*

*

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Conquistas e reconhecimentos

Mais de 43 mil visitas e 1.900 postagens retratam a consolidação deste Blog Demais. Esta uma das principais vitórias neste ano de conquistas e reconhecimentos. Agradecemos aos nossos leitores e parceiros pela contribuição dada a este espaço.
Em 2007, outros fatos relevantes para nós: crescimento na fé em Deus; promoção de meios para a visita do escritor Muniz Sodré a Feira de Santana; ingresso no curso de Comunicação Social com ênfase em Jornalismo da Unef (passagem para o segundo semestre garantida); reconhecimento com o título de Companheiro Paul Harris, de Rotary International; distinção com o Troféu Earte 35 anos; palestrante sobre “A Imagem Pública de Rotary”, no Seminário de Treinamento da Equipe Distrital, e sobre o Blog Demais para estudantes da Unef; participação na equipe do Teatro Virtual (na divulgação); participação na equipe do governador Germínio Orlando Braga do Distrito 4390 de Rotary International (relações públicas e editor da Carta Mensal); participação na Oficina de Cinema Documental, realizada no Cuca; atuação como mestre de cerimônias de eventos culturais, como comemoração dos 40 anos do Museu Regional de Arte e lançamento de encarte "Memórias: Artistas Plásticos Feirenses (Carlo Barbosa).

As melhores postagens de 2007- II

Segunda parte de retrospectiva 2007 do Blog Demais, destacando as principais postagens do segundo semestre, entre julho e dezembro.
Dezembro
Passados seis meses
Ano acaba sem solução para Teatro e Centro de Convenções
Contribuição para a memória feirense
Paulo Souto critica manipulação de Wagner
Paço Municipal novo em folha
Os melhores filmes de 2007
Sérgio Carneiro vence José Neto
PIB cresce 13% e Feira é o 86º município mais rico do Brasil
Sem entendimento
Sem comunicação
Sem relevância
Feira entre os 100 maiores municípios em relação ao PIB
Senado aprova empréstimo para construção de viadutos
Eleitorado que se cuide
Feira ganha Academia de Educação
José Ronaldo com boa avaliação
Fernando de Fabinho escolhido como melhor
Governo Wagner é marcado por incompetência segundo leitores do Blog Demais
Coitada de Feira
Voto aberto de João Durval
Quanto o Governo Federal liberou para Feira na gestão Lula?
Feirense na Rede Record
Tentando colar a crise
Espaço concorrido: Teatro Ângela Oliveira
Senadores mentiram sobre voto
Vereadores criticam governo Wagner
Que branquelo vai representar Lucas?

Novembro
Rolando lero
Um governador em apuros
Feira pode viver sem o busto de Lucas
Preconceito e discriminação contra evangélicos
Projeto Teatro Virtual apresentado em São Paulo
Deve ser por ter carteira de jornalista
Exemplos de que existe cultura em Feira de Santana
Diretor do HGCA não tem o que dizer na Câmara
Culto à ignorância
Desconhecimento ou jogo de cena
Talvez com dublê de corpo
“Pela primeira vez na Bahia”
Blog Demais ano um
O tal do retrovisor
Apontando para o retrovisor
Curtura é o que

Outubro
O porque de Feira não ter delegacia da Polícia Federal
De olho na embromação
Um feirense no Conselho Estadual de Cultura
Quantidade em vez de qualidade
Embromação de governo petista
Colbert antecipa candidatura e causa imbróglio
Herrar é umano
Lembrando as três derrotas de Colbert
Colbert não conhece a cidade que quer governar
Não é um simples planetário
Para ser lembrado nas eleições do próximo ano
Talvez pela desinformação
Feira é a 31ª cidade do Brasil
Segunda cidade não capital do Norte e Nordeste
Maior que nove capitais
População de Feira é de 571.997 habitantes
Assassinato da língua portuguesa
Infiéis, como Colbert, têm mandado preservado
Feira na vanguarda do saber
Governo Wagner reduz investimento na saúde
Aeroporto para urubus

Setembro
Mais um factóide de Messias
Dados para análise de candidato
Relato de interrogatório mostra série de crimes praticados por Lucas da Feira
Entusiasmo pelo Teatro Virtual
Não vejo filme em cópia pirata
Manipulação de informação
158 anos do enforcamento de Lucas da Feira
Atitude a ser lembrada
Arrasando o que existe
Projeto tecnológico inovador coloca Feira sem fronteiras
Feira entra no futuro com Teatro Virtual
Colbert vota pela prorrogação do CPMF
O epíteto Princesa do Sertão
Feirense ou feirante?
Homenagem a Francisco Pinto e lembranças de Olney São Paulo
Sem demanda para aeroporto funcionar
Formosura de Feira
Governo petista é “um faz de conta”
Mercado de Arte Popular reconhecido como patrimônio histórico
Monumental obra de arte
Senado tem pelo menos dez parlamentares mentirosos
Senadores mentem
Quem são os inimigos da cidade?
Como João vai votar
Repercussão do casamento da feirense que virou Lady
Feirense agora é Lady
Ataque à liberdade de imprensa

Agosto
Qual dos dois?
Tarcízio critica falta de comunicação do governo
Cultura do lero-lero
Primeira-dama do Estado reconhece que governo Wagner não disse a que veio
Colbert assina CPI dos totalitários, dos que ignoram a liberdade de imprensa
Feira entre os municípios que geram mais empregos
Colbert desinformado
Bandido merece homenagem póstuma?
Era Multiplex completa seis anos
Carro de Boi e Jerimum não têm futuro
Cidadania para Muniz Sodré
Tensão entre governo e aliados
Uefs tem dinheiro de mais e governo corta recursos
Complexo cultural ameaçado
Contra os que pularam a cerca
Sem defesa por bairrismo
Colbert sob pressão
Vereador diz que Wagner desrespeita Justiça

Julho
Passeata da grande vaia
Poço de mágoa
Preconceito contra o Rádio AM e a hipocrisia dos paladinos da moralidade
Solla não inclui saúde de Feira em balanço
Não acredito em governo petista
Espera de um ano para confirmação
Como será o final dos tempos
Sobre o estilo petista de governar
Nível de corrupção piora no Brasil
Colbert mudo
Messias está “voando” no CRA
Governo petista quer diminuir capacidade do Teatro
Aquecimento é terrorismo climático
Feira é o 39º colégio eleitoral do país
Eleição das sete maravilhas é farsa global

Passados seis meses

Em julho passado, se fez estardalhaço - com certeza, muito barulho por nada - com o compromisso firmado entre a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Fundação Cultural do Estado da Bahia, que prevê a recuperação da parte física do Centro de Cultura Amélio Amorim, em especial a parte que envolve o restaurante Carro-de-Boi e a boate Jerimum, que estão abandonados e em ruínas, quase caindo os pedaços.
Foi até anunciado o prazo estimado para alocação de recursos, que é de um ano.
Só dá para acreditar vendo. A espera nem é tão longa e seis meses já se passaram. A promessa parte de um governo que suspendeu as obras do Teatro e Centro de Convenções, complexo que já era para estar em funcionamento, sob várias alegações absurdas.
E mais ainda om o conhecimento de que o restaurante e a boate não têm nada de cultural, apesar da defesa de alguns de que os espaços podem se transformar para essa necessidade.

domingo, 30 de dezembro de 2007

As melhores postagens de 2007 - I

Primeira parte de retrospectiva 2007 do Blog Demais, destacando as principais postagens do primeiro semestre (não estão incluídas postagens de janeiro e parte de fevereiro, que foram perdidas com mudança de hospedagem).
Junho
Lucas da Feira merece homenagem?
Contra os viadutos
Informação incorreta causa prejuízos
Governo demite mais 16 na Cesta do Povo
Colbert não defende companheiros de partido
Prefeito de Salvador censura imprensa
Fala Colbert!
Vereador diz que diretor de hospital está mentindo
Falando sobre o Blog Demais
Governador ausente
Vereador petista ataca governo Wagner
Carneiro arrogante
Vitória arrasadora da direita na França
Governo arrasa cultura
A cultura da mentira
Cinco meses de cargos vagos
Nada além do que uma ilusão
Contra a cultura
O que esperar de um ditador
Onde está Colbert?
Tempo é o consolo
Estão arrasando com a cultura

Maio
Wagner quer aumento urgente
Maioria da imprensa da Bahia pelegou de vez
Feirense treina pessoal para Multiplex em Angola
Reportagem de jornal britânico diz que Brasil é país do “rouba, mas faz”
Cultura sem divulgação nos jornais locais
Jornalista baiano não presta?
Biblioteca Municipal oferece conexão sem fio à Internet
Todo mundo informa errado
Deputados aprovam reajuste nos próprios salários
Feira empacada pelo governo petista
Os sete pecados de Colbert
Falar em campanha é fácil, governar é que são elas
Colbert espetado por Carneiro
Colbert no paredão
PPS entra com mandado de segurança no STF para reaver mandato de Colbert e mais sete
Governo convoca médicos sem qualificação

Abril
Urna não é pia batismal
A fraude do aquecimento global
Traição de Colbert questionada em Aracaju
Visão petista é tacanha
Forfait interestadual de Jaques Wagner
Um marco para Feira de Santana
PT tem alergia à imprensa
Derrubada alegação de Colbert
PPS barra reingresso de Colbert
Colbert acusado de traição. Sérgio também
Boicote a Colbert
Cem dias sem nada
Talentos na arte de assassinar a gramática
Bola-fora de Colbert
José Neto exonerado

Março
Colbert entre os 308
Deputados infiéis querem direito de traição
Feira tem cultura, sim senhor
Infidelidade de Colbert é exemplo
Racismo de negro contra branco
Livro é tábua de salvação
Resultados positivos com a visita de Muniz Sodré a Feira de Santana
Muniz Sodré sinaliza positivamente a pleitos de José Ronaldo
Lula não indica Colbert
Avanço para a retaguarda
Antiamericanismo mais do que idiota
Wagner pratica o que condenou em Paulo Souto

Fevereiro
Feira recebe visitas do presidente da Biblioteca Nacional
Unidos venceremos?
Como um filme é feito no Brasil
Sem senso de ridículo
Colbert sem chance
Lembrando 27 anos sem Olney São Paulo

Somente sessões iniciadas até às 17 horas na véspera de Ano Novo


Nesta segunda-feira, 31, véspera de Ano Novo, no Orient Cinplace, só funcionarão as sessões iniciadas até às 17 horas.
Assim, são as seguintes sessões dos filmes em cartaz no Multiplex do Iguatemi: "Xuxa em Sonho de Menina", na Sala 1, às 14h50 e 16h45; "Encantada", na Sala 2, às 14h40; "A Lenda de Beowulf", na Sala 2, às 16h55; "Os Porralokinhas", na Sala 3, às 15h30; e "A Bússola de Ouro (poster) ", na Sala 4, às 16h30.
Na terça-feira, 1º de janeiro de 2008, a programação volta ao normal.

sábado, 29 de dezembro de 2007

Releitura de Caim e Abel



James Dean e Raymond Massey em "Vidas Amargas"

Divulgação

"E saiu Caim de diante da face do Senhor e habitou na terra de Node, à leste do Éden". É do versículo 4: 16 de Gênesis que foi tirado o título de "East of Eden", romance de John Steinbeck, no qual foi baseado o filme que no Brasil tem o título de "Vidas Amargas". Assim, uma releitura da passagem bíblica de Caim e Abel.

