Clique na imagem

*

*
Clique na logo para ouvir

*

*

terça-feira, 19 de junho de 2007

Biblioteca Móvel Itapemirim aporta em Feira até 3 de julho


Biblioteca é estruturada em um ônibus
Divulgação



A Biblioteca Móvel Itapemirim aporta em Feira de Santana nesta quarta-feira, 20, e permanece na cidade até o dia 3 de julho. Trata-se de uma biblioteca circulante, estruturada em um ônibus adaptado e com objetivo de promover o incentivo à leitura e a disseminação da informação.
Há pouco mais de um ano viajando pelo Brasil, a Biblioteca Móvel Itapemirim, projeto desenvolvido pela área social do grupo, chega a esta cidade depois de visitar cerca de 50 cidades. A estadia é em parceria com a Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer, Secretaria da Educação e da Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa.
O projeto destina-se aos mais diversos públicos: adultos, jovens e crianças. Funciona em ônibus adaptado especialmente para atender às necessidades do seu funcionamento em qualquer lugar, com telão, computadores, impressora, televisão, vídeo, DVD, sistema de som, área para atendimento externo com toldo, mesas e cadeiras.
A primeira atividade da programação é a apresentação do projeto aos participantes de treinamento, pela manhã, entre 10h30 e 12 horas. A abertura ao público se dará às 13 horas, com visitação livre até às 17 horas. Às 14h30, a abertura oficial, com presença de autoridades e convidados. Inicialmente, nesta quarta-feira e na quinta, o equipamento estará instalado no canteiro central da avenida Getúlio Vargas, próximo ao terminal de ônibus.
Na sexta-feira, 22, e no sábado, 23, a Biblioteca Móvel estará instalada no estacionamento do Iguatemi, funcionando no mesmo horário do shopping. No período de 24 deste mês a 3 de julho, estará no estacionamento em frente do Paço Municipal, no início da avenida Getúlio Vargas, sendo que nos dias 30 de junho e 1º de julho, sábado e domingo, será montada no Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho, com atividades das 10 às 17 horas.
A Biblioteca Móvel Itapemirim disponibiliza empréstimo de livros (com apresentação de documento de identidade e comprovante de residência); programa “Hora do Conto”, das 15 às 16 horas, constando de apresentação do projeto, contação de história, interação das crianças com os monitores; e quatro oficinas simultâneas (nos 13 dias, das 16 às 16h30) - Oficina Coquetel (Memorex, Palavras Cruzadas e Caça Palavras), Brincando Com Advinhas (atividades sobre o que é o que é?), Oficina Faun a Mirim (jogo de memória com personagens), e Oficina Revisteca (revista para colorir).
O horário das 16h30 às 17 horas será destinado a atividade local, com apresentação de diversas manifestações artísticas, principalmente musicais, a cargo da Fundação Cultural Egberto Costa.
O projeto pedagógico da Biblioteca Móvel Itapemirim foi desenvolvido pela profesora Walda Antunes, doutora em educação e mestre em planejamento bibliotecário. O acervo foi criteriosamente selecionado, tratado e informatizado: é formado por mais de dois mil títulos contemplando diversas áreas de interesse para o atendimento das comunidades.
O Governo Municipal tem implementado uma série de ações propositivas no que se refere a bibliotecas, com inauguração de unidades, implantação de projeto digital, parceria com a Fundação Biblioteca Nacional. Agora, a parceria com a Biblioteca Móvel Itapemirim, que permanece 14 dias nesta cidade.
Interessante que já tem um tempo que a Biblioteca Móvel da Itapemirim, um programa de responsabilidade social, roda pelo Brasil. O programa até recebeu menção como uma das cinco melhores causas sociais sem fins lucrativos de 2006.


Nenhum comentário: