais de 100 mil eleitores. Com essa iniciativa o PPS pretende se firmar como partido comprometido com os ideais da democracia, da ética, da justiça social, do desenvolvimento econômico sustentável e inclusivo. Em Salvador, já temos a pré-candidatura de Miguel Kertzman ao Palácio Thomé de Souza. O PPS oferece o nome de Miguel por ser ele um agente ativo na formulação e desenvolvimento de políticas importantes para a nossa cidade, agregando à sua capacidade técnica e experiência administrativa, uma trajetória política de lutas e coerência em favor dos princípios do Partido Popular Socialista. Esse movimento de reafirmação político-partidária também tem ocorrido em outras cidades pelo interior da Bahia, destacando-se que o presidente estadual do PPS na Bahia, George Gurgel, tem buscado incansavelmente apoiar todos os municípios em que o partido está presente. É de se notar que desde que ele assumiu a presidência há pouco mais de um ano, a legenda vem tomando uma nova roupagem, inclusive com uma reformulação e redistribuição das nossas regionais, com visitas permanentes de representantes da executiva estadual a essa regionais e aos municípios que solicitam a presença da direção estadual. No Congresso Municipal do PPS em Salvador estiveram presentes alguns desses pré-candidatos, entre eles Selestino Santos (Boa Nova), Eliseu Mercês (Amargosa), Moura (Utinga) entre outros.
A nova Executiva Municipal do PPS em Salvador, presidida atualmente pelo vereador Virgilio Pacheco, deixou clara sua posição em relação ao governo municipal, pois além de sair da base de um prefeito que já havia sinalizado seu afastamento em relação aos partidos que ajudaram a elegê-lo e compuseram a sua base de apoio original em seu primeiro ato, lança candidatura própria às eleições majoritárias de Salvador.
Nas próximas eleições vamos estar juntos a favor do nosso candidato a prefeito, das idéias e propostas para Salvador, ao invés de servir de degrau para outros candidatos. O PPS tem historia própria de luta em prol do coletivo, em busca de uma sociedade mais justa e ambientalmente sustentável. Essa historia se inicia desde os tempos do PCB e permanece firme até hoje.
Essas mudanças não se refletem apenas no âmbito municipal, já que também no Estado apoiamos a eleição do governador Wagner, colaborando plenamente na campanha para uma “Bahia de todos nós”, e essa parceria foi reconhecida pelo governador, desde o dia doze de dezembro de 2006 quando da indicação do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação
(Ildes Ferreira), como sendo da cota política do PPS, fato esse divulgado pelo próprio Jaques Wagner, no auditório do Banco do Brasil da Piedade. Infelizmente o PPS foi usado por parlamentares infiéis (como Colbert Martins Filho, que mudou para o PMDB) que se aproveitaram da credibilidade da legenda para conseguir pleitos pessoais. Mas não tenho dúvida que da mesma forma que o governador afirmou antes de sua posse no Banco do Brasil que a SECTI seria indicação da “cota política do PPS”, acredito que o secretário Rui Costa e o próprio governador, pela seriedade e integridades de ambos, e para honrar o compromisso assumido após eleição, já devem estar trabalhando para reaver o espaço destinado ao PPS no Governo Estadual, na reforma política que se avizinha.
Tiago Martins é vice-presidente municipal do PPS Salvado e secretário-geral da JPS Bahia

3 comentários:

Anônimo disse...

O Tiago Martins continua atazanando a vida de Colbert Martins, deputado que ele chama de infiel, por ter saído do PPS com a sedução de Geddel Vieira Lima. Tem razão, pois o PPS foi altamente prejudicado com a atitude do parlamentar feirense.

Anônimo disse...

Caro Dimas,
Em novembro publiquei no blog da JPS Bahia (www.jpsba.zip.net) um artigo que retratava a premeditação do Dep. Colbert em sair do PPS e levar com ele a secretaria estadual (SECTI) que era da cota da legenda. Mais tarde esse artigo foi publicado parcialmente no Correio da Bahia do dia 07/02 (http://www.correiodabahia.com.br/poder/palavradoleitor.asp?codigo=147073) e (http://www.clubecorreio.com.br/poder/informedabahia.asp?codigo=147164). Por perceber que seu blog tem uma grande capilaridade em Feira de Santana, estou te encaminhando esse material.

Saudações,

Tiago Martins

Anônimo disse...

Fico a pensar: Alguem casaria com uma mulher que foi infiel ao seu ex-marido? Que em sua vida sempre quis usar seu companheiro ao maximo e depois largou para ficar com outro e ainda levou o apartamento!!! Pois é assim que vejo o Colbert (traiu o PPS e ainda levou a SECTI). Que pena esse Tiago é Vice-Presidente de Salvador, deveria ser o PRESIDENTE do PPS de FEIRA DE SANTANA...
Espero que as viuvas de Colbert que ainda estão no PPS de Feira não queira apoiar esse traidor nas eleições de Outubro.