Revi ao filme na noite deste sábado, 29, em DVD de minha coleção. Tinha assistido ao filme em 1966 - primeiro visto nesse ano -, no Cine Íris. "Vidas Amargas" é excelente, realizado com muita sensibilidade.

No drama, a luta desesperada de Cal (James Dean) com seu irmão Aron (Richard Davalos) pelo amor e reconhecimento do pai (Raymond Massey). Ele descobre que sua mãe (Jo Van Fleet), até então dada como morta, mora na cidade vizinha. A jovem Abra (Julie Harris) namora Aron, mas fica dividida com o desajustado Cal. O conflito entre o bem e o mal está contido no filme, assim como o tema da desintegração familiar. Como pano de fundo a Primeira Guerra Mundial transformando a vida de uma pacata cidade. Mesmo com a amrgura do título brasileiro, há esperança.

Primeiro filme de James Dean, marcou sua primeira indicação póstuma ao Oscar, a primeira do tipo na história da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. Teve outras indicações ao Oscar: Diretor (Elia Kazan), Roteiro (Paul Osborn) e Atriz Coadjuvante (Jo Van Fleet), tendo conquistado esta premiação. Foi o Melhor Filme Dramático do Festival de Cannes, indicado à Palma de Ouro, e conquistou o Globo de Ouro na categoria de Melhor Filme.

O que é um planetário

Maquete do ZKP 4 Quinto

Divulgação
Os primeiros planetários eram pequenos modelos de miniaturas mecânicas do sistema solar, obras-primas de relojoeiros habilidosos. Projeções em planetários tornaram a palavra popular: instrumentos de projeção ópticos-mecânicos como projetores de estrelas, Sol, Lua e planetas em uma cúpula hemisférica.
Uma definição técnica de planetário: o planetário é uma sala redonda coberta por uma cúpula hemisférica na qual, ao ser escurecida, pode-se admirar as estrelas, o Sol, a Lua, os planetas e outros objetos astronômicos e fenômenos atmosféricos projetados por meio de um projetor de planetário. A cúpula de projeção cobre um auditório contendo poltronas para os espectadores das seções.
O planetário é capaz de reproduzir o céu estelar em diferentes épocas e locais de observação. As apresentações dos projetores de planetários são complementadas por slides, vídeo e projetores de efeitos especiais. Mídias audiovisuais adicionais permitem que os planetários criem programas em forma de apresentações multimídia.
Desde o lançamento dos modernos sistemas digitais de projeção para cúpulas hemisféricas, o conceito de planetário foi ampliado para um espaço de projeções multidisciplinares imersivas com efeitos visuais tridimensionais. Atualmente, o planetário digital pode também ser chamado de cinema imersivo digital, sendo possível fazer apresentações de qualquer natureza como aulas das diversas matérias do currículo escolar, exibição de vídeos, espetáculos multimídia, além das convencionais projeções astronômicas. Este espaço também pode ser usado para realizar eventos como congressos, lançamento de produtos, conferências entre outros.
Os planetários óticos e digitais possuem características e vantagens distintas, atendendo, portanto, a finalidades diversas, uma vez que o planetário ótico privilegia a projeção precisa das estrelas, enquanto o digital favorece a multidisciplinariedade das apresentações, possibilitando a utilização mais ampla do espaço planetário.
Hoje em dia os shows de planetários levam o público até os limites do Universo e ao interior das estrelas; eles exploram a questão de vida extraterrena e recontam as lendas heróicas da Antigüidade Clássica. Resultados de novos acontecimentos culturais enriqueceram os programas. Com shows de laser, concertos e performances teatrais, os eventos nos planetários evoluíram e se distanciaram sensivelmente do sentido original do termo planetário, que atualmente possui um sentido mais amplo.
Os planetários mostram um vislumbre do mundo, além de contribuírem para o entendimento do universo. Suas apresentações entretêm, informam, permitindo experimentar a ciência, a cultura e a arte.
Este é um grande empreendimento, não importando o nome que é dado à instituição criada: planetário, centro de ciências ou qualquer outro. No caso de Feira de Santana, Teatro Virtual - primeira etapa do Museu Parque do Saber, que o Governo Municipal empreende.
Assim, com o conceito de planetário ampliado, um espaço multidisciplinar de projeções digitais. Diferentes tipos de sessões vão ser apresentadas no Teatro Virtual.

ZKP 4 Quinto
O Planetário ZKP 4 Quinto, da Carl Zeiss, adquirido pela Prefeitura de Feira de Santana é um equipamento totalmente novo, concebido para cúpula de 13 metros de diâmetro. Este planetário possui um sofisticado sistema de projeção por fibras óticas desenvolvido pela empresa alemã, possibilitando a mais alta perfeição e qualidade na reprodução do céu estrelado com diversos efeitos especiais, tais como a cintilação e a tonalidade de cor das estrelas conforme observados na natureza. Este projetor ótico será conjugado ao sistema digital Spacegate para apresentações full-dome de temas de qualquer natureza. Com esta nova tecnologia, o planetário será utilizado como um espaço multidisciplinar para apresentações de aulas expositivas, espetáculos digitais, lançamentos de produtos etc.

Leitoras do Blog ganham camisas de "O Passado"

Quatro leitoras do Blog Demais ganharam sorteio de brinde (camisa) do filme “O Passado”, que esteve em cartaz no Orient Cineplace, entre sexta-feira, 21, e segunda-feira, 24. Foram: Ilma de Jesus, Tamara Cerqueira, Tamylla Novais e Thaís Rabello. A promoção foi em parceria com a Espaço/Z Marketing de Entretenimento, através da Warner Bros.

"A Bússola de Ouro" estréia com sucesso no Brasil

Nicole Kidman em "A Bússola de Ouro", em exibição no Orient Cineplace

Foto: Divulgação
Repetindo a ótima performance do filme nos mais de 23 territórios internacionais nos quais foi líder de bilheterias, a superprodução "A Bússola de Ouro" chegou aos cinemas brasileiros - incluindo o Orient Cineplace, em Feira de Santana - no Dia de Natal, 25 de dezembro, fazendo excelentes números. Com apenas três dias de exibição, o longa-metragem estrelado por Nicole Kidman e Daniel Craig levou às salas de cinema mais de 320 mil espectadores, liderando o ranking nacional mesmo sem ter feito sua estréia tradicionalmente numa sexta-feira.
Só para traçar um paralelo com um sucesso recente, "A Bússola de Ouro" fez mais bilheteria em apenas três dias do que o filme brasileiro "Tropa de Elite" em sua primeira semana de exibição, quando contabilizou por volta de 290 mil pessoas.
"É claro que estamos muito satisfeitos com o resultado, que foi acima das nossas expectativas e continua apresentando crescimento dia após dia", afirmou Otelo Bettin Coltro, vice-presidente executivo da PlayArte Pictures. "Mas o que mais nos deixa felizes é saber que o boca a boca está sendo altamente positivo. Em algumas salas, o filme chegou até a ser aplaudido, o que significa que os brasileiros estão acolhendo muito bem a jornada da menina Lyra", considerou.
Dos mesmos produtores da trilogia "O Senhor dos Anéis", "A Bússola de Ouro" é uma aventura épica que acontece num mundo no qual as almas das pessoas se manifestam na forma de pequenos animais chamados dimons, ursos polares trajando armaduras metálicas travam batalhas e as crianças desaparecem sem pistas. No centro da trama está Lyra, que parte para encontrar seu melhor amigo e todas as crianças perdidas e termina numa cruzada para salvar sua própria realidade e também a nossa.
Fonte: PlayArte

Receita para um ano feliz

Recebi da amiga Suzana Maciel e passo para os leitores uma receita para um ano feliz:
Tome 12 meses completos.
Limpe-os cuidadosamente de toda a amargura, ódio e inveja.
Corte cada mês em 28, 30, ou 31 pedaços diferentes, mas não cozinhe todos ao mesmo tempo.
Prepare um dia de cada vez com os seguintes ingredientes:
- Uma parte de fé
- Uma parte de paciência
- Uma parte de coragem

- Uma parte de trabalho
Junte a cada dia uma parte de esperança, de felicidade e amabilidade.
Misture bem, com uma parte de oração, uma parte de meditação e uma parte de entrega.
Tempere com uma dose de bom espírito, uma pitada de alegria e um pouco de ação, e uma boa medida de humor.
Coloque tudo num recipiente de amor.
Cozinhe bem, ao fogo de uma alegria radiante.
Guarneça com um sorriso e sirva sem reserva.

Ano acaba sem solução para Teatro e Centro de Convenções

Maquete do Teatro e Centro de Convenções

Foto: ACM

O ano está se acabando e o governo petista mantém inalterado o quadro do Teatro e do Centro de Convenções. As obras do complexo cultural estão paralisadas desde março. Várias alegações já foram dadas para a suspensão das obras - até uma incrível justificativa de “falhas no projeto” -, que estavam bem adiantadas.
Já tratamos da questão várias vezes neste Blog Demais. As lideranças políticas da base governista pouco estão se preocupando com o caso. Interessante que o deputado federal Colbert Martins Filho e o deputado estadual José Neto, que na época do anúncio das obras, pelo então governador Paulo Souto, consideraram a capacidade do Teatro como pequena para as necessidades de Feira de Santana. Uma das alegações para a suspensão das obras é a capacidade do espaço, que estão considerando grande para a cidade.
Os dois deputados precisam se posicionar contra a atitude do governo Wagner, que se configura como um retrocesso, um contrasenso.
Vale lembrar que o projeto do complexo foi bancado pela Prefeitura, assim como o Município quem doou a área para a construção. A autorização para a construção do Teatro e Centro de Convenções foi assinada em 6 de julho de 2005, pelo então governador Paulo Souto. A estrutura do prédio está erguida no bairro São João e tem 20 mil metros quadrados de área construída.
O certo é que Feira precisa tanto do Teatro como do Centro de Convenções. Todos consideram um equipamento importante para a cultura e para a economia do município. Pelo projeto original - do arquiteto sergipano Eduardo Carlo Magno, que ganhou licitação - o espaço conta com um Teatro para 720 espectadores, moderno, dotado de salas para ensaio, cenografia, oficina de produção, camarins, além de equipamentos de som e luz de última geração. O Centro de Convenções tem dois andares. No térreo, um pavilhão para eventos com 900 metros quadrados; no primeiro piso, salas de imprensa, administração e mais seis espaços para reuniões, palestras e congressos.
O empreendimento é de extrema importância para a cidade. Não só para desenvolver o turismo de negócios, mas também para alavancar as atividades artísticas. A execução do projeto ficou a cargo da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, através da Superintendência de Construções Administrativas (Sucab).
O investimento do Estado previsto na obra foi de cerca de R$ 13 milhões, que até dezembro de 2006 seguiu projeto arquitetônico. Pela previsão do governo anterior, as obras deveriam ser concluídas em março passado. Em 20 de setembro de 2006, o então secretário de Desenvolvimento Urbano, Roberto Moussallem, e o então secretário da Cultura e Turismo, Paulo Gaudenzi, estiveram em Feira de Santana para uma visita de inspeção. Eles constaram na época que as partes mais difíceis e demoradas já haviam sido feitas - a fundação e a estrutura. A partir daí, a conclusão seria rápida e depois viria a montagem de palco, iluminação cênica, som entre outros equipamentos.
Será que o governo petista vai concluir a obra ou vai ficar embromando com sua incrível lentidão e olhando para o retrovisor, culpando o governo anterior? Como a cultura pretendida pelo governo petista é de feirantes e quilombolas, provavelmente só em outro governo para se ter a obra concluída.
Detalhe: enquanto issso, em área vizinha avança a construção do Teatro Virtual, primeira etapa do Museu Parque do Saber, empreendido pelo governo José Ronaldo, com inauguração prevista para julho de 2008.

Contribuição para a memória feirense

"É certo que, apenas pela narração que os indivíduos e as comunidades fazem sobre si mesmos, é possível um acesso pleno à memória. Em meio a essa imensa oferta de informações e de sentido por parte dos meios de comunicação e das tecnologias do digital, a memória de uma cidade ou de uma comunidade particular arrisca apagar-se ou fazer parte daquilo que uma certa sociologia vem chamando de "culturas do desaparecimento", isto é, aquele tipo de experiência que pode estar presente, mas que se esquece sistematicamente, seja por sua fugacidade, seja por sua incapacidade de resistir à hipersaturação informativa.
Daí o interesse de iniciativas como esta, da Fundação Senhor dos Passos - voltada para a preservação da memória de Feira de Santana -, de partilhar com o público o registro do cotidiano feirense entre os anos de 1877 e 1888. Das páginas dos muitos periódicos garimpados por Carlos Brito no site da Biblioteca Nacional, emergem os sinais originários de uma cidade ao mesmo tempo histórica e mítica, por sua posição estratégica na encruzilhada entre espaço urbano e sertão. Destinada à distribuição gratuita por toda a comunidade universitária, clubes de serviços, escolas municipais e estaduais, bibliotecas e outros segmentos organizados da sociedade feirense, esta publicação deve ser vista como uma autonarração comunitária. É uma valiosa contribuição para tornar menos vulnerável o presente das memórias".
Esta a apresentação da publicação "Memórias: Periódicos Feirenses 1877-1888", organizada por Carlos Brito e Arcênio Oliveira, feita pelo professor e escritor Muniz Sodré, presidente da Fundação Biblioteca Nacional. A edição é do Núcleo de Preservação da Memória Feirense, da Fundação Senhor dos Passos, e acaba de ser lançada, com distribuição gratuita dirigida - já estou de posse de exemplar para minha biblioteca.
São dez jornais e 24 edições: "O Motor" (diário), três edições; "O Capítulo", uma edição; "O Vigilante", uma edição; "Eccho Feirense", uma edição; "Cidade da Feira", uma edição; "Correio da Feira", uma edição; "O Progresso", onze edições; "A Convicção", uma edição; "Jornal da Feira", três edições; e "Correio de Noticias", uma edição.
Como Muniz Sodré afirma na apresentação, quem descobriu a preciosidade foi Carlos Brito, secretário de Planejamento, pesquisando na página da Biblioteca Nacional. A tiragem é de um mil exemplares.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Cobertura fotográfica da inauguração da restauração do Paço Municipal



Onze registros fotográficos de ACM, da Secretaria de Comunicação Social, que mostram momentos da inauguração da restauração do Paço Municipal Maria Quitéria, pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, na tarde de quinta-feira, 27.











































































quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Apontamentos sobre a inauguração da restauração do Paço Municipal

"Meu coração renovado", "deixa o coração falar", "controlar o coração", "o coração mandou fazer". Por várias vezes em sua fala, na tarde desta quinta-feira, 27, durante a inauguração da restauração do Paço Municipal Maria Quitéria, o prefeito José Ronaldo de Carvalho se referiu ao seu "coração de menino". Acabou pedindo desculpas ao cardiologista João de Deus, que o acompanha, por ter falado mais que o recomendado. Por fim, deixou "um beijo no coração de todos". A primeira-dama Ivanette Rios de Carvalho esteve sempre ao lado do prefeito.
***
"Vamos estar juntos por Feira de Santana em 2008", disse o prefeito José Ronaldo, considerando sobre a unidade do grupo político que comanda frente as eleições municipais.
***
Antes da chegada do prefeito, o mestre de cerimônias Itajay Pedra Branca leu por várias vezes uma nota sobre recomendações aos presentes, para que não cumprimentassem, abraçassem e tocassem José Ronaldo. Sugeriu apenas acenos para o chefe do Executivo.
***
Dois ex-governadores da Bahia entre os convidados presentes, ambos com direito a fala. O atual senador César Borges e o presidente do Democratas na Bahia, Paulo Souto.
***
Um deputado federal, Fernando de Fabinho, mais sete deputados estaduais estiveram presentes: Gildásio Penedo, líder da oposição, Heraldo Rocha, líder do Democratas, Eliedson Ferreira, Jurandir Oliveira, Rogério Andrade, Sandro Régis e Tarcízio Pimenta.
***
Dois ex-prefeitos marcaram presença: José Raimundo de Azevêdo e José Ferreira Pinto.
***
Todo o secretariado municipal marcou presença no evento.
***
A maioria dos vereadores governistas prestigiou a inauguração. Entre os ausentes, Luciano Paim, que está em lua-de-mel.
***
Cinco nomes citados como prefeituráveis estavam presentes no palanque: deputado federal Fernando de Fabinho, deputado estadual Tarcízio Pimenta, vice-prefeito e secretário de Transportes e Trânsito Antônio Carlos Borges Júnior, ex-deputado federal Jairo Carneiro, e ex-secretária de Estado da Educação Anaci Paim.
***
Orlando Santiago, de Santo Estevão, também presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Neuza Santos, de Coração de Maria, Paulo Ribeiro, de Santanópolis, Moacir Brandão, de Tanquinho, José Augusto Vieira, de Anguera, e Antônio Pimentel, de Governador Mangabeira, foram prefeitos de cidades da região presentes.
***
Em seu pronunciamento, o senador César Borges lembrou de seus "laços profundos" com Feira de Santana e colocou-se como "trabalhador" por este município. Contou de sua participação no processo de aprovação pelo Senado da autorização do empréstimo da Prefeitura junto à organismo internacional para construção de viadutos.
Ele ainda declarou que José Ronaldo "saberá escolher o melhor para conduzir os destinos da cidade no futuro" e alertou que o eleitorado "não se deixe iludir por ninguém".
***
A sucessão muncipal esteve em pauta em todas as considerações de quem usou a palavra. Orlando Santiago falou que a gestão de José Ronaldo marca "Feira antes e depois dele" e "é um exemplo para a Bahia e o Brasil". Ele também fez alerta sobre o futuro: "A questão de Feira não é de ideologia, mas de homem de bem, de caráter. O eleitorado precisa ser justo nas urnas".
***
Paulo Souto considerou que cada um deve refletir o que significa a gestão de José Ronaldo no voto em seu sucessor. "Feira precisa continuar no caminho de progresso", recomendou.
***
Em sua fala, José Ronaldo deu uma alfinetada no governador Jaques Wagner, que insiste em olhar no retrovisor, criticando seus antecessores (Antonio Carlos Magalhães, Paulo Souto e César Borges), afirmando que "nunca agredi nenhum prefeito anterior". Para ele, "temos que reconhecer o valor de cada um".

Lula Walker

Está no Blog de Cláudio Humberto:

Com dados da Presidência, a agência espanhola Efe informou ao mundo que Lula foi "o presidente que mais viajou": 61 dias visitando 29 países de quatro continentes, em 32 viagens internacionais. Haja combustível.

Filme leve e encantador

Amy Adams em "Encantada", filme leve e encantador direcionado às mulheres de todas as idades
Divulgação

"Encantada", em cartaz há três semanas no Orient Cineplace, continua atraindo muita gente ao cinema, principalmente as mulheres - meninas, garotas, moças e senhoras de todas as idades. Trata-se de um filme leve que encanta a todos.
O filme começa em formato de animação num reino da fantasia, onde a jovem Gisele se apaixona por um príncipe, mas acaba sendo expulsa do reino encantado pela rainha malvada. Ela vai parar no mundo real, em plena Nova York (entra a live-action), e enfrenta um novo estilo de vida. Depois, tanto o príncipe como a rainha, além do seu fiel escudeiro, aparecem à sua procura.
Pode ser considerado como ingênuo e piegas, incrível nos dias de hoje, mas a platéia que lota a sala torce - manifestações com suspiros, gritinhos e aplausos - muito para o final feliz de conto de fadas.
A canção "That's How You Know", está indicada para o Globo de Ouro.

Paulo Souto critica manipulação de Wagner

Em entrevista concedida ao radialista Cristovão Rodrigues, em programa na Rádio Itaparica, na quarta-feira, 26, o ex-governador e presidente do Democratas na Bahia Paulo Souto afirmou que o governador Jaques Wagner precisa governar e deixar de olhar para o retrovisor.
Paulo Souto lembrou por exemplo que no seu governo a economia da Bahia crescia a taxas superiores à do País e que este ano o Estado cresceu 4,5% enquanto que a taxa nacional foi de 5,3%.
Ele declarou na entrevista que "essa é a realidade da Bahia e não a que está posta numa propaganda com coisas que não são verdadeiras, em outdoors, jornais e na televisão". Em outras palavras, falou sobre a manipulação que está sendo feita atualmente.
Lembrou ainda que o programa de recuperação da malha rodoviária do Estado foi negociado em seu governo com o Banco Mundial. E o governo Wagner apresenta com seu. Segundo Paulo Souto, na época, o PT votou contra a operação de crédito para a recuperação das rodovias estaduais.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Paço Municipal novo em folha

Paço Municipal Maria Quitéria será reaberto nesta quinta-feira, depois de restauração
Foto: ACM/Secom
Por Batista Cruz, da Secretaria de
Comunicação Social


O prédio da Prefeitura de Feira de Santana voltou a ter a imponência de há 81 anos, quando foi inaugurado. Em 1926, os feirenses foram às ruas para comemorar a inauguração. Nesta quinta-feira, 27 de dezembro, eles voltarão a ocupar as avenidas Senhor dos Passos e Getúlio Vargas para festejar a mais profunda restauração do Paço Municipal Maria Quitéria, nome oficial do prédio, em oito décadas.
As 64 portas e janelas do prédio, que adotou vários estilos arquitetônicos, bem comum à época, serão abertas na tarde para a visitação pública. Os recursos aplicados na restauração foram próprios do Tesouro Municipal. Tudo, em todos os ambientes, voltou ao que era antes - isto em termos arquitetônicos. Toda imponência do octagenário prédio foi recuperada.
"Tudo que foi feito prepara o prédio para mais, no mínimo, dez décadas", disse o secretário vice-prefeito e secretário de Transportes e Trânsito, Antônio Carlos Borges Júnior. "Tudo foi devidamente planejado para deixar o prédio mais próximo do original possível. E foi feito, como vemos nos resultados", considerou.
As cores são as mais próximas da primeira demão de tinta - a cor interna se aproxima da areia e da palha. Chegou-se à tonalidade à base de sondagens. Várias camadas de tinta foram aplicadas nas paredes quase seculares. Todas intervenções foram feitas com aval do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac). O prédio é tombado pelo órgão.
Tudo feito conforme a planta original - o projeto arquitetônico foi do engenheiro Accioly Ferreira, que também foi responsável pela construção. O prédio foi construído entre 1921 e 1926, durantes as intendências de Bernardino Bahia e Arnold Silva. Em oito décadas passou por pequenas reformas e pinturas gerais.
As pinturas murais que existem nos tetos do hall principal, no Salão Nobre e no corredor paralelo ao Salão Nobre, ganharam as cores originais. E sua estrutura foi consolidada. Não mais existe o perigo de desabamento. Os técnicos descobriram, sob camadas de tinta, a técnica de pintura conhecida como escaiola, que dá aspecto marmorizado, em alguns pontos do prédio. Todos foram devidamente recuperados.
Os forros do hall principal, do Salão Nobre e do corredor, onde existem as pinturas murais, foi feito em estuque, que é uma argamassa para revestimento à base de cal e areia. Toda pintura, que foi feita à mão, foi recuperada. Ganharam o frescor e a beleza originais.
As pinturas parientais, aqueles desenhos que ficam na parte superior das paredes, foram resgatados. Todos voltaram às formas originais - a arte decorativa comum no período a construção do prédio tem exemplos fitomorfos. Uma das exigências do Ipac foi que as pinturas ficassem à mostra. Por isso, as divisórias foram colocadas à meia altura. A reforma durou cerca de 18 meses.
"O que foi feito foi com os olhos voltados para o passado, focado no presente e mirando no futuro", afirmou o secretário de Planejamento, Carlos Brito. "A recuperação da Prefeitura é um marco em toda longa história de Feira de Santana. O centro da cidade está mais valorizado. Feira está mais valorizada com o seu palácio". disse.
Funcionarão na Prefeitura o gabinete do prefeito, a Secretaria de Planejamento - no primeiro andar, e a Secretaria de Comunicação Social, no anexo, onde funcionou a Junta de Serviço Militar. Antes, funcionavam no prédio a Secretaria de Administração, mais outros órgãos.
A Prefeitura, a Igreja Senhor dos Passos, o Mercado de Arte Popular (MAP), o casarão construído por João Pedreira - que foi sede do Fórum, Biblioteca, Câmara Municipal e sede da Intendência, formam um conjunto arquitetônico ímpar na cidade.

Tudo como era antes
Foi uma restauração do teto ao piso. O que não estava dentro das especificações técnicas foi trocado pela Serra Valle, empresa responsável pelo serviço - e de acordo com os técnicos do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac). O serviço foi dos mais minuciosos. A meta era se aproximar ao máximo de 1926, quando o prédio foi pomposamente inaugurado.
O teto foi trocado. As telhas são intercravejadas, nas duas pontas, de forma a prevenir o deslocamento. Elas também foram presas com um fio de inox às ripas. A prevenção se justifica. Em grande parte o telhado tem 45°. Sob as telhas foi colocada uma manta de polipropileno, importada dos Estados Unidos, que não permite a passagem de água às paredes, caso a estrutura colocada acima apresente algum problema. A água é escorrida diretamente às calhas.
A prevenção tem sua justificativa. As paredes da prefeitura foram feitas com uma liga à base de cal. A água caindo sobre elas causa prejuízos. Facilitam a proliferação de fungos e de cupins. O problema foi constatado em praticamente toda cobertura. O forro, que é de madeira, foi trocado, bem como 65% das esquadrias.
O assoalho também foi trocado. Algumas partes do porão receberam reforços. A escada do hall principal, que é de escaiola, passou por reforma e reforço em parte da sua estrutura metálica, que estava oxidada. Os corrimãos e degraus passaram por uma limpeza química que possibilitou a volta das cores originais.
As redes hidráulica e elétrica foram substituídas. Dentro dos conceitos atuais de acessibilidade, a prefeitura vai contar com um elevador. As cadeiras de rodas entrarão no prédio por uma plataforma colocada no portão da avenida Senhor dos Passos. Tudo foi feito de acordo entendimento com técnicos do Ipac, que acompanharam todo processo de restauração. "Foram usados os melhores materiais, tudo com base nas mais modernas técnicas de restauração", afirmou Carlos Brito.

De volta ao passado
Ao olhar o prédio reformado da Prefeitura de Feira de Santana, José Vidal dos Santos, mais conhecido como Zelito, diz que regride algumas décadas. Afirma que tem guardado nos escaninhos da sua memória fatos e imagens de há 70 anos. Dez anos depois da inauguração do Paço Municipal Maria Quitéria.
"Está mais bonita do que no passado", atesta Zelito, do alto dos seus 80 anos de vida. Na avaliação dele, as cores se aproximaram das originais. "Estava muito triste. Agora está alegre".
O guarda municipal Rudival Garcia Souza sentencia: "A Prefeitura é o nosso mais bonito cartão postal". Disse que chegou a Feira há mais de meio século e que nunca vira uma reforma tão profunda. "O prédio ficou à altura da importância do município - e vice-versa".
Artista plástico e arquiteto, Gil Mário disse que há meio século vê o prédio se degradar. É um espectador privilegiado. Sempre morou vizinho à Prefeitura. "O estilo eclético voltou a ganhar todas suas formas. Agora, podemos dizer que a Princesa do Sertão tem seu palácio. E que palácio!".
Ele salientou que o prédio passou por várias reformas e pinturas gerais. "Mas nenhuma outra com a finalidade de restaurar, não de recuperar. Todo serviço foi concebido e executado para deixar o prédio novo e preparado para os desafios futuros".
Estudioso da geografia e história locais, Joaquim Gouveia da Gama, que chegou em Feira de Santana em 1949 - veio de Caruaru -, disse que o serviço é mais profundo do que se imagina. "Digo, sem medo de exagerar, que a restauração revitalizou todo centro da cidade, porque a preservação de parte da memória arquitetônica da cidade está preservada".

O que eles querem

Florestan Fernandes Júnior, jornalista da TV Brasil, não esquece a consideração do seu pai, sociólogo e ex-deputado do PT: "Não se iluda, eles (petistas) não são de esquerda; são sindicalistas querendo melhorar de vida".

30 anos sem Carlitos

Trinta anos sem Charles Chaplin, o imortal Carlitos. Foi na madrugada de 25 de dezembro de 1977, que ele morreu em Vevey, na Suíça, aos 88 anos. Ele foi um um dos maiores gênios do humor cinematográfico.
Entre seus melhores filmes, todos vistos, estão: "O Vagabundo", 1915; "O Garoto", 1921 (foto, reprodução); "Em Busca do Ouro", 1925; "O Circo", 1928; "Luzes da Cidade", 1931; "Tempos Modernos", 1935; "O Grande Ditador", 1940; "Monsieur Verdoux", 1947; e "Luzes da Ribalta", 1952.
Sobre morte e vida, Chaplin disse: "A única coisa tão inevitavel quanto a morte é a vida.", "A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.", "A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.".
Sobre o cinema, ele disse: "Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação".

Consideração

De dom Luiz Flávio Cappio, bispo de Barra, sobre a posição do governador, em entrevista no jornal "A Tarde", edição de segunda-feira, 24: "Jaques Wagner é menino de recado" (do presidente Lula).

Sobre emendas

Os parlamentares, inclusive os de Feira de Santana, estão a alardear as emendas feitas ao Orçamento da União que beneficiam o município. Dados oficiais dão conta que do total autorizado de R$ 14 bilhões, somente R$ 3,5 bilhões foram empenhados. E empenhado não quer dizer que foi pago. No final das contas, pouco mais de 20% das emendas saíram do papel.

Mais fotos da obra do Teatro Virtual


Mais uma série de fotos que mostram o andamento da construção do Teatro Virtual, primeira etapa do Museu Parque do Saber, pela Prefeitura de Feira de Santana.
O registro fotográfico é de Basílio Fernandez, da Fundação Cultural Egberto Costa, que acompanha a obra quase que diariamente.



















Apoio

Nas eleições municipais de 2000, o hoje ministro Geddel Vieira Lima apareceu em Feira de Santana para apoiar Clailton Mascarenhas em sua tentativa de eleição - mesmo prefeito, com a máquina na mão, não conseguiu mais que 8.841 votos.
Agora, o mesmo Geddel apóia o deputado federal Colbert Martins em sua quarta tentativa de chegar ao poder municipal.

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Os melhores filmes de 2007












Cenas de "Apocalypto", "Babel", "Cartas de Iwo Jima", "300" e "Os Donos das Noite", cinco dos melhores filmes de 2007
Fotos: Divulgação
Mais um ano e mais uma escolha dos melhores filmes apresentados em Feira de Santana, o que este jornalista faz desde 1968.
Foram muitos filmes de qualidade exibidos e assistidos nas quatro salas do Orient Cineplace, daí a necessidade de se fazer duas listas de dez.
Os principais filmes, na visão pessoal do articulista, foram, por ordem cronológica de assistência: “Apocalypto”, de Mel Gibson; “Babel”, de Alejandro Gonzalez Iñarritu; “Cartas de Iwo Jima”, de Clint Eastwood; “300”, de Zack Snyder; “Maria Antonieta”, de Sofia Coppola; “Homem-Aranha 3”, de Sam Raimi; “Zodíaco”, de David Fincher; “Ratatouille”,de Brad Bird; “Invasão de Domicílio”, de Anthony Minghella; e “Os Donos da Noite”, de James Gray.
Os outros filmes destacados são: “Mais Estranho Que a Ficção”, de Marc Forster; “À Procura da Felicidade”, de Gabriele Muccino; “Pecados Íntimos”, de Todd Field; “O Bom Pastor”, de Robert De Niro; “Shrek Terceiro”, de Chris Miller e Raman Hui; “Quebra de Confiança”, de Billy Ray; “Morte no Funeral”, de Frank Oz; “Leões e Cordeiros”, de Robert Redford; “Bee Movie - A História de uma Abelha”, de Steve Hickner e Simon J. Smith; e “Conduta de Risco”, de Tony Gilroy.

Um clássico filme noir

Yvonne De Carlo e Burt Lancaster em "Baixeza"
Reprodução

Um clássico filme noir. Assim é "Baixeza" (Criss Cross), de Robert Siodmak, 1949, com Burt Lancaster, Yvonne De Carlo e Dan Dureya, que acabei de assistir, nesta terça-feira, 25.
Todos os elementos do gênero estão no filme, como o que um homem se dispõe a fazer quando está apaixonado por uma mulher fatal, ambiciosa. Está aí a baixeza do título brasileiro. Também o uso de flashbacks, a narração em off e o final trágico. Assim, personagens, atmosfera e visual formam elementos particulares da temática de filmes criminais americanos realizados a partir dos anos 40, pós Segunda Guerra Mundial.
Filme cult, "Baixeza" teve até um remake em 1995, com Steven Soderbergh realizando "Obsessão" (The Underneath), com Peter Gallagher e Elizabeth Shue - não conhecido.
Para quem for ver o filme: Tony Curtis, que interpretou outros filmes ao lado de Burt Lancaster (como "Trapézio", "A Embriaguez do Sucesso", "A Lista de Adrian Messwenger"), faz um pequeno papel, dançando rumba com Yvonne De Carlo, ao som de Esy Morales and His Rhumba Band.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Roteiro de Filmes

Período de 25 de dezembro a 3 de janeiro


LANÇAMENTOS NACIONAIS
A BÚSSOLA DE OURO
(The Golden Compass), de Chris Weitz, 2007. Com Nicole Kidman, Daniel Craig, Sam Elliot, Eva Green e Dakota Blue Richards. Aventura. Jovem e intrépida, Lyra Belacqua inicia sua jornada ao Norte de seu mundo - um lugar parecido com a Terra, mas com sutis diferenças - em busca de seus amigos e da verdade. Acompanhada por Pantalaimon, seu dímon (um espírito animal), ela precisa utilizar os segredos da Bússola de Ouro para guiar seu caminho e salvar a todos de um terrível destino. Só a Bússola pode mostrar o caminho da verdade para esse e todos os outros mundos. Cópia dublada. Classificação: 10 anos. Duração: 113 minutos. Horários: 114h10 (no sábado e no domingo), 16h30, 18h30 e 21h10. Sala 4 (264 lugares).
OS PORRALOKINHAS, de Lui Farias, 2007. Com Heloísa Perisseé, Lúcio Mauro Filho, Flávio Migliaccio e Denise Fraga. Aventura infantil. O bandido Pierre Caimão tenta roubar talismã indígena, mas é atingido por uma maldição. Sua única saída é recuperar o objeto que agora está nas mãos do Tio Maneco, numa colônia de férias. Quatro crianças se envolvem na aventura. Classificação: Livre. Duração: 80 minutos. Horários: 13h50 (no sábado e no domingo), 15h30, 17h15, 19 horas e 20h50. Sala 3 (167 lugares).
CONTINUAÇÕES
XUXA EM SONHO DE MENINA
, de Rudi Lagemann, 2007. Com Xuxa Meneghel, Letícia Botelho, Alice Borges e Betty Lago. Comédia infantil. Professora de uma cidade de interior acalenta o sonho de ser atriz. Ela resolve participar de um teste no Rio de Janeiro, embarcando em ônibus que está levando crianças para fazer uma prova de matemática. Enquanto espera, ela sonha e começa a receber os sinais que vão lhe apontar o seu futuro. Classificação indicativa: Livre. Duração: 87 minutos. Horários: 13 horas (no sábado e no domingo), 14h50, 16h45, 18h40 e 20h40. Sala 1 (243 lugares).
ENCANTADA (Enchanted), de Kevin Lima, 2007. Com Amy Adams, Patrick Dempsey e Susan Sarandon. Comédia romântica. Princesa é banida por uma rainha malvada de seu mundo animado e vai parar nas ruas de Manhattan. Em segunda semana. Cópia dublada. Classificação indicativa: Livre. Duração: 108 minutos. Horários: 14h40 e 19h10. Sala 2 (160 lugares).
A LENDA DE BEOWULF (Beowulf), de Robert Zemeckis, 2007. Com Anthony Hopkins, Angelina Jolie, John Malkovich, Ray Winstone e Robin Wright Penn. Aventura. Um guerreiro chega a um reino para eliminar um demônio que aterroriza o local sempre que é realizada alguma comemoração. Cópia dublada. Classificação indicativa: 14 anos. Duração: 114 minutos. Horários: 16h55 e 21h20. Sala 2.

ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace - Shopping Iguatemi, telefax 3225-3056 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.

Triste cinema brasileiro

Wagner Moura em "Tropa de Elite", o melhor filme brasileiro do ano
Divulgação


O ano de 2007 começou e termina com filme de Xuxa em cartaz. Primeiro, “Xuxa Gêmeas”, lançado no ano anterior, agora com “Xuxa em Sonho de Menina”. Assim, com realizações dessa espécie, a presença do cinema brasileiro nas telas de Feira de Santana, no Orient Cineplace.
O certo é que o cinema nacional foi salvo apenas pelas exibições de “Tropa de Elite” - o melhor de todos -, “O Homem Que Desafiou o Diabo” e “Primo Basílio”.
Os demais filmes apresentados, todos de baixa qualidade, foram: “O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili”, “A Grande Família”, “Antonia”, “Turma da Mônica em uma Aventura no Tempo”, “Brichos”, “Caixa Dois”, “Ó Pai, Ó”, “O Cheiro do Ralo” (o pior de todos), “Não Por Acaso”, “Saneamento Básico - O Filme”, “A Cidade dos Homens”, “Sem Controle”, “O Magnata”, “O Passado” (este, co-produção com a Argentina), e "Os Porralokinhas".

Lula do passado morreu, e o que está aí dá esmola ao povo

Está na "Folha de S. Paulo", edição desta segunda-feira, 24:
Em seu retorno a Barra (BA), cidade onde mora há 33 anos, o bispo dom Luiz Flávio Cappio, 61, fez as mais duras críticas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde que iniciou sua campanha contra a transposição das águas do rio São Francisco. "O Lula morreu, estamos no governo Inácio da Silva. No governo dele, os movimentos sociais foram abafados, perderam o espaço de expressão e, hoje, estão à margem.
"Na semana passada, d. Luiz encerrou jejum de quase 23 dias contra as obras, em Sobradinho (BA). Segundo o bispo, os elevados índices de popularidade de só existem porque "o povo pobre e miserável do Brasil corre atrás de um presidente que dá esmola". Ele se referiu ao programa Fome Zero, hoje incorporado ao Bolsa Família.
"Quando o presidente lançou o programa, chorei de emoção, porque achava que o Fome Zero seria um exemplo para o mundo, que ia dar dignidade e cidadania. No entanto, o programa dá uma esmola e continua mantendo a dependência do povo", disse o bispo. Apesar das críticas, o bispo disse que não fará oposição. "Minha oposição a Inácio da Silva é por motivos éticos e morais."
O religioso afirmou não acreditar na conclusão da transposição, orçada em mais de R$ 5 bilhões. "O projeto envolve recursos de tanta magnitude que, quando o dinheiro acabar, ele pára, as obras acabam."

Só cópias dubladas

Dois filmes brasileiros, "Xuxa em Sonho de Menina" e "Os Porralokinhas", e três produções de língua inglesa, "A Bússola de Ouro", "A Lenda de Beowulf" e "Encantada" - os dois últimos em continuações -, que têm em comum serem apresentados em cópias dubladas. Assim, quem gosta de filme legendado, fica sem opção nesta semana cinematográfica - que inclui a última de 2007 e a primeira de 2008.

Personagem dos anos 70 de volta

Crianças de "Os Porralokinhas"
Divulgação

O personagem Tio Maneco apareceu antes em três filmes - “Aventura Com Tio Maneco”, em 1971, “O Caçador de Fantasma”, em 1975, “Maneco, o Super Tio”, em 1978, e agora neste “Os Porralokinhas”, que é dirigido por Lui Farias, que apareceu no elenco do primeiro filme.
Tio Maneco é interpretado por Flávio Migliaccio, mesmo atos dos filmes anteriores. Ainda no elenco: Heloísa Perissé, Lúcio Mauro Filho e Denise Fraga.
Trata-se de outro lançamento nacional nesta terça-feira, Dia de Natal, no Orient Cineplace.

Estréia de "A Bússola de Ouro"

Dakota Blue Richards em "A Bússola de Ouro", a partir deste Dia de Natal
Divulgação

Pela véspera de Natal, quem quiser pegar uma tela nesta segunda-feira, 24, não vai mais conseguir. Sessões em andamento no Orient Cineplace somente as iniciadas até às 17 horas.
Mas, nesta terça-feira, 25, Dia de Natal, “A Bússola de Ouro” (The Golden Compass) estréia com mais de 350 cópias no Brasil. É considerado o maior lançamento do ano que se finda nas salas de cinema brasileiras. Feira de Santana está no circuito, com o filme entrando na maior sala do Orient Cineplace. Nos Estados Unidos, em três semanas, o filme já rendeu cerca de 50 milhões de dólares.
Com direção Chris Weitz, “A Bússola de Ouro” é estrelado por Nicole Kidman, Daniel Craig, Sam Elliot, Eva Green, Christopher Lee e apresenta a jovem Dakota Blue Richards, como Lyra Belacqua.
A história é baseada no premiado romance homônimo de Philip Pullman (lançado no país pela Editora Objetiva). Num universo paralelo, a jovem de família aristocrática Lyra Belacqua tem de viajar até o norte de seu mundo - um lugar parecido com a Terra, mas com sutis diferenças - para resgatar seu melhor amigo e outras crianças seqüestradas por uma misteriosa organização liderada pela igreja. Acompanhada por Pantalaimon, seu dímon (seu espírito animal), ela precisa utilizar os segredos da Bússola de Ouro para guiar seu caminho e salvar a todos de um terrível destino. Só a Bússola pode mostrar o caminho da verdade para esse e todos os outros mundos.Ela se depara com criaturas assustadoras mas também descobre ser uma personagem real de profecias ciganas que tem a missão de salvar o mundo da destruição.
Sessões às 16h30, 18h50 e 21h10, sendo que no sábado e no domingo que vem, também às 14h10. A cópia qu estará em exibição é dublada e a classificação do filme é para menores de 10 anos.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Mais votos

O Blog Demais agradece e retribui os votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo de: vice-prefeito e secretário de Transportes e Trânsito Antônio Carlos Borges Júnior, deputado estadual Tarcízio Pimenta, deputado estadual José Neto, Alessandra e Renato Ribeiro, Programa Rádio Repórter, Selma Santos Produções & Eventos, Camila Oliveira, Alyrio Santos Ribeiro, Diarte Gráfica, Ana Paula Barbosa Gonzaga, Editora Vida, Thomas Pracuch, Yazaki Autoparts do Brasil Ltda., Casa de Idéias, Eliana Matos de Amorim Bueno (presidente do Rotary Club de Feira de Santana), Priscila Souza Freitas, Amanda Ferro (Talismã), Renata Pitombo, Ícaro Irvin, Eratóstenes Macêdo, Tamylla Novais, Alexandre Oliveira, Wero Pinto, americanas.com.br, Raymundo Luiz Lopes, Tacom Projetos de Bilhetagem Inteligente, Asa Filho e Cidade da Cultura, Luiza Diná.

Sérgio Carneiro vence José Neto

Quem vai vencer as prévias do PT? Esta foi a questão proposta pela enquête, encerrada neste domingo, 23, do Blog Demais. Entre os 21 leitores que entraram na discussão, 13 (61%) preferem o deputado federal Sérgio Carneiro como candidato a prefeito de Feira de Santana, enquanto que oito (38%) optaram pelo deputado estadual José Neto.

Vislumbres de um Criador

Pelo Natal, esta mensagem para os nossos leitores:

O elefante é o único animal cujas pernas dianteiras se dobram pra frente. Por quê? Porque de outra forma seria difícil para esse animal levantar-se, por causa do seu peso.
Por que os cavalos, para se erguerem, usam as patas dianteiras, e as vacas, as traseiras? Quem orienta esses animais para que ajam dessa maneira?
Deus. Esse mesmo Deus que coloca um punhado de argila no coração da terra, e, através da ação do fogo transforma-a em formosa ametista de alto valor. Esse mesmo Deus que coloca certa quantidade de carvão nas entranhas do solo, e, mediante a combinação do fogo e a pressão dos montes e das rochas, transforma esse carvão em resplandecente diamante, que vai fulgurar na coroa dos reis ou no diadema dos poderosos!
Por que o canário nasce aos 14 dias, a galinha aos 21, os patos e gansos aos 28, o ganso silvestre aos 35 e os papagaios e avestruzes aos 42 dias? Por que a diferença entre um período e outro é sempre de sete dias?
Porque o Criador sabe como deve regular a natureza e jamais comete engano. Ele determinou que as ondas do mar se quebrem na praia à razão de 26 por minuto, tanto na calma como na tormenta. Aquele que nos criou pode também nos dirigir. Somente aquele que fez o cérebro e o coração pode guia-los com êxito para um alvo útil.
A insondável sabedoria divina revela-se ainda nas coisas que poucos notam: A melancia tem número par de franjas. A laranja possui número par de gomos. A espiga de milho tem número par de fileiras de grãos. O cacho de bananas tem, na última fila, número par de bananas, e cada fila de bananas tem uma a menos que a anterior. Desse modo, se uma fileira tem número par, a seguinte terá número ímpar.
A ciência moderna descobriu que todos os grãos das espigas são em número par, e é admirável que Jesus, ao se referir aos grãos, tenha mencionado exatamente números pares: 30, 60 e 100. Pela sua maravilhosa sabedoria e graça, é assim que o Senhor determina à vida que cumpra os propósitos e os planos dele. Somente a vida sob o cuidado divino está a salvo de contratempos.
Outro mistério que a ciência ainda não descobriu: Enormes árvores, pesando milhares de quilos, apoiadas em poucos centímetros de raízes. Ninguém até agora conseguiu descobrir esse princípio de sustentação a fim de aplica-lo em edifícios e pontes.
Mas há maravilha ainda maior. O Criador toma o oxigênio e o hidrogênio ambos sem cheiro, sem sabor e sem cor, e os combina com o carvão, que é insolúvel, negro e sem gosto. O resultado, porém, é o alvo e doce açúcar.
Esses são apenas alguns vislumbres de um Deus sábio e amoroso. Esse mesmo Deus que realiza tais maravilhas no mundo que Ele criou, pode também efetuar em nós um milagre ainda maior. Ele pode dar-nos um novo nascimento, fazendo novas todas as coisas. Ele pode tomar nossa vida triste, inútil e insípida, e torna-la alegre, útil e plena de significado para a glória dele.
Portanto, não se desespere. Não importa quão grave seja a sua condição física, moral ou espiritual. O Senhor Jesus, que “ontem e hoje é o mesmo, e o será para sempre”, só Ele tem a última palavra. Você pode experimentar um milagre! Tão somente creia nele, receba-o como seu único Senhor e Salvador, e coloque a sua vida nas mãos dele. A Bíblia diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna”.

Por Abraão de Almeida

sábado, 22 de dezembro de 2007

Seminário de Literatura, Linguagem & Expressão em Cachoeira e São Félix

O Seminário de Literatura, Linguagem & Expressão ocorrerá entre os dias 8 e 12 de janeiro, nas cidades da Cachoeira e São Félix, com oficinas, recitais, bate-papo, exposições, feira de livros, entre outras expressões artísticas. O evento se propõe a estimular um espaço de reflexão e vivência da experiência literária, além de reunir criação e pesquisa literária em material para posterior publicação.
Proposto pelo poeta João de Moraes, pelos professores Nuno Gonçalves e Renata Pitombo e pelas estudantes Maíra Castanheiro e Raquel Macêdo, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), a organização deste seminário contribui para aumentar os laços entre as cidades e a universidade. Assim como reavivar a manifestação artística já existente por parte dos estudantes do centro e da comunidade.
“Através das exposições, o seminário proporcionará o acesso a um pouco de história dos fenômenos literários. Através dos recitais, o contato com o sangue vivo que jorra das palavras. Através dos debates, reflexão daqueles que participam ativamente do fazer poético e nas oficinas, o incentivo e o incremento técnico da criação literária”, relata o professor Nuno Gonçalves.
O Seminário de Literatura, Linguagem & Expressão contará com artistas da Cachoeira e São Félix, assim como de Brasília, Fortaleza, Salvador, Rio de Janeiro e de outras localidades. O seminário será viabilizado através da parceria do Núcleo de Estudos Sociedade, Política e Cultura (Nespoc) e da Pró-Reitoria de Extensão, ambos da UFRB, além do Centro Cultural Dannemann, do Pouso da Palavra e da Casa de Barro.
Local: Centro de Artes, Humanidades e Letras (Cahl) da UFRB, Cachoeira; Pouso da Palavra, localizado na Praça da Aclamação, 8, Cachoeira e na Danneman, localizada na cidade vizinha São Félix .
Informações: (71) 91484268; (71) 81909547; (75) 34252138. Entrada: Franca


Ruim, péssimo, pior

Em almoço com jornalistas na sexta-feira, 21, o governador Jaques Wagner admitiu que a Segurança Pública piorou em seu governo. "Temos a área de segurança, que tem problema mesmo", afirmou.
A propósito: o que melhorou em quase um ano de governo petista?

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Piti da primeira-dama

Deu na edição desta sexta-feira, 21, de Cláudio Humberto (www.claudiohumberto.com.br):
A primeira-dama Marisa Letícia deu um piti, ontem à noite, durante jantar oferecido em Brasília pelo casal presidencial a ministros, que deixou estarrecida a área de comunicação social do governo. Dizendo-se revoltada com reportagem mostrando que ela devolveu danificada, à artista Elisa Bracher uma obra de arte da qual não gostou, d. Marisa pôs as mãos na cintura e gritou que vai "processar a Folha de S. Paulo". Ela parecia muito incomodada com a revelação da jornalista Mônica Bergamo, colunista da Folha, e não parava de falar no assunto, em tom elevado, explicando-se aos convidados e reiterando sua intenção de acionar o jornal na Justiça, quando o próprio presidente Lula perdeu a paciência e a enquadrou, desautorizando a ameaça e pedindo para que ela mudasse de assunto: "Marisa, o (ministro de Comunicação Social) Franklin (Martins) já está cuidando disso..." No final do jantar, horas depois, ela já estava mais calma.

PIB cresce 13% e Feira é o 86º município mais rico do Brasil

O PIB (Produto Interno Bruto) de Feira de Santana relativo a 2005 cresceu 13% em relação a 2004. Passou de R$ 2.608.660.000,00 para R$ 3.500.550.000,00. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O município é o 86º mais rico do país - na avaliação anterior foi o 97º. O PIB é a soma de todas as riquezas produzidas no município durante um ano.
Feira fica na quarta colocação entre os municípios baianos - Salvador, por motivos óbvios (passou da 19ª posição para a 8ª), São Francisco do Conde, que tem renda centrada nos impostos gerados pela produção do petróleo e Camaçari (caiu da 13ª colocação para a 24ª), onde fica o pólo petroquímico. Em termos de Nordeste, ficam à frente de Feira os municípios de Ipojuca e Jaboatão dos Guararapes, ambos localizados na região metropolitana de Recife.
“Os números mostram que demos um salto quantitativo muito grande. Aumentamos a produção da nossa riqueza e subimos 11 posições no ranking nacional dos municípios mais ricos do país”, comemorou o secretário de Planejamento, Carlos Brito. “Nenhum outro município nordestino que não tenha a influência de uma região metropolitana produz tanto como Feira de Santana”, considerou.
O secretário salienta que as expectativas com relação aos números de 2006, que serão divulgados no próximo ano, ainda serão melhores. “Várias empresas de grande porte foram instaladas no Centro Industrial do Subaé (CIS), como a Nestlé, entre outras. Sinais positivos já podem ser sentidos com a geração de empregos e de impostos. Isto é que forma a riqueza de um município”.
O PIB per capita (que é a divisão do bolo pelo número de habitantes do município) também deu um salto significativo. Em 2004, foi de R$ 5.451, contra R$ 6.635 em 2005, variação positiva de R$ 1.184 - diferença que corresponde a 21,7%. O secretário destaca que o PIB per capita vem crescendo nos últimos anos. Em 2002, foi de R$ 4.400. Em relação a 2005, o crescimento foi de R$ 2.235, variação percentual de 50,7%.
Carlos Brito afirmou que o crescimento do PIB está ancorado na credibilidade passada pelo governo do município, bem como as políticas de atração de novos investimentos e na expansão das indústrias já instaladas no CIS. Em 2000, a arrecadação chegou a R$ 1.657.584. Cinco anos depois, o crescimento foi de 111%.
Na composição do PIB, o comércio e serviços é o setor que dá maior contribuição. Gerou R$ 2,220 bilhões. A participação do município nesta composição foi de R$ 443 milhões - que o deixa na 70ª posição entre os municípios que mais contribuíram. A indústria entrou com o restante da composição do PIB. “A parte do município são obras que são feitas e serviços oferecidos e contribuiu para que o ciclo econômico se movimente, com a geração de empregos e renda”.

Cinco grandes filmes em DVD

Adquiri para minha coleção de DVDs, cinco exemplares de qualidade, para a visão nestes dias: "Baixeza", de Robert Siodmak, 1949, com Burt Lancaster e Yvonne De Carlo, um filme de traição e obsessão; "Júlio César", de Joseph L. Mankiewicz, 1953, com Marlon Brando e Deborah Kerr, baseado no clássico sobre conspiração de William Shakespeare; "O Pequeno Rincão de Deus", de Anthony Mann, 1958, com Robert Ryan e Tina Louise, drama familiar adaptado de romance de Erskine Caldwell, considerado um dos filmes perdidos dos anos 50; "Sodoma e Gomorra", de Robert Aldrich, 1962, com Stewart Granger e Pier Angeli, sobre episódio bíblico da destruição por Deus das duas cidades que viviam em pecado; e "Vidas Amargas", de Elia Kazan, 1954, com James Dean e Julie Harris, transposição da narrativa bíblica de Caim e Abel para a modernidade.

"O Carro Adiante dos Bois"

Recebi nesta sexta-feira, 21, da jornalista Carolina Lobo, cópia do documentário "O Carro Adiante dos Bois", pesquisa, roteiro, produção e direção de sua autoria, que se configura como trabalho de conclusão do curso de Comunicação Social da Unidade de Ensino Superior de Feira de Santana (Unef) e resultado da monitoria do Núcleo de Estudos do Sertão (NES) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).
No trabalho, está inserida gravação de depoimento feito por este jornalista sobre o Carro de Boi e seu criador, Amélio Amorim.
Agradeço a Carolina a gentileza de ofertar a cópia. Estarei assistindo ao documentário tão logo seja possível.

Mais votos

O Blog Demais agradece e retribui os votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo de: secretário de Comunicação Social Anchiêta nery, Antônio Moreira, diretor presidente da Fundação Cultural Egberto Costa Augusto César Orrico, Basílio Fernandez, Cristine Penna (da BMA Informação, de Porto Alegre-RS), Edna Boaventura, Eloan da Silva Ferreira, Luluda Barreto, secretário de Cultura, Esporte e Lazer Maurício Carvalho, Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura, administradora Rozileide Agostinho.

Mensagem de Ana Hickmann



"Feliz Natal e um 2008 cheio de realizações". Esta a mensagem que acabo de receber da apresentadora, empresária e modelo Ana Hickmann.
O Blog Demais agradece e retribui os votos.

Mais lojas e mais tempo no Iguatemi

“Então é Natal, a festa cristã do velho e do novo, do amor como um todo. Então, bom Natal e um ano novo também. Que seja feliz quem souber o que é o bem”. São palavras da música cantada por Simone que, nesta época do ano, traduzem com perfeição o desejo da maioria das pessoas.
O Iguatemi Feira preparou um arsenal de opções para o seu público. A novidade da vez é o Plantão 32 Horas O Shopping abrirá às 9 deste domingo, 23, e fechará às 17 horas dasegunda-feira, 24. Uma madrugada cheia de oportunidades de boas compras e entretenimento pra toda a família. Neste período de festas de fim de ano, o Iguatemi proporciona mais lojas e mais tempo para as pessoas fazerem suas compras com mais conforto e tranquilidade.

Palco da praça de alimentação deixa saudade

Durante todo o mês de dezembro, a praça de alimentação Olney São Paulo, do Iguatemi, foi palco de apresentações encantadoras. Por lá passaram grupos de coral e dança com o objetivo de reforçar o clima natalino no shopping.
Uma ação altamente democrática que abriu espaço para todas as idades, raças e religiões. Foi muito bonito ver o cuidado com o figurino e o carinho na montagem do espetáculo “Quebra Nozes” da Creche Escola Amor Materno.
Também foi emocionante a comoção do público com a disputa pelo melhor lugar para ver as apresentações de dança do Grupo Elusai e do coral da 1ª Igreja Evangélica Congregacional de Feira de Santana. “Nós somos muito gratos ao Iguatemi por essa oportunidade de mostrarmos nosso trabalho que é tão pouco reconhecido pela nossa cidade”, diz a coreógrafa do grupo Paula dos Santos.

Estupendo no Iguatemi

Com inauguração prevista para esta semana, o Restaurante Estupendo vai compor o time das grandes redes que escolheram o Shopping Iguatemi como parceiro dos seus negócios. Trata-se de um fast food que tem entre seus diferenciais, um cardápio composto de pratos de altíssima qualidade com tendência internacional e mediterrânea, incluindo carnes nobres, aves, frutos do mar, massas, saladas, e acompanhamentos fabulosos entre risotos, massas especiais, saladas e exclusividades, possibilitando mais de 50 combinações distintas.
Além disso, possui preços competitivos, atendimento diferenciado e personalizado, buscando a fidelização dos clientes. O gourmet, chef Arthur Coelho, de renome internacional, dá o toque de maestria e sabor incontestável nos molhos e temperos dos pratos, associando a cozinha de fast food com requinte da alta gastronomia. O Estupendo já se consolidou como uma operação de sucesso no mercado, sendo referência nas praças onde atua. Aliado a uma equipe altamente profissional o restaurante agora está se expandindo para todo o Brasil. Feira de Santana, sempre aberta ao novo, é mais uma cidade contemplada pela instalação dessa grande rede em franca expansão pelo país. "O Estupendo cada vez mais cai no gosto das pessoas. Em breve teremos mais uma unidade Estupendo, agora no Shopping Iguatemi", anuncia-se.

Prêmio Lojista do Ano

Aconteceu neste mês, a Festa do Lojista 2007 em comemoração ao excelente momento em que vive o Shopping Iguatemi Feira, pelos oito anos de sucesso e por mais um ano de conquistas e realizações. Em sinal do agradecimento à cidade, o local escolhido para o evento foi o Casarão Santana dos Olhos D´Água. “É um orgulho incomensurável riscarmos o nosso nome, Shopping Iguatemi, na história de crescimento desta terra formosa e bendita”, afirmou o superintendente Marcos Fernandes
Um dos diretores da Aliansce, Ewerton Visco, fez o anúncio do lojista ganhador do Prêmio Performance 2007. Ângela e Edson El Fahl, proprietários da loja Michelon, subiram ao palco para receber o troféu de Lojista do Ano. A animação da festa ficou por conta da cantora de MPB, Jozana Miranda.

Estágio das obras do Teatro Virtual








As obras do Teatro Virtual não param, seguem o cronograma estabelecido. Como tem acontecido, o Blog Demais acompanha o avanço da construção com imagens registradas por Basílio Fernandez, da Fundação Cultural Egberto Costa.
Trata-se de grande empreendimento da gestão do prefeito José Ronaldo de Carvalho, que dotará Feira de Santana de um telescópio de última geração, sexto no mundo.



Professor de oficina ganha bolsa de dança no Canadá

Professor da Oficina de Jazz e Dança Moderna do projeto “Arte de Viver”, da Prefeitura de Feira de Santana, o bailarino e coreógrafo feirense Marcos Cerqueira, 24, está com tudo providenciado para a viagem ao Canadá. Ele ganhou uma bolsa de estudos em Vancouver, no Canadá, depois de participar de competição de dança em nível internacional, realizada em Brasília, fazendo solo.
Marcos Cerqueira está com tudo providenciado para a viagem e embarca no dia 2 de janeiro de 2008 e vai passar seis meses na RND Dance Teatcher e no Classic Ballet Studio. Ambas instituições que trabalham com todos segmentos de dança, a exemplo de contemporânea, afro, jazz, moderna, folclórica e balé clássico, além de outras técnicas, como pilates, RPG, alongamento, flexibilidade e arte circense.
Ele estudou e é habilitado em dança pela Fundação Cultural do Estado da Bahia, em Salvador, também estudou jazz dance com grandes nomes nacionais, como Luciene Munekata, Maria Luiza Lima, entre outros. Participou de intercâmbio cultural Brasil-França, realizado pela Funceb em 2006, com trabalhos de dança contemporânea. Dançando em diversos palcos da Europa, com trabalhos produzidos por Lílian Morais e Iara Cerqueira. Marcos também executou trabalhos dos coreógrafos internacionais Steven Berg, Clair Pidoux e Marie Pooli
O bailarino e coreógrafo fez reciclagem recentemente na Escola Nacional de Música de Dança, em La Rochelle, Bordeaux e Lyon, na França.
Marcos Cerqueira vê a bolsa como mais uma abertura de portas para o seu contínuo aperfeiçoamento na dança, principalmente em jazz e dança contemporânea. “Um leque se abre para minha vida artística e pessoal”, considerou.
Ele será substituído na oficina do Centro de Cultura Maestro Miro no primeiro semestre do próximo ano e quando retornar assume seu lugar, colocando em prática todo o aprendizado obtido com grandes nomes internacionais da dança.

Revisão do Plano Diretor tem reunião em 13 de fevereiro

Com a finalidade de discutir as estratégias de atuação da Comissão de Coordenação da Revisão do Plano Diretor do Município de Feira de Santana seus membros estão convocados para reunião no dia 13 de fevereiro de 2008, às 9 horas, no auditório do Centro de Atendimento ao Feirense (Ceaf).
O principal foco é o estabelecimento de critérios e datas para realização das audiências públicas. Também a formatação de regimento interno.
A comissão é formada por 15 integrantes, sendo seis membros do Poder Público Municipal e os demais representantes da Subseção de Feira de Santana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), Associação Profissional dos Arquitetos de Feira de Santana, Centro das Indústrias de Feira de Santana (Cifs), Associação Comercial de Feira de Santana, mais representantes dos sindicatos, organizações não governamentais, associações da zona rural e de moradores de bairros.

Desconhecimento

O governador Jaques Wagner em sua visita a Feira de Santana, na quarta-feira, 19, chamou o Centro de Educação Tecnológica do Estado da Bahia (Ceteb), onde foi inaugurado o Centro Vocacional Tecnológico Territorial, de Ceteba.

220 aprovados em concurso da Prefeitura convocados

A Prefeitura de Feira de Santana publica nesta sexta-feira, 21, as convocações de 220 pessoas que foram aprovadas no último concurso público. Eles terão 30 dias, a contar da data da publicação do edital, para providenciar a documentação exigida, mais os exames - que neste caso apenas serão aceitos o que for feito até 30 dias após a publicação do edital.
Serão convocados 205 professores - sendo cinco portadores de necessidades especiais, que passarão por avaliação específica, seis enfermeiros, seis intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras), que atuação nas escolas, um administrador, um analista de sistema e um médico perito.
Os documentos deverão ser entregues na Secretaria de Administração, à avenida Sampaio, 334, Centro. Os candidatos deverão se dirigir ao Instituto de Previdência de Feira de Santana, na avenida Senhor dos Passos, 212-CEA, 1º andar, salas 101 a 109, centro, para obterem relação dos exames solicitados para se submeterem à inspeção médica, que vai seguir a ordem de comparecimento.

Atrações do Natal na Praça

O projeto cultural Natal na Praça, promovido pelo Governo Princesa do Sertão, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e da Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa, continua levando animação às noites no centro comercial até quinta-feira, 27. No último dia, shows com Limão com Mel e Raça Negra marcam a inauguração da reforma geral do Paço Municipal Maria Quitéria.
A animação nesta sexta-feira, 21, no palco concha instalado ao lado da praça de alimentação, na avenida Getúlio Vargas, começa às 18h30, por conta do Grupo Instrumental da Nata Musical. Uma hora depois será a vez de Leno animar a noite. Ainda nesta noite o público vai curtir a animação do Grupo de Chorinho e do grupo Gatos Pingados, instrumental.
No sábado, 22, a animação também começa às 18h30, com Zé Augusto e Júnior, proporcionando uma noite animada ao som de voz e violão. Em seguida, a música de raiz ganha espaço com show da Quixabeira da Matinha, o Reisado de São Vicente e depois a Quixabeira da Lagoa da Camisa. A noite termina com show instrumental de Willy Haendel.
Já no domingo, 23, o público que for à praça de alimentação vai curtir mais três shows durante a noite festiva do projeto cultural Natal na Praça. As apresentações começam com a Filarmônica Euterpe Feirense, depois o show fica por conta de Jano. E o encerramento ficará por conta de Paulo Bindá, Banda Vozes da Terra e convidados. Na terça-feira, 25, a animação começa às 19 horas. A abertura com show de Vange e grupo Vem Louvar e, em seguida, apresentações de grupos musicais gospel. Na quarta-feira, a partir das 19h30, shows com Mirian, em seguida José Augusto e Júnior, seguidos por Luiz Paulo e Teclados, finalizando com Tatty Alves.As presenças de Limão com Mel e Raça Negra marcam o encerramento da programação do Natal na Praça e também a inauguração do Paço Municipal Maria Quitéria, totalmente reformado pelo Governo Princesa do Sertão.

Horários de funcionamento nos dias 24 e 31

As repartições públicas municipais, que não fazem atendimento continuado, não funcionarão nos dias 24, véspera de Natal, e 31, véspera de ano novo, de dezembro - próximas segundas-feiras. Voltarão a atender a partir das quartas-feiras seguintes.O Hospital da Mulher e o Hospital da Criança, mais as policlínicas José Monteiro Pirajá, no Tomba, Francisco Martins da Silva, na Rua Nova, George Américo, no conjunto residencial de mesmo nome, atenderão urgência e emergência durante 24 horas. As policlínicas do conjunto Feira X e do distrito de Humildes funcionarão nos seus horários habituais.
O secretário de Administração João Marinho Gomes Júnior enfatiza que as duas segundas-feiras não serão pontos facultativos. "Os servidores estão compensando os dias não trabalhados desde o dia 30 de novembro. O expediente foi estendido até às 18 horas em todos os órgãos". O período de jornada extra termina nesta sexta-feira, 21, de acordo com o Decreto 7.302, de 5 de maio.
A compensação de horas nas repartições públicas municipais já foi feita outras vezes. 'É uma maneira de os servidores pagarem as horas que não trabalharão nestes dois dias e de não prejudicar os cidadãos que buscam os serviços públicos', afirmou o secretário.
Os bancos funcionarão em horário especial no dia 24. Abrirão às 7 e fecharão às 9 horas. No dia 31, é feriado bancário. As lojas do Shopping Iguatemi funcionarão em horário especial. Abrirão no dia 23 às 9 horas e apenas fecharão às 17 horas do dia 24. No dia 31 funciona das 9 às 17 horas. Não abrirão no dia 1º de janeiro de 2008.
O Hiper Bompreço, nos dois dias vai funcionar até às 18 horas. O G Barbosa funciona, nos dois dias, das 6h30 às 20 horas. Ambos supermercados não abrirão no primeiro dia do ano. As lojas localizadas no centro da cidade vão abrir às 8 e fechar às 18 horas, em ambos os dias - será fechado no dia 1º de janeiro. O Centro de Abastecimento, por suas características, não terá o funcionamento interrompido.

Roteiro de Filmes


Período de 21 a 24 de dezembro


LANÇAMENTO NACIONAL
XUXA EM SONHO DE MENINA
, de Rudi Lagemann, 2007. Com Xuxa Meneghel, Letícia Botelho, Alice Borges e Betty Lago. Comédia infantil. Professora de uma cidade de interior acalenta o sonho de ser atriz. Ela resolve participar de um teste no Rio de Janeiro, embarcando em ônibus que está levando crianças para fazer uma prova de matemática. Enquanto espera, ela sonha e começa a receber os sinais que vão lhe apontar o seu futuro. Classificação indicativa: Livre. Duração: 87 minutos. Horários: 13h20 (neste sábado e no domingo), 15h10, 17h05, 19 horas e 20h50. Sala 4 (264 lugares).



LANÇAMENTOS
A LENDA DE BEOWULF (Beowulf), de Robert Zemeckis, 2007. Com Anthony Hopkins, Angelina Jolie, John Malkovich, Ray Winstone e Robin Wright Penn. Aventura. Um guerreiro chega a um reino para eliminar um demônio que aterroriza o local sempre que é realizada alguma comemoração. Cópia dublada. Classificação indicativa: 14 anos. Duração: 114 minutos. Horários: 14 (neste sábado e no domingo), 16h20, 18h40 e 21 horas. Sala 1 (243 lugares).





















O PASSADO (El Pasado), de Hector Babenco, 2007. Com Gael García Bernal, Ana Celentano e Paulo Autran. Drama. Um homem se separa após 12 anos de casamento, mas ela passa a persegui-lo em seus novos relacionamentos. Classificação indicativa: 16 anos. Duração: 115 minutos. Horários: 18h50 e 21h10. Sala 3 (167 lugares).












CONTINUAÇÕES

ENCANTADA
(Enchanted), de Kevin Lima, 2007. Com Amy Adams, Patrick Dempsey e Susan Sarandon. Comédia romântica. Princesa é banida por uma rainha malvada de seu mundo animado e vai parar nas ruas de Manhattan. Em segunda semana. Cópia dublada. Classificação indicativa: Livre. Duração: 108 minutos. Horários: 14 horas (neste sábado e no domingo), 16h10, 18h25 e 20h40. Sala 2 (160 lugares).
BEE MOVIE - A HISTÓRIA DE UMA ABELHA (Bee Movie), de Steve Hickner e Simon J. Smith, 2007. Animação. Abelha descobre que os humanos comem mel e decide processar toda a raça humana. Em terceira semana. Classificação indicativa: Livre. Duração: 90 minutos. Horários: 13h10 (neste sábado e no domingo), 15 horas e 16h55. Sala 3.

ENDEREÇO E TELEFONES
Orient Cineplace - Shopping Iguatemi, telefax 3225-3056 e telefone 3610-1515 para saber informações sobre programas e horários.